Diferenças entre edições de "Che Guevara"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
453 bytes removidos ,  20h35min de 5 de agosto de 2010
Desfeita a edição 109731 de Chico (discussão | contribs)
m (+ fontes)
(Desfeita a edição 109731 de Chico (discussão | contribs))
::- ''Déjeme decirle, a riesgo de parecer ridículo, que el revolucionario verdadero está guiado por grandes sentimientos de amor
:::- ''Ernesto "Che" Guevara - Volume 4, página 70, Ernesto Guevara, Juan Maestre Alfonso - Ediciones de Cultura Hispánica, 1988 - 168 páginas
 
*"A [[reforma agrária]] radical, a única que pode dar a [[terra]] aos camponeses."
::- ''E. Che Guevara - página 44, [[Ernesto Guevara]], Eder Sader - Editora Atica, 1981 - 216 páginas
 
*"A culpa de muito dos nossos intelectuais e astistas reside em seu pecado original; não são autenticamente revolucionários."
::- ''E. Che Guevara - página 172, [[Ernesto Guevara]], Eder Sader - Editora Atica, 1981 - 216 páginas
 
*"O [[socialismo]] não é uma sociedade beneficente, não é um regime utópico, baseado na bondade do homem como homem. O socialismo é um regime a que se chega históricamente e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição equitativa de todas as riquezas da sociedade, numa situação de produção social. Isto é, a produção criada pelo [[capitalismo]]: as grandes fábricas, a grande pecuária capitalista, a grande agricultura capitalista, os locais onde o trabalho humano era feito em comunidade, em [[sociedade]]; mas naquela época o aproveitamento do fruto do [[trabalho]] era feito individualmente, pela classe exploradora, pelos proprietários jurídicos dos bens de produção."
::- ''E. Che Guevara - página 172, [[Ernesto Guevara]], Eder Sader - Editora Atica, 1981 - 216 páginas
 
==Atribuídas==
 
*"Não há [[experiência]] mais profunda para o revolucionário que o ato da [[guerra]]."
 
*"A [[reforma agrária]] radical, é a única que pode dar a [[terra]] aosao camponesescamponês."
 
*"Nós nos forjaremos na ação cotidiana, criando um [[homem]] novo com uma nova técnica."
::- ''citado em Da guerrilha ao socialismo: a revolução cubana - página 149, Florestan Fernandes - T. A. Queiroz, 1979 - 231 páginas
 
*"A característica fundamental da [[guerrilha]] é a mobilidade."
 
*"As tantas rosas que os poderosos matem nunca conseguirão deter a [[primavera]]."
 
*"A culpa de muito dos nossos intelectuais e astistas reside em seu pecado original; não são autenticamente revolucionários."
 
*"Não nego a necessidade objetiva do estímulo material, mas sou contrário a utilizá-lo como alavanca impulsora fundamental. Porque então ela termina por impor sua própria [[força]] às relações entre os homens."
*"Devo dizer, correndo o risco de parecer ridículo, que o verdadeiro revolucionário é movido por sentimentos de [[amor]]. É impossível imaginar um autêntico revolucionário sem esta qualidade. Talvez seja um dos grandes dramas do dirigente; este deve unir a um espírito apaixonado uma mente fria, e tomar decisões dolorosas sem que nenhum músculo se contraia. Os nossos revolucionários de vanguarda têm de idealizar esse amor aos [[povo]]s, às causas mais sagrada, e torná-lo único, indivisível. Não podem mostrar a sua pequena dose de carinho cotidiano tal como faz o homem comum."
 
*"O [[socialismo]] não é uma sociedade beneficente, não é um regime utópico, baseado na bondade do homem como homem. O socialismo é um regime a que se chega históricamente e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição equitativa de todas as riquezas da sociedade, numa situação de produção social. Isto é, a produção criada pelo [[capitalismo]]: as grandes fábricas, a grande pecuária capitalista, a grande agricultura capitalista, os locais onde o trabalho humano era feito em comunidade, em [[sociedade]]; mas naquela época o aproveitamento do fruto do [[trabalho]] era feito individualmente, pela classe exploradora, pelos proprietários jurídicos dos bens de produção."
* "Escuta, a voz proletária, crê no homem que chega, crê no futuro que nunca verás ... Acima de tudo terás uma rubra vingança, juro pela exata dimensão dos meus ideais, teus netos viverão a aurora, morre em paz, velha lutadora."
 
* "Escuta, a voz proletária, crê no homem que chega, crê no futuro que nunca verás ... Acima de tudo terás uma rubra vingança, juro pela exata dimensão dos meus ideais, teus netos viverão a aurora, morre em paz, velha lutadora."
 
*"Nasci na Argentina; não é [[segredo]] para ninguém. Sou cubano e também sou argentino, se não se ofenderem os ilustríssimos latino-americanos, me sinto tão patriota da América-Latina, de qualquer país da América-Latina, como qualquer outro e, no momento em que fosse necessário, estaria disposto a entregar minha vida pela libertação de qualquer um dos países latino-americanos, sem pedir nada a ninguém, sem exigir nada, sem explorar ninguém..."
16

edições

Menu de navegação