13º Guerreiro, O

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O 13º guerreiro é um filme de 1999 com Antonio Banderas sobre um cortesão árabe da antiguidade que se junta a um bando de viquingues para derrotar o mal que assola as suas terras. O filme baseou-se num romance de Michael Crichton e foi realizado por John McTiernan. Um homem comum...Uma viagem extraordinária!.



Ahmed Ibn Fahdlan[editar]

[narrando]
Sou Ahmed Ibn Fahdlan, Ib Al Abbas, Ibn Rasid, Ibn Hammad. E as coisas nem sempre foram assim. Em tempos, eu era um poeta na maior cidade do mundo. A vida era fácil e eu vivia sem cuidado. Até que num dia fatídico conheci uma linda mulher, que pertencia a outro homem. O seu marido ciumento fez queixa ao califa, que me nomeou embaixador nas terras de Tossuk Vlad - um país no norte longínquo. Então, viajei no meu camelo durante muitos meses até às terras de povos bárbaros - acompanhado por Melchisidek, um velho amigo de meu pai.

[orando antes de uma batalha]
Pai misericordioso, preenchi os meus dias com planos de muitas coisas. Esta não era uma delas. Mas, neste momento, peço apenas para viver bem os próximos minutos. Por tudo o que deveríamos ter pensado e não ter pensado; tudo o que deveríamos ter dito e não ter dito; tudo o que deveríamos ter feito e não ter feito; rogo-te a ti, Deus, por perdão.

Diálogos[editar]

[Ahmed Ibn Fahdlan e Melchisidek entram numa tenda repleta de viquingues.]
Melchisidek: Procuramos o vosso chefe. O vosso rei.
[Ninguém responde.]
Ahmed Ibn Fahdlan: Experimente Grego.
Melchisidek: Heguemunà uméreton? Cuesilêamh uméteron? [1]
[Não obtendo resposta, Melchisidek desloca-se até um viquingue sentado e tenta falar com ele.]'
Melchisidek: Heguemunà uméteron? Cuesilêamh uméteron? Uestrum regiam? [2]
Herger: Noster rex? Tabernaculum.
Melchisidek: Ele diz que o rei está lá fora, naquela tenda.
Herger: Non loquetur.
Melchisidek: Diz que o rei não falará connosco.
Herger: Non loquetur qui mortus est.
Melchisidek: Aparentemente, o rei não falará connosco porque está morto.

Herger: A maneira de sabermos é: se eles não nos seguirem, é demasiado longe para virem a nado!

Melchisidek: Ele quer saber o teu nome.
Ahmed Ibn Fahdlan: O meu nome é Ahmed Ibn Fahdlan Ibn Al Abbas Ibn Rashid Ibn Hamad.
Herger: Eben?
Ahmed Ibn Fahdlan: Não, escuta, o meu nome é Ahmed Ibn Fahdlan. "Ibn" significa "filho de".
[para os outros]
Herger: Eben.

[Ahmed Ibn Fadlan responde a um viquingue em Norueguês, à volta de uma fogueira, após este e os seus companheiros proferirem afirmações injuriosas acerca de sua mãe, pensando que não as entenderia.]
Ahmed Ibn Fahdlan: A minha mãe era uma senhora pura de uma família nobre. E eu, pelo menos, sei quem é o meu pai, seu comedor de porco filho de uma prostituta.
[Os viquingues mantêm-se em silêncio, estupefactos, por instantes.]
Herger: Onde aprendeste a nossa língua?
Ahmed Ibn Fahdlan: Escutei! [3]

Herger: Os profetas justos nada pedem.

Ahmed Ibn Fahdlan: Tens algo parecido com um plano?
Herger: Mm-hm. Cavalgar até os encontrarmos... e matá-los todos.

Buliwyf: Consegues desenhar sons?
Ahmed Ibn Fahdlan: Desenhar sons? Sim, consigo desenhar sons... e depois consigo falá-los.
Buliwyf: Mostra-me.
Ahmed Ibn Fahdlan: [Desenhando na areia] Existe apenas um Deus e Maomé é o seu profeta.



Buliwyf: Tenho apenas estas mãos. Morrerei pobre.
Rei Hrothgar: Serás enterrado como um rei.
Buliwyf: Pode dizer-se que um homem foi rico se escreverem sobre os seus feitos, para que sejam lembrados.
Ahmed Ibn Fahdlan: [Esperando alguns instantes e percebendo que Buliwyf lhe acabara de pedir que escrevesse os seus feitos] Um homem assim será rico, sem dúvida.
Scimitar large.png

[Ahmed Ibn Fadlan forja uma cimitarra a partir da sua espada nórdica.]
Herger: Dá-se uma espada a um árabe e ele faz uma faca!
[Ahmed Ibn Fadlan mostra as suas habilidades com a lâmina, atirando-a ao ar, agarrando-a e apontando-a à garganta de um viquingue.]
Herger: [Sem piscar os olhos] Quando morreres, posso oferecer isso à minha filha?

[Herger dá a Ahmed um corno contendo hidromel.]
Ahmed Ibn Fahdlan: Não consigo sentir a fermentação de uvas nem de trigo.
Herger: [risos] Mel...é feito de mel!

Ligações externas[editar]

Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: 13º Guerreiro, O.


Notas[editar]

  1. Omar Sharif (que interpreta Melchisidek) comete um pequeno erro nesta sequência, ao trocar algumas letras da palavra grega uméteron, começando por pronunciá-la uméreton. Quando a repete, acaba por pronunciá-la correctamente. Isto encontra-se retratado na transcrição literal do diálogo.
  2. Apesar de Ahmed lhe pedir que fale em Grego, Melchisidek acaba finalmente por perguntar pelo rei em Latim.
  3. Ahmed aprende rapidamente a língua nórdica. O filme tenta representar isto através de viquingues falando norueguês, que lentamente vão passando a falar inglês, começando por misturar frases das duas línguas, de forma a transmitir a ideia que Ahmed já os consegue compreender. Isto acontece à volta de uma fogueira. Quando Ahmed mostra que já sabe finalmente falar norueguês, fá-lo, na realidade, em inglês.