Xena: Warrior Princess

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucy Lawless, a atriz principal.

Xena: Warrior Princess foi uma série de TV norte-americana produzida na cidade neozelandesa de Auckland e seus arredores, levada ao ar originalmente entre 1995 e 2001. A série foi estrelada pelas atrizes Lucy Lawless e Renee O'Connor. É exclusivamente distribuída em sindicação nos Estados Unidos pela MCA-TV e internacionalmente pela MCA-TV International. O programa estrelou em 4 de Setembro de 1995 como um spin-off da série Hércules: As Viagens Míticas. O episódio final foi ao ar em 17 de Junho de 2001. Os Produtores Executivos são Sam Raimi e Robert Tapert.

Índice

Primeira temporada[editar]

Pecados do Passado [1.01][editar]

Xena: Você conhece o lugar que estou indo, é bem problemático.
Gabrielle: Eu sei.
Xena: Então porque você iria querer entrar nisso comigo?
Gabrielle: É isso que amigos fazem. Eles defendem um ao outro quando estão em problemas.
Xena: Tudo bem... amiga.

Xena: Não é fácil tentar provar que você é uma pessoa diferente.

Xena: E eu queria que você estivesse aqui. É difícil estar só.
Gabrielle: Você não está só.

Xena: Ele parece ter uma alma gentil, o que é raro em um homem.
Gabrielle: Não é com a parte gentil que eu tenho problemas, é com a parte maçante, estúpida.

Carruagens de Guerra [1.02][editar]

Xena: PULA!
Gabrielle: Se eu morrer, eu nunca mais falo com você!
(Gabby pula de Argo pra carruagem.)
Xena: Você chama isso de pulo??
Gabrielle: Não, foi um passo desesperado... o melhor que consegui.

Xena: Não me diga! Era ele?
Gabrielle: Tenho medo que sim.
Xena: Me lembre de ter uma conversa com você sobre seu gosto por homens.

Sonho de Trabalhador [1.03][editar]

Xena: Não confuda defender você mesmo com o uso de uma arma. Quando você puxa uma espada, você deve estar pronto pra matar.

Xena: A primeira vez que você pega uma espada, você se torna um alvo. E no momento que você mata...tudo muda. Tudo!

Gabrielle: Você está esperando pelo momento certo pra dizer "eu te avisei", não está?
Xena: Não. Estou esperando você dizer isso a mim.

Xena: Veja como a superfície da água está calma. Eu já fui assim uma vez.... (joga uma pedra) (a água se agita). Foi nisso que eu me tornei.
Gabrielle: Mas se a gente ficar aqui tempo suficiente, vai voltar a ser calma de novo. Você vai voltar a ser calma.
Xena: Mas a pedra ainda está lá embaixo. E agora é uma parte do lago. Pode parecer como antes, mas estará mudado para sempre.

Berço da Esperança [1.04][editar]

Gabrielle : Você dormiu bem?
Xena : Como uma rocha. Você?
Gabrielle : Encima de uma rocha.

O Caminho Não Tomado [1.05][editar]

Gabrielle: Você já notou que nunca tivemos problemas pra conseguir uma mesa?
Xena: É um mistério pra mim.

Xena: Você vai cortar sua garganta e saltar? É um pouco exagerado, não acha?

O Juízo Final [1.06][editar]

Gabrielle: Como esses caras voltaram da morte?
Xena: Bem... já ouviu sobre Ares?

Xena: Você voltar pra mim significou muito depois do que eu fiz pra você.
Gabrielle: Confio em você. Em nenhum momento pensei que você quisesse me machucar.
Xena: Bem, te devo uma. Obrigada.
Gabrielle: Te devo uma também.
Gabrielle bate no peitoral de Xena.
Xena: O que foi isso?
Gabrielle: Te batendo de volta.
Xena: Se sente melhor?
Gabrielle: Acho que quebrei minha mão. Mas me sinto melhor.
Xena: Bom. Eu também.

Os Titãs [1.07][editar]

Xena: Não se desculpe, Gabrielle. Basta melhorar.

Xena vê Gabrielle e Philius dormindo juntos. Sua expressão é de mágoa e decepção.
Gabrielle: Qual o problema?
Xena: Nada, eu só--
Gabrielle: Pensou que eu fiz algo sem pensar?
Xena: Bem, se você fez, não é da minha conta.
Gabrielle: Está certa. Não é.
Xena: Olha, se isso é por conta do que eu disse antes, eu estava cansada.
Gabrielle: Você acha que eu sou apenas uma criança.
Xena: Não, não acho. Só não tenho tempo pra convencê-la agora.

Xena: Por que você arriscou sua vida indo pra caverna sozinha?
Gabrielle: Eu queria compensar o que eu fiz, pra você não me odiar.
Xena: Pra sua informação, eu nunca odiaria você. Seu coração está no lugar certo.

Prometeu [1.08][editar]

Gabrielle: Você não é muito de papo de mulher, é? (Xena pega sua espada.) Claro que você não é como a maioria das garotas.

Xena: Gabrielle quer ir pra uma Academia para Bardos em Atenas. Faça com que ela chegue lá.

Gabrielle: Uma vez, há muito, muito tempo atrás, todas as pessoas tinham quatro pernas e duas cabeças. Então, os Deuses jogaram raios, e dividiram tudo em dois. Cada metade, ficou com duas pernas e uma cabeça. Mas a separação deixou ambos os lados com uma ânsia imensa de se reunir, já que compartilhavam a mesma alma. E desde então, todas as pessoas passaram a procurar a metade de sua alma.

Morte nas Cadeias [1.09][editar]

Unhas e Meretrizes [1.10][editar]

Ephiny: Venha... agora.
Gabrielle: Você deve ter me confundido com algum animal de estimação.
Ephiny: (carrancudo) Você vem comigo?
Gabrielle: Está melhor.

Xena: Algo sobre mim que você acha interessante?
Ephiny: Sim.
Xena: Quer me contar?
Ephiny: Não.
Xena: Então pare de me encarar antes que eu arranque seus olhos.

Xena: O que é issow
Gabrielle: Eu sou uma princesa Amazona?
Xena: Ótimo.

Ephiny: Agora eu vejo porque você esconde o cavalo.

Ephiny: (pra Xena) Você tem certeza de que não é uma Amazona?

Gabrielle: Mas agora eu aprendi a lição. Tudo o que eu sei, você sabe. Sem mais segredos.
Xena: Vamos ver quanto tempo isso dura.
Gabrielle: Hmph.

Gabrielle: Acabei de pensar em algo. Você é uma princesa guerreira e eu sou uma princesa amazona. Isso ainda vai render uma boa história.

Terreis: É um mundo de homens, Gabrielle. Não porque deve ser, mas porque deixamos que seja.

O Lobo Negro [1.11][editar]

Xena: Ah, não incomode os queridos. Eles estão dormindo.

Xerxes: Quem é você e qual seu interesse em tudo isso?
Xena: Meu nome é Xena. Eu sou a solução dos seus problemas.

Xena: Você cresceu.
Flora: Você se tornou uma lenda.

Diomedes: Você borda.
Xena: Eu tenho muitas habilidades.

Gabrielle: (sendo levada até o calabouço) Foi muito legal você ter me trazido aqui pessoalmente.

Salmoneus: Você! Essa é a pequena miss inocência que me jogou aqui primeiro.
Xena: Ela é minha amiga.
Salmoneus: (para Xena sobre Gabby) Ela é sua amiga. Ela é sua amiga?? Você tem uma amiga?? O que ela é, uma guerreira?
Gabrielle: Ei, cai fora! Você não teria sido jogado aqui primeiro se tivesse deixado suas mãos fora dos meus tomates.
[Xena olha interrogativa para Salmoneus]
Salmoneus: Eu posso explicar!

Homem: Procurando pelo homem dos seus sonhos?
Xena: Sim.:[Lhe dá um soco no estômago] Você não é ele.

