Diferenças entre edições de "José Eduardo Agualusa"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1 007 bytes adicionados ,  02h29min de 23 de fevereiro de 2006
(-it)
 
*“Sabendo o que sabemos hoje poderíamos ser tentados a dizer que existe neste livre mais do que tristeza. Há outra coisa, um amargo sentimento de abandono.”
 
*“Não sou político mas começo a compreender algumas coisas. Os sistemas são tão diferentes como do dia para a noite. Quando estive no Hospital Militar havia lá um guarda cubano -um homem simpático, parece-me que ainda estou a vê-lo. Era um camponês, em Cuba trabalhava na cana-de-açúcar e era tudo o que sabia fazer. Mas ofereceu-me como voluntário para vir lutar aqui, sem ser por dinheiro, pela República Popular de Angola. Deixou a família e os amigos, a casita onde vivia feliz para vir combater. Isso fez-me sentir envergonhado. Sentia-me pequenino –ao dizer isto, Ángel levantou a mão direita e mostrou o polegar e o indicador –senti-me como o polegar ao pé do indicador. Não sabia onde esconder-me. A diferença que existe entre ele e eu é como da noite para o dia. Vim para cá por avidez de dinheiro. É esse o sistema que vigora nos Estados Unidos. Ali, aquele que tem duas camisas quer ter vinte. Mas aqui as pessoas ficam satisfeitas se tiverem apenas duas camisas.”
 
 
822

edições

Menu de navegação