Raymundo Faoro: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
51 bytes adicionados ,  17h11min de 25 de fevereiro de 2007
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
:- Em entrevista à Revista Veja, em abril de 1976
 
*"É um hábito brasileiro falar uma linguagem futurista e realizar uma política colonial"
*"O Brasil não tem povo, tem público."
 
[[Categoria:Pessoas]]
44

edições

Menu de navegação