Xena: Eu posso te dizer que você é a coisa mais próxima que eu já tive de uma irmã. Aquilo era importante pra mim.

Xena: Ei, está tudo bem.
Hermia: Obrigada - Xena?
Xena: Hermia?
Hermia: Pelos Deuses, deve ter uns 10 anos desde a última vez que te vi!
Xena: Vem até aqui. O que está fazendo aqui? Cadê sua família?
Hermia: Persix e Eteocles habitam no outro lado, graças a esse tirano assassino, Xeres. E agora ele está jogando Flora on seu calabouço!
Xena: Flora? Pequena Flora? Ela está na prisão?
Hermia: Ela não é pequena mais. Ela está crescida e loucamente apaixonada por um dos Lobos Negros.

Cuidado Com os Presentes Gregos [1.12][editar]

Gabrielle: Você quer voltar pro cavalo? Está fadado a ser um item de colecionador?
Xena: Só se você puxar.
Gabrielle: Nah.

Gabrielle: Você conhece Helen?
Xena: Nos conhecemos há muito tempo atrás em Esparta. Antes da guerra.

Athens City Academy Of the Performing Bards [1.13][editar]

Um Punho Cheio de Dinares [1.14][editar]

Gabrielle: Você não pode me levar no papo-furado - alvo errado.
Petrocles: Ah, eu não sei. Algumas pessoas me consideram o rei do papo-furado.
Gabrielle: Bem, entregue a coroa, porque você acabou de conhecer o seu par. Quando eu tinha cinco anos, eu disse pros meus pais me darem meu próprio cavalo.
Petrocles: Quando eu tinha quinze, eu disse prum guerreiro me dar seu exército.
Gabrielle: Uma vez eu convidei o Ciclope pra jantar. E eu fui ao jantar.
Petrocles: Eu pedi a Xena em casamento.
Xena: [longe dos dois] Gabrielle, por que você não vem até aqui comigo?
Gabrielle: Você pode manter sua coroa.

Gabrielle: Então, como o Petracles parece?
Xena: Ele é um guerreiro. Ele é ambicioso, implacável, dominador, covil conveniente. Ele dirá qualquer coisa que puder pra que uma mulher se apaixone por ele, e depois que ele a tiver, ele a usa.
Gabrielle: Então vocês se conhecem.
Xena: A gente ia se casar.

Petracles: Quando Xena e eu nos conhecemos, éramos muito jovens. Nenhum de nós sabia o que era o amor. Nós confundimos possessão com paixão. A gente tinha que ter um ao outro. Eu era um pouco melhor do que ela. Eu a pedi em casamento porque eu achei que era a melhor maneira de conquistá-la.
Gabrielle: Aposto que você teve uma surpresa!
Petracles: Não, Gabrielle, funcionou. Ela era minha. E quando eu percebi que tinha ela, eu não queria mais ela.

Princesa... Guerreira [1.15][editar]

Princesa Diana: Me diga o que eu preciso fazer pra parecer Xena.
Gabrielle: Pra começar, pare de chorar.

Princesa Diana: Essa é minha coisa de assassinatos.
Gabrielle: Chakram
Princesa Diana: Saúde.

Amado Mortal [1.16][editar]

O Casal Real de Ladrões [1.17][editar]

Xena: Precisamos conversar.
Autolycus: Conversa é furada; eu tenho uma orelha cara.

Autolycus: Malthus... eu não roubo dele.
Gabrielle: (ri) Ele está com medo.
Autolycus: Não, nós temos um acordo. Eu não roubo dele, ele não arranca meus olhos com agulhas quentes. Vem funcionando muito bem.

Autolycus: Está tentando usar meu ego contra mim.
Gabrielle: Não achei que fosse funcionar.
Autolycus: Não, funcionou. Eu vou fazer.

Autolycus: Ah, Xena, acho que achei seu disfarce. A assistente de Sintares usaria nada menos. (levanta uma roupa minúscula)
Gabrielle: Um pouco menos e nem existiria.

Um guerreiro: Cadê sua mulher, ela se afogou?
Autolycus: Não, não, ela não se afogou. Ela deveria estar aqui. Ela está quase conquistando território, sabe como é...
A warlord: Fundamentos da Virgínia, é.
Autolycus: É, você vê, a castidade de uma mulher é como um chapéu novo. Uma coisa linda que...(Xena aparece)...vai me matar. Aaah, por que demorou tanto minha querida, terminando a minha roupa?
Xena: Sim, você deixou algo pendurado na linha.

Xena: Magmar me disse que o seu chefe tem um grande ego, quase tão grande quanto o seu.
Autolycus: Nada é maior que o meu.

O Prodígio [1.18][editar]

Viagens Alucinantes [1.19][editar]

Gabrielle: Por Deus!
Xena: O que é?
Gabrielle: Você está linda!

Gabrielle: Estou ótima. Não consigo enxergar, mas estou ótima.
Xena: Tente usar os dois olhos.
Gabrielle: Ah, ah sim, agora está melhor.
Xena: Acha que pode levantar?
Gabrielle: Quer dizer que eu não estou?

Xena: Fui clara?
Gabrielle: Não. Você está um pouco confusa então continue tentando, você vai chegar lá.

Xena: O que está fazendo aqui? Eu disse pra me esperar na caverna.
Gabrielle: Eu esperei e depois essa pedra me disse pra vir te encontrar.
Xena: A pedra falou com você?
Gabrielle: Bem, sim, a voz estava um pouco rouca mas eu entendi...

Gabrielle: Eu te machuquei?
Xena: Não, não, estou amando cada minuto.

Laços Que Unem [1.20][editar]

Ares: Às vezes o melhor homem pra um trabalho... é uma mulher.

Xena: Desista de mim, Ares. Você não é meu pai.
Ares: O que é ser pai, Xena? Um homem que guia, que ensina como viver sua vida. Eu fiz tudo por você. E eu nunca vou te deixar ir.

Bem Maior [1.21][editar]

Xena: [apita]
Gabrielle: Uh-oh. Odeio quando faz isso. Eu tenho que praticar.
Xena: Não na minha égua. Queria que vocês dois se dessem bem.
Gabrielle: Não é como se a gente esteja em guerra constante ou algo do tipo. Argo não gosta de mim.
Xena: (para Argo) Às vezes você tem que ter paciência com as coisas que te chateiam.
Gabrielle: Ah, eu nunca disse que ela me chateia.
Xena: Eu não estava falando com você.
Gabrielle: Ah, engraçado-- muito, muito engraçado.

Gabrielle: Montando? Isso significaria Argo. Não-- ela não gosta de mim.
Xena: Ela não te odeia. Achei que você tivesse tido um pônei quando criança.
Gabrielle: E tive. Seu nome era Tympani.
Xena: Você deixou Tympani com sua irmã?
Gabrielle: Não-- na verdade-- ele ficou bem doente um dia, e-- eu achei que ele fosse ficar melhor, mas-- é o que acontece com as coisas que você ama. Às vezes elas te deixam.

Callisto [1.22][editar]

Gabrielle: Quer falar sobre isso?
Xena: O quê?
Gabrielle: Cirra.
Xena: Era outra vila a ser conquistada. Nada fora do comum. Um incêndio irrompeu e eu não sei se foram meus homens ou apenas um acidente, mas havia um vento forte e as chamas varriam a cidade como uma onda de morte. E as pessoas ficaram amontoadas em suas casas porque elas estavam com medo do meu exército. Foi nesse tempo que meus homens foram responsáveis pelas mortes de mulheres e crianças. E só alguns sobreviveram. Obviamente, Callisto foi um deles.

Gabrielle: Não, não, olhe, me prometa. Se alguma coisa acontecer comigo, você não vai se tornar um monstro. Só há uma forma de acabar com esse ciclo de ódio, e através do amor e do perdão.
Xena: Não mude, Gabrielle. Eu gosto de você do jeito que você é. Agora vá dormir.
Gabrielle: Não, não, me prometa.
Xena: Eu prometo.

