Ferris Bueller's Day Off

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ferris Bueller's Day Off (br: Curtindo a vida adoidado – pt: O rei dos gazeteiros) é um filme americano de 1986, do gênero comédia, dirigido e escrito por John Hughes.

Ferris[editar]

  • FAKING OUT PARENTS (enganando os pais)
1. Fake a stomach cramp (finja uma dor de estômago)
2. Moan ans wail (gemidos e resmungos)
3. Lick Palms (lamber as palmas das mãos)
- Ferris dando a receita, que aparece na tela enquanto ele fala.


  • "A vida é muita rápida. Se, de vez em quando, não parar para aproveitar, vai acabar não vivendo."
- Life moves pretty fast. You don't stop and look around once in a while, you could miss it.


  • "Perdoe meu linguajar, mas Cameron é tão tenso, que se você enfiar um carvão no rabo dele, em duas semanas você terá um diamante."
- Pardon my French, but Cameron is so tight that if you stuck a lump of coal up his ass, in two weeks you'd have a diamond.


  • "Eu pedi um carro, e ganhei um computador. Ainda se considera azarado?"
- I asked for a car, I got a computer. How's that for being born under a bad sign?


  • "Bueller, Ferris Bueller."


  • "A pergunta não é o que vamos fazer, mas o que não vamos fazer."
- "The question isn't "What are we going to do?", the question is "What aren't we going to do."


  • [Na campainha, com voz de doente] Quem é? [Pausa] Ah, sinto muito. Não posso abrir a porta agora. Infelizmente, no estado em que estou posso me quebrar descendo as escadas e ficar sujeito a novas faltas na escola. Pode falar com meus pais onde eles trabalham. Obrigado pela visita. Agradeço sua preocupação com meu bem-estar. Tenha um bom dia!
- Who is it? Oh, I'm sorry. I can't come to the door right now. I'm afraid that in my weakened condition, I could take a nasty spill down the stairs and subject myself to further school absences. You can reach my parents at their places of business. Thank you for stopping by. I appreciate your concern for my well-being. Have a nice day!


  • "Senhoras e senhores, vocês são uma platéia maravilhosa. Queremos tocar estas músicas para vocês. É uma das minhas favoritas, e queria dedicá-la a um jovem que acha que não viu nada de bom hoje. Cameron Frye, essa é para você."
- Ladies and Gentlemen. You're such a wonderful crowd, we'd like to play a little tune for you. It's one of my personal favorites and I'd like to dedicate it to a young man who doesn't think he's seen anything good today. Cameron Frye, this one's for you.


  • [Para Cameron]Você matou o carro.
- You killed the car


  • [Depois dos créditos] Você ainda está aqui? Acabou. Vai pra casa. Vai!
-You're still here? It's over. Go home. Go.

Outros[editar]

  • [Fazendo a chamada] Bueller?... Bueller?... Bueller?
- Professor de economia


  • [Sobre Ferris]Oh, ele é bem popular, Ed. Atletas, metaleiros, CDFs, galinhas, valentões, beberrões, idiotas e imbecis... todos o adoram. Acham que ele é o cara.
- Oh, he's very popular Ed. The sportos, the motorheads, geeks, sluts, bloods, wastoids, dweebies, dickheads - they all adore him. They think he's a righteous dude.
- Grace


  • Ferris Bueller, você é meu herói.
- Ferris Bueller, you're my hero.
- Cameron


  • Ele vai se casar comigo.
- He's gonna marry me.
- Sloane


  • [Cantando] When Cameron was in Egypt's land...?let my Cameron go!"
- Cameron


  • [Ferris beija Sloane apaixonadamente enquanto se passa pelo seu pai]
Então é assim na família deles...
- So THAT's how it is in their family...
- Ed Rooney


Diálogos[editar]

  • Cameron: [sussurrando para si mesmo depois de uma conversa por telefone com Ferris] Eu estou morrendo.
[Telefone toca, e Cameron atende]
Ferris: (no telefone) Você não está morrendo, você simplesmente não pode pensar em nada bom para fazer.


  • Ferris: "O que ele está fazendo?"
Sloane: "Está lambendo a janela e fazendo gestos obcenos com as mãos."
Ferris: "O quê?"


  • Cameron: "Uma Ferrari 250 GT Califórnia, 1961. Produziram menos de cem. Meu pai ficou três anos restaurando o carro. É o amor dele, é a paixão dele..."
Ferris: "É culpa dele não ter trancado a garagem."


  • Ferris: Quatro mil restaurantes na zona central. Escolho um que meu pai frequenta.
Cameron: Estamos ferrados, com certeza.
Ferris: Somente os mansos são pegos. O forte sobrevive.


  • Garoto na delegacia: Drogas?
Jeannie: Não, obrigado. Eu sou careta.
Garoto na delegacia: Eu quis dizer, você está aqui por drogas?
Jeannie: Por que você está aqui?
Garoto na delegacia: Drogas.