Diferenças entre edições de "Londres"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
492 bytes adicionados ,  00h38min de 25 de fevereiro de 2011
m
sem resumo de edição
m (Bot: Adicionando: bg:Лондон, uk:Лондон)
m
* "Ah! minha pobre criança, a verdade é que em Londres há sempre uma estação doentia. Ninguém é saudável em Londres, ninguém pode ser."
:- ''[[Jane Austen]] em ''Emma'' (1816)''
 
* "Talvez seja porque eu sou londrino que eu tanto amo Londres. Talvez seja porque eu seja londrino que eu penso nela aonde eu for. Eu sinto algo diferente dentro de mim apenas por caminhar para lá e para cá. Talvez seja porque eu sou londrino que eu amo a cidade de Londres."
:- ''[[Hubert Gregg]], "Maybe It's Because I'm a Londoner" (1947)''
 
* "Londres vai além de qualquer fronteira ou norma. Ela contém todo desejo ou palavra já dita, cada ação ou gesto já feito, cada declaração grossa e nobre já expressada. Não tem limites. É a Londres Infinita."
:- ''[[Peter Ackroyd]], ''London: The Biography'' (2000)''
 
* "Estive andando por Londres pelos últimos trinta anos, e encontro algo novo nela todos os dias."
:- ''[[Walter Besant]], em seu leito de morte (1901)''
 
* "Quem está cansado de [[Londres]], está cansado da vida; há em Londres tudo que a vida pode proporcionar."
::- ''When a man is tired of London, he is tired of life; for there is in London all that life can afford
:::- ''[[Samuel Johnson]]; The life of Samuel Johnson, LL.D.: comprehending an account of his ... - [http://books.google.com.br/books?id=nuINAAAAQAAJ&pg=PA160 Página 160], James Boswell - Printed by Henry Baldwin, for Charles Dilly, in the Poultry., 1791 - 516 páginas
 
{{wikipédia}}

Menu de navegação