Xena: Não se preocupe, eu não vou deixar nada acontecer com você sem um julgamento justo.
Callisto: Sabe, costumava haver um pouco de respeito misturado com o meu ódio por você. Mas não tem mais. Seus belos escrúpulos estão envergonhando. Como vilã, você era ótima. Como heroína, você é uma sentimental idiota.

Callisto: A visão, apenas a visão, de Xena, a Princesa Guerreira argumentando em meu nome me diverte, então deixe-me dizer. Me deixe responder sua pergunta sobre o que eu faria se você me deixasse ir. Você me deixa ir, e eu dedicarei minha vida inteira pra matar tudo o que você ama. Seus amigos, sua família, sua reputação - até sua égua. Estou sendo honesto com você, porque a ideia da sua piedade é pior do que a morte pra mim. Veja, você criou um monstro com integridade, Xena. Assustador, não é?

Máscara da Morte [1.23][editar]

Gabrielle: Pensei que tivesse dito que seu irmão tinha sido assassinado pelo Cortese.
Xena: Não, esse era meu irmão mais novo. Gabrielle, esse é meu irmão mais velho, Toris.
Gabrielle: Huh, você é cheia de surpresas.
Xena: Toris tem algumas surpresas próprias. Essa é a máscara de Cortese.
Toris: Isso mesmo. É o único jeito que consegui de chegar perto o suficiente de Cortese-- pra matá-lo.

Xena: Eu quero Cortese tanto quanto você. Mas assassinar não é a resposta. Eu aprendi de um jeito difícil que a justiça –
Toris: Aprendeu do jeito difícil? Está se gabando? O que eu vi de você quando eu deixei nosso vilarejo não é algo de se orgulhar.
Xena: E o que você viu? Alguém tinha que dar o primeiro passo. Cortese teria abatido todos nós se não tivéssemos lutado.
Toris: Se nossa gente tivesse me seguido até as colinas–
Xena: Cortese teria nos caçado como cachorro. Eu devia ficar, e eu não era a única a acreditar nisso.
Toris: Está certo. Nosso irmão acreditava nisso. Lyceus ficou com você até o fim. E foi o fim dele, lembra?
Xena: Eu disse lutar, porque era o nosso vilarejo. Lyceus acreditou nisso, e eu diria isso de novo.

Xena: Toris…
Toris: Como você atura aquela garota?
Xena: Por que? Ela sabe mais sobre sabedoria e justiça do que você jamais saberá.

Toris: Sua assassina avarenta!

Tem Um Médico Em Casa? [1.24][editar]

Xena: Você estava certo, eu não devia tê-la trazido até aqui.
General: Nós todos cometemos erros.
Xena: Meu orgulho talvez tenha matado minha melhor amiga.

Xena: Ele ficou no caminho. É guerra Gabrielle.
Gabrielle: Eu não suporto a ideia de todos os inocentes que sofreram por conta dessa maluquice. Alguém tem que acabar com isso. Vamos lá, Xena. Nem sempre você pode parar uma guerra inteira. Tudo bem, olha, não quis dizer isso como um desafio.
Xena: Fique aqui com Ephiny.
Gabrielle: O que vai fazer?
Xena: Vou achar um lugar seguro pra Ephiny ter seu bebê e depois eu vou parar a guerra.
Gabrielle : Eu tenho que aprender a calar a boca.

Galen: Se ela tivesse acertado nele uma polegada a menos, ela poderia ter matado o monstro.
Xena: Ela sabia disso. Por isso que ele ainda está vivo.
Marmax: Está dizendo que ela preferiria morrer a tirar a vida do cara que ela nem conhecia?
Xena: Gabrielle vive pelo seu próprio código. Esse código não inclui matar.

Xena: Ela não está morta. Eu não deixaria. Vamos lá, Gabrielle, acorda! Vamos lá, acorda! Vamos lá, acorda! Você está me assustando! Acorda! Acorda! Gabrielle, respire! Respire!

Xena: [chorando]: Não me deixe! Não me deixe! Não me deixe! Não me deixe! Acorda! Acorda! Acorda!
Gabrielle:[Ofegando]
Xena: Você está bem?
Galen: Você é Asclepius! Você voltou a Terra!
Xena: Levanta Galen. Eu não sou Asclepius. Você devia saber disso agora. Foi Gabrielle que performou o milagre... não foi?

Gabrielle: Xena…
Xena: Sim.
Gabrielle: Eu queria te agradecer por ter salvo minha vida de novo. Você parecer estar sempre fazendo isso.
Xena: Era sua decisão voltar.
Gabrielle: Como eu poderia te deixar? Quando nós temos tantas guerras pra parar e apostas pra furar? Você vai precisar da minha ajuda.
Xena: Eu não poderia fazer isso sem você, mas você vai ter que descansar por um momento.

Segunda Temporada[editar]

Órfão de Guerra [2.01][editar]

Kaleipus: Ótimo. Vejo muita mudança nos seus olhos. Você não é a mulher que eu vi há dez anos. Você não é aquela guerreira. Deixe-o ir, Xena. Ele tem família e casa aqui. Ele não é mais seu filho.
Xena: Está dizendo isso pelo meu bem ou pelo seu?
Kaleipus: Pelo dele... e meu. Por nove anos, Solan tem sido meu filho. Eu o amo mais do que minha própria vida e a ideia de o perder... Você não faz ideia do que é.
Xena: Você sabe o que é ser uma mãe sem seu filho?

Xena: Pegue a criança. Ele é meu filho e de Borias. Se ele ficar comigo, ele se tornará um alvo pra todos aqueles que me odeiam... e aprenderá coisas que uma criança não devia nunca saber. Ele se tornará como eu.

Xena: Você tem coisas aqui que eu só poderia sonhar em ter. Coisas que eu iria querer pro meu filho.

Xena: Eu poderia cantar por você.

Xena: Borias era um cara sábio. Ele achou seu caminho muito mais cedo que eu. Mas eu não o matei. Eu ordenei que o capturassem, ileso, e não sei o que aconteceu.

Nenhuma Lembrança [2.02][editar]

Crone: Você salvou nosso templo. Diga sua recompensa. Se pudermos doar, doaremos.
Xena: Recompensa-- pelo quê? Por matar um menino mal saído de sua infância? Não quero recompensa; quero a vida do menino de volta. Por Deus, queria que eu nunca tivesse seguido a espada em primeiro lugar;

Maphias: Me diga. Primeiro, foi o ataque a Cortese, depois a reconstrução da cidade. Estou avisando, Xena. Continue assim, e eu vou desistir-- em dez ou quinze anos.

O Assassino Gigante [2.03][editar]

Gabrielle: Você sabe que acha que ela falaria que sua amiga era mais alta que os pinheiros.

Garotas Apenas Querem Diversão [2.04][editar]

Xena: Ache um jeito de fazê-lo ficar apresentável, e depois sairemos.
Joxer: Espera um minuto. O que ela quis dizer com fazer você apresentável?
Orpheus: Ela não quer que eu pareça com você.


Volta de Callisto [2.05][editar]

Callisto: Eu que disse antes de te matar, eu vou fazer você guinchar como um porco, seu pedaço patético de bosta.

Callisto: Você sabe que eu não bebo intoxicantes, Theodorus. Eu gosto de experimentar a vida em toda sua experiência agonizante. Eu não quero amortecer essa sensação de forma nenhuma.

Callisto: Você não está se apaixonando por mim, está?
Theodorus : E se eu estivesse?
Callisto: Eu teria que te matar. Amor é um truque que a natureza usa pra fazer a gente se reproduzir. Não quero participar disso.

Princesa... Guerreira... Vagabunda [2.06][editar]

Agis: Me deixe lembrar da sua realidade, Meg. Você é uma vagabunda imunda que eu resgatei da sarjeta porque você parece com Xena e Diana. Você é útil pra mim só se for uma espiã convincente.
Meg: Você nunca disse nada sobre coisas bizarras. Além do mais, eu peguei pesado hoje.

Meg: O nome é Xena; aquela Xena com a capital Z.

Joxer: Espera, espera, espera... Como eu devo saber como a Diana é?
Xena: Se você ver uma mulher e ela parecer exatamente como eu e ela exibir qualquer interesse em tudo quanto é homem, essa é a má.
Joxer: Ela é má! Muito, muito má.

Meg: Segure bem assim. Num piscar dos olhos eu posso puxar o crânio de qualquer um que mexa com meu trevo... da sorte!

Estranhos Intimidadores [2.07][editar]

Callisto: Você sabe como Tartarus pode ser chato? A mesma tortura todo dia, todo dia.

Callisto/Xena: Olhe nos meus olhos, velha. Xena não está em casa.
Cyrene: Quem é você?
Callisto/Xena: Apenas outra filha amorosa.

Xena/Callisto: Há algum tempo você me disse que o ciclo do ódio tem que acabar e tem que ser através do amor. É uma lição dura de aprender. Callisto não poderia saber ou entender isso.

Xena/Callisto: Porque quando você pensa na morte...
Mãe de Callisto: ...a morte pode te ouvir.

Pequenos Senhores da Guerra [2.08][editar]

Ares: Dor! Então é assim que ela faz sentir. Nada mal.
Gabrielle: Ah, você gosta, né? Bem, tem muito mais de onde veio.

Xena: Você está bem?
Ares: Estive enforcado, nadei em cima de fogo e quase raspei na ponta da navalha afiada! Como você mortais conseguem sobreviver?

A Solstice Carol [2.09][editar]

Gabrielle: Bem-- o quê? Ah. Eu não tenho presente pra você.
Xena: Gabrielle, você é um presente pra mim.

O Rolo de Xena [2.10][editar]

Janice: Agora, esse não é jeito de se tratar uma dama. Corram agora, meninos. Não tenho tempo pra brincar.

Xena: Agora, me escute. Gabrielle nunca foi inútil. Ela cuidou dos outros mais do que dela mesma.

Lá Vem Ela... Senhorita Anfípolis [2.11][editar]

Xena: Me acorde quando você chegar na parte urgente!

Gabrielle: Por que você não cancela o concurso?
Salmoneus: Lord Clairon tentou. Cada um desses caras está tão investido em ganhar, ninguém quer desistir primeiro. O jeito que eu vejo isso - o que nós precisamos é de um competidor que mantenha um olho nas coisas de dentro.
Gabrielle: Oh, não, não, não! Nem olhe pra mim. Agora você sabe como eu me sinto sobre essas mulheres vítimas do mercado de carne.
Xena: Ela tem razão. Mas guerra faz de todos vítimas. Então... conheça Srta. Anfípolis.

Xena: Procurando por isso? Agora eu quero algumas respostas diretas.
Miss Artifice: Você pegou a garota errada. Ok, ok, eu só tava brincando, cadê seu senso de humor?
Xena: Nossa, eu devo tê-lo jogado fora. Essa sua ideia de diversão também?
Artifice: Eu tava tentando te assustar.
Xena: Por que você queria me assustar?
Artifice: Porque eu sabia que você sabia. Sabia sobre mim. E eu não queria que você contasse pra ninguém. Mas quando eu voltei pra destrancar a porta, você já tinha ido.
Xena: E por que você achou que eu fosse contar?
Artifice: Você não entende, entende? Eu acho que ter nascido mulher, você não nasceria. Eu acho que essa é minha oportunidade pra usar uma parte de mim que faz todo mundo rir. Ou pior. A parte que eu tenho que esconder. Até aqui funcionou, viu?
Xena: Eu acho que não.
Artifice: Olha, eu não espero que você entenda. E sinto muito que te deixei no vácuo, só espero que você me deixe fora do concurso em privado, em vez de ir a público.
Xena: De jeito nenhum, talvez a melhor pessoa vença.

Gabrielle: Isso é sabotagem!
Xena: Gabrielle, é só um vestido ruim.
Gabrielle: Vestido ruim? Xena, seda é ruim. Marca de licor é ruim. Mas isso é um desastre! Você vai ser eliminada assim que pisar na passarela.
Xena: Se acalma. Olha, se tá te incomodando, eu dou um jeito. [Corta o vestido]

Xena: Confie em mim, você não tem que me fazer ficar zangada.
Clairon: Ah, pelo contrário. Estou procurando por isso.
Xena: Ok. Já estamos nos divertindo? Oops. Não me odeie porque eu sou linda.

Gabrielle: Então a Srta. Conheço o Mundo é homem?
Xena: Sim.
Gabrielle: É meio engraçado, hein?
Xena: Por que? Beleza é beleza.
Gabrielle: E paz é paz.
Xena: Vai escrever sobre isso.
Gabrielle: Ah, sim. Estava pensando em chamar de "Rainha pra um–
Xena: Gabrielle.
Gabrielle: “Que dragão –
Xena: Gabrielle!
Gabrielle: Certo, certo.

Destino [2.12][editar]

Gabrielle: Você mudou, Xena. Como esse vale. Antes era um lugar cheio de morte e violência. Mas agora é cheio de beleza e vida. O mesmo tipo de mudança aconteceu com você.

Xena: Ah, é mesmo. Você está fadado a dominar o mundo. Realmente acredita nisso?
Júlio César: Claro. Cada evento na nossa vida é parte de um grande plano. Não há acidentes. Apenas o destino.
Xena: E quem forma esse destino? Os deuses?
Júlio César: Talvez. Ou é o sangue em nossas veias, nossas almas, nossos desejos, nossa vontade. Estão envolvidos, juntos, tecendo o que chamamos de destino.
Xena: Posso te contar uma coisa sobre seu destino: você está fadado a jantar na minha cabine hoje a noite.

M'lia: Você tem um destino, Xena; mas você tem que escolher.

Xena: Você estará morto em trinta segundos. Mas saiba: você não vai ser o último. Diga a Hades pra se preparar. Uma nova Xena nasceu hoje a noite, com um novo propósito de vida: morte.


A Busca [2.13][editar]

Gabrielle: Eu teria dito a ela como minha vida era vazia antes dela aparecer, e todas as lições que eu aprendi... e que eu a amo.

Autolycus: Escolha a bebida que você não daria a seu pior inimigo, e me dê o dobro.

Mau Necessário [2.14][editar]

Gabrielle: Uma Rainha Amazona bate uma Princesa Guerreira?
Xena: Quer mesmo descobrir?

Velasca: Artemis, seu falso! Onde você estava quando nossa nação morreu? Onde você estava quando as tribos Amazonas foram dispersas e destruídas? Onde você estava quando a palavra 'Amazona' virou piada dita por homens nas tavernas? Antes eu era seu assunto, agora eu sou sua igual... e sua inimiga!

Xena: Você pode ser imortal, mas eu ainda posso causar dano. Como você gostaria de passar a eternidade em 5 partes?

Callisto: [para Gabrielle] Quando eu abri seu marido, ele levou muito tempo pra morrer? [Callisto ri e Gabrielle corre]
Xena: Há um caminho na montanha... [vê Gabrielle correr, volta-se pra Callisto] O que deu nela?
Callisto: Estávamos jogando verdade ou consequência, mas ela não é muito boa.

Velasca: Você deve ter um desejo de morte.
Callisto: Sabe, é engraçado, eu acho que tenho.

Gabrielle: Xena, você acha que, lá no fundo, Callisto sente-se mal pelas coisas que fez?
Xena: Não.
Gabrielle: Eu acho. Eu tenho ou não posso perdoá-la. E se eu não puder perdoá-la, eu não posso seguir. Adeus, Callisto.

Um Dia na Vida [2.15][editar]

Gabrielle: Xena, era nossa única frigideira. Por que fez aquilo? Você tem armas, não tem?
Xena: Gosto de ser criativa numa briga. Ajuda a manter meu juízo são.
Gabrielle: Podemos cozinhar com seu juízo?

Gabrielle: Outro apaixonado por você.
Xena: De novo? O que eu tenho?
Gabrielle: Ah, os olhos azuis... o couro. Homens adoram couro.
Xena: Acho que é hora de uma mudança no guarda-roupa.
Gabrielle: Sim. Você podia tentar usar malha.
Xena: Nah. Só iria atrair outro grupo maneiro.
Gabrielle: Você pode ter razão.
Xena: Por outro lado, eu poderia parar de tomar banho e usar pele de lobo fedido. Isso iria afastá-los.
Gabrielle: Verdade. Claro, você também viajaria só.

Gabrielle: VOCÊ USOU MEU LIVRO??
Xena: Tive que improvisar. Não tinha folhas boas! Eu usei um pedaço que quase não tinha nada escrito.

Para Ele, Os Sinos Dobram [2.16][editar]

Gabrielle: Sou apenas uma companheira super-produtiva.

A Execução [2.17][editar]

Salesman: Arma do crime de Meleager-- bem aqui! Uma reprodução real da possível arma do crime, que nunca foi achada! Aqui vamos nós, mocinha-- a lembrança perfeita pra ocasião!
Xena: Eu não sou uma mocinha.

Fé Cega [2.18][editar]

Gabrielle: Olha, minha melhor amiga é Xena, a Princesa Guerreira e ela não vai gostar desse negócio de casamento forçado, se é que você me entende.

Gabrielle: Eu não posso casar com o rei porque meu coração pertence a outro. E mesmo que eu não possa estar com ele agora, não estou pronta pra estar com outro alguém.

Gabrielle: Não é você e eu. Só não estou pronta pra esse tipo de compromisso. O que é provavelmente melhor pra você de alguma forma, porque todos os homens com quem eu fico seriamente acabam morrendo.

Palamon: Eu disse que podia aprender alguma coisa com você e aprendi. Você é quem finge ser. Então é melhor fingir ser alguém que você pode viver com.
Xena: Cuidado, Palamon. Nós todos nos tornamos o que fingimos ser.

Ulisses [2.19][editar]

Gabrielle: Sereias? Sua música é cantada pra atrair todos os homens até o fundo da água e matá-los.
Xena: Todos homens. Não sou um homem.
Ulisses: Sim. Eu percebi.

Xena: Se sentindo melhor?
Gabrielle: Não, mas eu me acostumei a ser miserável.

O Preço [2.20][editar]

Marinheiro Perdido [2.21][editar]

Gabrielle: Xena-- ah Xena.
Cecrops: Perdeu a cabeça?!
Xena: Gabrielle, está bem?
Gabrielle: É, estou bem. Estou-- enjoada. Estou amaldiçoada. Na verdade, estou mesmo enjoada.
Cecrops: Desculpe. Você sabe quem eu sou.
Xena: Você é Cecrops. Eu não ia deixar você decolar com a minha melhor amiga.

Comédia de Eros [2.22][editar]

Gabrielle: O que há de errado com você?
Xena: Nada que um bom exercício não cure.
Joxer: Ei ... uh ... tente o lago. Um nado gelado costuma ajudar... e tenho dito.

Gabrielle: O que está fazendo?
Xena: Difícil de acreditar, mas o conselho de Joxer sobre o nado gelado, estou fazendo.
Gabrielle: Não é difícil de acreditar. Não não, Joxer é cheio de boas ideias.
Xena: Não, eu disse Joxer.
Gabrielle: Eu sei, ele está me ensinando aquela música dele.
Xena: Gabrielle, o que está acontecendo? Você mal suporta Joxer.
Gabrielle: Isso foi antes.
Xena: Antes do quê?
Gabrielle: Antes de eu perceber... eu o amo.
Xena: O quê?!
Gabrielle: Eu sei, isso me chocou também, ver como eu estava cega. Mas, talvez seja o que o amor é, é cego. Eu devia escrever sobre isso.
Xena: Não, Gabrielle, isso é louco. Não pode se apaixonar por Joxer. Ele é... bem, ele é Joxer.
Gabrielle: Está falando sobre meu homem? Como Draco fosse um prêmio? Xena, eu prefiro estar apaixonada por Joxer do que um guerreiro sanguinário como Draco.
Xena: Draco não é assim.

Xena: Esse negócio de amor é mesmo dor.

Xena: (pra um Draco inconsciente) Desculpe, querido, isso me machuca mais do que a você. Querido? Eu disse ‘querido'? Eu nunca usei essa palavra antes... ah, mas ele é tão fofo.

Draco: Me dê as garotas e Gabrielle. Ou eu vou queimar esse lugar e todos dentro.
Xena: Você mataria a mulher que você ama?
Draco: A pergunta é: você mataria?

Xena: É hora de você cortar suas asas.
Cúpido: Bem, eu estava um pouco amarrado.

(Cúpido toca Xena na testa pra remover o feitiço do amor)
Xena: É isso?
Cupid: Sim. Fácil vem, fácil vai.

Terceira Temporada[editar]

Fúrias [3.01][editar]

Ares: No. A vida não é digna de ser vivida. É para ser levada e batida. E lutada, e formada. Aqui é onde fica o significado. Onde você pode torcer a vida. Para aqueles que apenas suportam a vida, sim é uma piada muito desagradável. Mas para aqueles que a vivem com vontade, a piada é sobre aqueles que ficam no caminho.
Xena: Eu devo estar louca. Você está começando a fazer sentido.

Xena: Gabrielle não poderia salvar um gato em um saco sem mim.

Xena: Mother, I am a lunatic with lethal combat skills.

Esteve Lá, Fez Aquilo [3.02][editar]

Joxer: Levantem-se e brilhem todos, levantem e brilhem.
Gabrielle: Eu vou levantar, mas recuso a brilhar.

Xena: Não é Fates, não é Ares, não é nada que eu comi, não tenho marcas de dardos de veneno, nem mordidas de insetos!
Joxer: Aquilo é um chupão?

Xena: Gabrielle, sabia que Joxer simplesmente te adora?
Joxer: A gente podia conversar em particular?
Xena: Ele nadaria em vidros quebrados por 50 milhas só pra descansar na sua sombra.

Xena: Não, não, sim, não. Tentei aquilo. Sim, dos dois jeitos. Não, não sei. Não, de novo. Mais alguma pergunta? Bom.

Xena: Melhor descansar um pouco, hoje vai ser um dia muito ocupado... brincadeirinha.

Meia Dúzia Suja [3.03][editar]

Agathon: Wow! Belos bíceps. Você trabalha fora ou os deuses te deram?

Gabrielle: Eu não acho que já fui parte de um desastre de verdade antes.
Xena: Você é tão cínica.

Darnell: Não é assim que uma princesa luta.
Gabrielle: Princesa Amazona!

O Libertador [3.04][editar]

Esperança de Gabrielle [3.05][editar]

Estalajadeiro : OK.
Gabrielle: Ei-- posso ter algumas cerejas também, por favor?
Estalajadeiro: Sim, sim.
Gabrielle: E um pouco de charque.
Estalajadeiro: Uh-huh.
Gabrielle: Mmmm-- fígado de porco.
Estalajadeiro: Certo.
Gabrielle: Quer dizer, se você tiver. Ah, não cozinhe demais, porque eu gosto de sangue.
Estalajadeiro: Sim.
Gabrielle: Sabe-- se você derretesse queijo por cima, ficaria perfeito.
Estalajadeiro: Claro.

O Débito, Parte I [3.06][editar]

Mensageiro: O Dragão Verde ficou muito grande e deve ficar pequeno de novo.

Gabrielle: ...matar eles todos.
Xena: É, foi o que eu disse.
Gabrielle: Essa, obviamente, era sua resposta pra tudo naqueles dias Xena.

Lao Ma: Nada é mais suave do que a água. No entanto, quem pode resistir à inundação furiosa?

Xena (citando Lao Ma): Encha-se de desejo e veja apenas ilusão. Esvazie-se de desejo e compreenda o grande mistério das coisas.

Gabrielle: Você deve alguém tanto assim que você teria que abandonar esses últimos anos?
Xena: Sim.

O Débito, Parte II [3.07][editar]

Lao Ma: Pra conquistar os outros basta ter poder. Pra conquistar você é preciso saber o caminho.

Lao Ma: O mundo inteiro é impulsionado por uma vontade, cega e implacável. Para transcender as limitações desse mundo, você precisa parar de querer, parar de desejar, parar de odiar.

O Rei dos Assassinos [3.08][editar]

Autolycus: (sobre Joxer)Por que ele está aqui?
Gabrielle: Ele conhece Jet.
Autolycus: Não, quero dizer em grande escala, por quê ele está aqui?

Autolycus: Eu não sou tão idiota quanto ele!

Gabrielle: Autolycus, um inocente vai morrer.
Autolycus: Não vai, porque ele está indo.
Gabrielle: É uma chance de fazer algo realmente bom.
Autolycus: Ha.
Gabrielle: E conseguir uma grande recompensa.
Autolycus: Ah, ela tinha que dizer a palavra com "R".

Joxer: Eu vi o diabo! Eu mudei meus modos!
Jet: Irmão, se você viu o diabo, você devia ter mudado suas calças.

Guerreira... Sacerdotista... Vagabunda [3.09][editar]

Leah: Pagãos à minha esquerda, infiéis à minha direita! Tremendo! A próxima coisa que vão me dizer é que não são virgens! (Xena e Gabrielle olham timidamente pra ela)
(Leah suspira de espanto)
Gabrielle: Eu era casada na época.
Leah: Nós todos temos nossas desculpas, né?
Gabrielle: (para uma sorridente Xena) Você era?

Gabrielle: Você não tem que ser virgem pra ser virtuoso.
Leah: Continue dizendo isso pra você, minha querida.

Joxer: A mulher que eu amo trabalha aqui… Por outro lado, eu sou apenas uma pequena transação comercial à distância pressionando meus lábios contra ela. O que eu tô dizendo?

A Pena é Mais Poderosa... [3.10][editar]

Barbarian Leader: Nós lutamos com o coração de um leão.
Aphrodite: E vocês correm com os pés de uma galinha.

Ares: Estávamos começando a-- aquecer uns aos outros, não estávamos?
Gabrielle: Sim, estávamos.
(bate)
Ares: Não gostei.
Gabrielle: Bem atrás de você.

Minya: Espero mais do Deus da guerra. Quer dizer, sem os poderes ele é só mais um homem. Só outro velhão, vestido de couro, bem musculoso, bonitão, lindo... homem.
Gabrielle: Como estão esse hormônios?
Minya: Furiosos. Acho que vou ver Hower.

Instintos Maternais [3.11][editar]

Callisto: Todos esses anos eu passei a vida pensando em te destruir, pensando nisso, só se eu puder te causar a mesma dor que você me causou, eu me livraria disso. E depois eu faço. E nada muda. Não me sinto melhor. Só vazio.

Xena: Está errado Callisto. Você deixou sua dor te matar anos atrás. Eu vou viver com a minha.

Xena: Você mentiu pra mim. Eu confiei e você mentiu pra mim. Agora Solan está morto. Meu filho está morto, por sua causa.

Suíte Amarga [3.12][editar]

Gabrielle: Os Campos Elísios... só os heróis acabam aqui. (pausa) Heróis mortos. (olha pra baixo, percebe que está nua e cobre o corpo com os braços) Heróis mortos e nus.

Ares: [referindo-se a Gabrielle] Ding-dong, a vadia está morta.

Um Contra Um Exército [3.13][editar]

Xena: Pheidippides, pode correr até Atenas e falar sobre a Maratona?
Pheidippides: Sim.
Xena: Bom. Paz a si mesmo. Nesse calor, uma corrida como essa poderia te matar.

Gabrielle: Você me ensinou que tem coisas que valem a pena morrer-- coisas que possuem significado maior que nossa própria existência.
Xena: Não a sua existência.
Gabrielle: Por que? Porque eu sou tua amiga?
Xena: Sim!
Gabrielle: Bem, então honre minha memória.

Gabrielle: Você tem que me levar com você-- me ensine tudo o que sabe. Você não pode me deixar aqui em Poteidaia. Quero ir com você. Eu estudei as estrelas... falei com filósofos... e tenho o dom da profecia. Eu posso ser bem útil. Me leva contigo. Quero muito ser como você.
Xena: E eu quero ser como você.

Xena: Mesmo na morte, Gabrielle, eu nunca vou te deixar.

Gabrielle: Achei que você tinha dito que esses caras eram difíceis.
Xena: Devem ter tido dia de folga.

Perdão [3.14][editar]

Gabrielle: Tem algo que eu não entendo. Tem algo que você não tá me contando.
Xena: Ela me lembra um pouco de mim.
Gabrielle: Xena, eu sabia que você era mal, mas você era irritante também?

King Con [3.15][editar]

Rafe: O que você fez dela?
Eldon: Confie em mi, Rafe, nenhum homem pode fazê-la.

Xena: Me dê aquele chapéu.
Rafe: (em voz de canção) O que você disse?
Xena: Ou então.

Quando em Roma... [3.16][editar]

Crassus: Não é sobre Vircinix, é?
Xena: Vá, nos diga.
Crassus: Assassinato... sangue de César na sua lâmina... essa é sua forma de chegar até ele.
Gabrielle: Você está errado.
Crassus: Estou? Você já viu Xena perto dele? O julgamento dela fica um pouco comprometido.

Caesar: Xena. isso é impossível como você... Aqui é Roma, você não pode... você...
Xena: Tem uma frase aqui que tá morrendo de vontade de sair.

Pompey: Então por que todos te chamam de "Princesa Guerreira"?
Xena: Porque "César" já foi pego.

Me Esqueça Não [3.17][editar]

Sacerdotisa de Mnemosyne: Ela está na jornada dela, Joxer. Aquela Gabrielle é apenas uma casca vazia, sem realização de seu passado.
Joxer: Como sabia meu nome?
Sacerdotisa de Mnemosyne: Eu tenho suas memórias... ow.

Joxer: Eu posso fazer ela esquecer. Sou uma pessoa bem esquecida.

Ares: Me chame de molengão, mas eu decidi que gosto de você depois de tudo.

Gabrielle: É muito estranho. Em cada história que você conta, o que eu uso diminui. Isso é encantamento?

Ares: Hmm, interessante. Há uma analogia aqui é claro. A água representa nossos tormentos, o gelo a fina camada de controle que nós gostamos de acreditar, mas é uma falsa confiança.

Ares: Esse é o espírito, deixe ir! Dor é só uma forma natural de se dizer: Ei, você está vivo!

Gabrielle: Eu queria chegar lá antes de Xena para que eu pudesse traí-la. Eu queria traí-la. Eu dei tudo pra ela e isso não significou nada. Eu a odiei por amar outro alguém. Queria que ela se machucasse. Queria que ela fosse punida. E, eu quase a matei. Meu ódio e ciúmes quase destruíram minha melhor amiga.
Ares: Então, agora você tem a resposta. A pergunta é, você pode viver com isso?
Gabrielle: Se a taça está sempre vazia, então estarão minhas memórias.
Ares: E a dor, toda aquela dor.
Gabrielle: E as memórias da minha juventude, meus pais, meus amores...
Ares: ... a traição, o assassinato, a morte do seu filho...
Gabrielle: E Xena.
Ares: Alto lá, Gabrielle, você não vai sentir saudade do que nunca conheceu.

Joxer: Hey, não está esquecida de mim?
Xena: Não, Joxer, nem mesmo Mnemosyne poderia ajudá-la com isso.

Fins, Femmes and Gems [3.18][editar]

Aphrodite: Preciso disso... tenho isso... odeio... posso pendurar isso... Senhor! Por que esses meros mortais sempre me dão peixe? Eu odeio peixe.

Gabrielle: (se referindo a um afresco particularmente picante) Isso não é humanamente possível.
Xena: Claro que é.

Joxer: Ah Ah. Eu Attus, Rei da Truta e Rei do seu povo. Eu te liberto... huh?... ha ha ha ha ha... você diz boa piada, Irmão Truta. Mas agora eu devo homenagear. Vá. Nade. Seja livre. Vá. Vá.
Xena: Me ouça, Homem Macaco! Faça isso de novo e vai receber meu punho bem na sua garganta.

Xena: Gabrielle! Homem Macaco, traga ela de volta! Sabe, vocês dois estão começando a me irritar com essas obsessões... PEIXES NÃO SÃO PEGOS SOZINHOS!!!

Xena: (Vendo Gabrielle colocando batom de suco vermelho) O que está fazendo?
Gabrielle: Só destacando a perfeição com um pouco de suco de frutas.
Xena: É, cai bem em você. Só que não são frutas, são insetos esmagados que eu usei como isca.

Joxer: Mmm, Attus não tem medo. Attus Rei da Selva (flecha atravessa a árvore e para no meio das pernas de Joxer) Attus renuncia o trono.

Tsunami [3.19][editar]

Gabrielle: Olhe direito... o quê? O que é isso?
Xena: Tudo bem, Gabrielle, já basta. Vamos lá, por favor.
Palm Reader: Não. Há perigo, muito perigo... e morte.
Gabrielle: Você ouviu? Ela apenas descreveu todos os dias das nossas vidas.

Ato de Fuga [3.20][editar]

Xena: Autolycus se tornou ladrão pra corrigir um erro terrível.
Gabrielle: Sei, ele me disse. Ele roubou tudo do homem que matou seu irmão. Ele não deixou nada, só um homem quebrado.
Xena: Vê, esse era o momento de definição de Autolycus. Ele vai sempre pensar nele mesmo como um ladrão.

Xena (como Ezra): Auto, Auto bebê, você me prometeu que isso ia funcionar. Você devia ser o Rei dos Ladrões. Meu pai, meu pai me disse que ele era um perdedor e uma fraude com seus disfarces falsos e aquele bigode idiota, mas eu sempre vou te amar. Ah, você tem que acreditar em mim. Ele me colocou nisso. Você sabe como ele é, com aquele charme dele, é tão superficial e ao mesmo tempo tão persuasivo. Não sou uma pessoa ruim. Não mesmo. Só me apaixonei pelo cara errado na hora errada.

Autolycus: Certo, Xena, você esperou por esse momento desde quando começamos. Alguns velhos chutes na bunda, essa é minha princesa guerreira em ação.

Gabrielle: É isso que faz um trabalho como esse valer a pena.
Autolycus: Sim, homens semi-nus correndo pela praça.

Sacrifício, Parte I [3.21][editar]

Callisto: Bem vinda ao meu mundo, Xena. Agora se prepare pra deixá-lo.

Xena: Isso que é engraçado nas pessoas. Quando você acha que descobriu tudo sobre alguém, ela mostra um lado totalmente novo da sua personagem.
Gabrielle: Eu sei o que quer dizer.

Sacrifício, Parte II [3.22][editar]

Xena: É estranho... O que eu mais amo em todo o mundo o que eu mais odeio parecem exatamente o mesmo.

Ares: (Depois de beijar Hope) Você não é nada como a sua mãe.

Xena: As coisas com Hope não saíram da maneira que você esperava.
Callisto: Não. Na verdade, a visão dela e Ares rolando como rolinhas me deixou doente.

Callisto: Nunca pensei que me sentiria tão bem de novo! Vendo a pobre, querida Gabrielle sacrificar sua própria vida fez tudo valer a pena. Finalmente me deu um motivo pra viver, e eu tenho que te agradecer, Xena!
Xena esfaqueia Callisto com um punhal ensanguentado
Xena: Chega de vida pra você.

Quarta Temporada[editar]

Aventuras no Comércio Pecador, Parte I [4.01][editar]

Xena: Gabrielle, estou entrando num mundo de escuridão que eu prometi a mim mesma nunca mais retornar. É a única forma de te ver de novo. Minha mente perdeu o foco. Está girando... girando... não consigo aguentar... não consigo aguentar...

Borias: O que você faria se eu dissesse que estou apaixonado?
Xena: Arrancaria a garganta da sua querida. Acha que eu não cortaria?
Borias: Não, quero dizer que estou apaixonado por você.
Xena: Por mim? Perdeu o que resta do seu juízo? Pessoas como você e eu não se apaixonam... não entre eles, pelo menos.

Xena: Mesmo na morte, Gabrielle, eu nunca vou te deixar. Você é a melhor coisa que já me aconteceu. Você deu a minha vida significado e alegria. Você será parte de mim pra sempre.

Xena: Odeio a morte... não pode se vingar dela.
Alti: Ah, mas você pode.

Alti: Sua amiga me falou sobre, Lao Ma, seus poderes vêm da negação, do sacrifício-próprio, da Luz. Isso não é pra pessoas como você e eu. Eu quero tocar o coração da escuridão, a vontade pura por trás de todos os desejos, ódio e violência. Vou me tornar o rosto da morte destruindo não só o corpo de uma pessoa, mas a sua alma. Ajude-me e eu vou fazer de você a Destruidora de Nações.

Cyane: Nossa santa palavra devia ter sido forte o suficiente para desfazer o que foi que nos impediu de eternidade, mas ainda não podemos passar pelo portão.
Xena: Então talvez você precise de uma nova palavra santa, uma mais forte que a anterior.
Cyane: Nossa palavra santa é Coragem; nada é mais forte que coragem.

Oteri: O Berzerker!
Xena: [incrédula] Esse é Berzerker? [aponta para o homem que ela acabou de matar]
Oteri: Não, aquele é Berzerker! [aponta para um guerreiro que está vindo]

Xena: Esse novo poder que ela tem, o que faz você reviver seu passado, é uma tortura.

Aventuras no Comércio Pecador, Parte II [4.02][editar]

Cyane: Não coloque sua alma nas mãos dela, Xena, ela vai te destruir.
Xena: Você ganhou um duelo espiritual. Como conseguiu?
Cyane: Suas escolhas são simples. Ande do nosso lado e achará vida... ande com Alti e achará morte.

Alti: Me diga quem ela é. Me diga quem é a loira. Me diga quem é ela.
Xena: Ela é boa e inocente, Alti, e ela vai viver dentro de mim pra sempre. Ela te assusta porque representa o que pode derrotá-lo.

Alti: Filho da Escuridão, Inimigo da Terra, venha e amaldiçoe a criança que Xena carrega dentro dela. Certifique-se que ela nunca experimente o amor de qualquer um de seus pais.

Yakut: Este deve ser o que a profecia quer. Ela perdeu todos os seus poderes. Talvez eles passaram para você. Você se sente diferente?
Oteri: Um pouco.
Yakut: (soca Oteri no rosto) Não, não pode ter sido isso. Se você tivesse poderes eu não teria conseguido acertar o soco.

Alti: Sua amiguinha está morrendo com você, Xena. Como se sente?
Xena: Bem.
Alti: Bem?
Xena: Porque se ela está morrendo no meu futuro isso quer dizer que ELA ESTÁ VIVA AGORA!.

Assunto Familiar [4.03][editar]

Hope/Gabrielle: Não acredito que você tá aqui.
Xena: Os próprios Deuses não conseguiram me afastar.

Xena: Então, como ela vai?
Herodotus: Sem você... só bem.
Xena: Quis dizer depois de tudo o que ela passou.
Herodotus: Você devia saber, seduzi-la pra longe de casa com o seu heroísmo, enchendo sua cabeça com ideias estranhas. Como ela vai? Mudada pra sempre... por sua culpa.

Joxer: (contando carneirinhos) Um, dois, três, qua...(cai no sono)

Gabrielle: (pra Lila) Eu sei que a coisa lá fora parece comigo, mas não é. Ela quer matar todos nós.

Hope: Se transformou em uma reunião familiar. O que é agora... quatro gerações? Seus pais... há você... eu... meu orgulho, minha alegria... seu neto, mãe... o Destruidor.
Gabrielle: Por que não está morta?
Hope: Certamente não é por sua falta de tentar, não é? A verdade é que eu poderia dizer a mesma coisa sobre você, se eu me importasse, eu não me importo.
Gabrielle: Eu vi o fogo. Ninguém sobreviveu.
Hope: Ninguém, menos eu, o fogo de Dahak se levantou pra me salvar. Mas depois, eu sempre fui a garotinha do papai, certo?
Gabrielle: Sempre.
Hope: Por isso você nunca me amou?
Gabrielle: Eu te amava, Hope. Eu só tinha que parar você.
Hope: Pela Xena?
Gabrielle: Não, por todos nós.

Na Doença e No Inferno [4.04][editar]

Xena: Dê um descanso, Gabrielle.
Gabrielle: Não, não até você limpar o seu ato, Xena.
Xena: Hey, não sou eu que está com fungo.
Gabrielle: Ah, claro, poético. Algum dos seus piolhos cochichou no seu ouvido?

Joxer: Sabia que encontraria vocês aqui. O rastro foi fácil de seguir. Qualquer idiota poderia encontrá-las.
Xena: Evidentemente.

Joxer: Hey, espera um minuto. Aqueles aldeões me contrataram, e só Joxer o Poderoso pode parar Scythians.
Xena: Joxer, uma vez eu conheci um guerreiro que tentou pará-los. Eles o enterraram em Sparta, Athens e Carthage.
Joxer: O que quer dizer?
Xena: Eles o enterraram em Sparta... Athens... e Carthage... pense nisso, Joxer.

Xena: Não me faça te machucar, Funbrielle.
Gabrielle: Tudo bem, Piolhena, o que vai fazer, hein? Vai usar os pontos de pressão? Vá em frente. Faça isso. Você não pode me tocar. Vamos lá. Vamos lá, ficou bem difícil agora Princesa Guerreira.

Gabrielle: Ah, Argo, Argo, Argo. Alguém passa com uma maçã e ela o segue pra casa.
Xena: Ha!
Gabrielle: É isso que cavalos fazem!
...
(mais tarde)
Xena: (pra Argo) Como Ascius te pegou? (Argo acena pra uma árvore de maçãs) O que? Você me deixou por maçãs? Valeu, amiga.

Xena: Eu não tô pedindo muito, eu só quero minha égua de volta. Cadê Gabrielle?
Joxer: Natureza chamou.
Gabrielle: Não, ela gritou como um carneiro louco.

Xena: Eu preciso de um voluntário... eu escolho você.
Aldeão: Hein?
Xena: Não seja tímido. Sua mãe não era.

Um Bom Dia [4.05][editar]

Nogalin: Você já fez isso antes.
Gabrielle: Algumas vezes.
Nogalin: Eu nunca estive numa guerra. Só me perguntei como seria uma. Quando penso em Phlanagus lá fora lutando... às vezes os pensamentos são demais pra suportar.
Gabrielle: Sei o que quer dizer.
Nogalin: Eu posso dizer que ele odeia. Ele me escreveu dizendo que não tinha glória, nem honra, só um monstro que precisava ser alimentado. E agora, eu finalmente o tenho de volta... e o monstro o seguiu pra casa.

Conto de Duas Musas [4.06][editar]

Xena: Pessoas de Peleos, permitam me apresentar Philipon of Crete, Reformista dos guerreiros, bailarinos e pessoas más. Diz-se que uma vez ele convenceu o Rei dos Ladrões a fazer uma boa ação sem nenhuma recompensa, apenas pela virtude.
Istafan: O Rei dos Ladrões, aquele degenerado fanfarrão.
Autolycus: Perdão?
Istafan: Pecadores como ele não têm a coragem de serem realmente bem-sucedidos. Tenho certeza que ele é uma fraude idiota.
Autolycus: Ha ha ha, sem dúvida. Poderia me dar licença? (pra Xena) Esse seu plano, envolve humilhação de idiotas?
Xena: Sim.
Autolycus: Então estou dentro.

Trancado e Amarrado [4.07][editar]

Gabrielle: O que no Tártaro você vem carregando nesses ombros?
Xena: Não saberia. Eu tento não analisar minha vida como algumas pessoas.
Gabrielle: Algumas pessoas dizem que uma vida não analisada não vale a pena ser vivida.
Xena: Aquelas pessoas não levaram minha vida.

Ursena: Sabe o que passei perguntando a mim mesma nesses últimos dois anos? Como aquela vadia assassina, Xena, pode afastar as pessoas pra serem punidas? Você nunca teve que pagar pelos seus crimes. Isso sempre me irritou.
Xena: Então temos algo em comum. Sempre me irritou também.

Cruzado [4.08][editar]

Najara: Gostaria de se juntar a nossa missão?
Xena: Qual sua missão?
Najara: Combater o mal aonde quer que ele esteja.
Xena: Pode ser um pouco mais específica?

Najara: É uma grande maldição ver a morte da pessoa.
Xena: O gênio te disse?
Najara: Sim, mas não tudo. Sua visão, isso...
Xena: Sim, isso inclui Gabrielle.
Najara: Ela sabe?
Xena: Não.
Najara: Sorte dela.
Xena: Você acha que pode ser evitado?
Najara: Claro, eu acredito que nosso destino está em nossos corações. Mas são necessárias medidas drásticas pra mudar um evento que acontece no olho da sua alma.

Xena: Você falou pra ela sobre a visão?
Najara: Não, magoaria ela e eu não quero nunca magoá-la. Esse é seu trabalho.

Passado Imperfeito [4.09][editar]

Gabrielle: Tem certeza que eu estava morrendo? Xena, os deuses sabem que eu já estive atada a uma cruz antes. Você me ajudou então, o que faz você pensar que essa visão é diferente?
Xena: Era tão real... o jeito que você olhava... a montanha no fundo... é verdade, ou poderia ser.
Gabrielle: Bem, eu não vou acreditar.

Gabrielle: O que aconteceu?
Xena: Acabei de ser enganada pelas minhas próprias táticas.

Xena: Tudo bem, ele só quer sair.
Borias: Logo, logo eu poderei ver meu filho e nomeá-lo.
Xena: E você pode tirá-lo de mim. E nós?
Borias: Não tem "nós" mais, Xena. A única razão pros nossos exércitos não se cruzarem foi por conta de um propósito comum.
Xena: E qual seria? Certamente não é Corinto, não pode me convencer disso. Não, só há uma razão pela qual você ficou. Você quer tirar isso de mim.
Borias: Como qualquer pai faria. Se meu filho ficar aqui ele vai se tornar um alvo pra todos os seus inimigos. Ele verá coisas que uma criança nunca deveria ver, e...
Xena: Ele vai se tornar como eu.

Satrina: Oh Xena, no momento que percebi que você estava no comando entrei em êxtase. De todas as pessoas que estudei você era a mais complexa, a mais brilhante das mentes que venci até agora. Veja, Xena, eu nunca tive tantos músculos, nunca. Mas, sou uma sobrevivente e tenho essa incrível capacidade de entrar na cabeça dos meus inimigos. Então, quando me encontrei em sua custódia percebi que era minha oportunidade de aprender com a melhor. Por isso que eu não poderia permitir que você visse Borias naquela noite. Ah, sim, a noite em que seu filho nasceu, você tinha acabado de tomar a poção flor Santra e o exército de Borias atacou.

Xena: Qual o problema, está tendo dificuldade em entrar na minha mente agora? Deixe-me ajudar. Você matou Borias, o homem que poderia ter mudado tudo pra mim se eu deixasse. Você matou o pai do meu filho e se ele tivesse vivido então meu filho teria... você está entrando na minha mente agora?

Gabrielle: (re: Satrina) Acha que ela fez isso?
Xena: Provavelmente, como ela disse: ela é uma sobrevivente.



Ligações Externas[editar]

Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Xena: Warrior Princess.