William Tecumseh Sherman

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William Tecumseh Sherman
William Tecumseh Sherman
William Tecumseh Sherman em outros projetos:

William Tecumseh Sherman (8 de fevereiro de 1820 - 14 de fevereiro de 1891) foi soldado, homem de negócios, e escritor estadunidense. Serviu como general no exército dos Estados Unidos da América durante a guerra civil americana (1861-1865).


  • "Estou cansado e enjoado da guerra. A glória não é mais que a luz do luar. Somente aqueles que nunca deram um tiro, nem ouviram os gritos e os gemidos dos feridos, é que clamam por sangue, vingança e mais desolação. A guerra é o inferno".
- I am tired and sick of war. Its glory is all moonshine. It is only those who have neither fired a shot nor heard the shrieks and groans of the wounded who cry aloud for blood, more vengeance, more desolation. War is hell
- citado em "Peace, war and you‎" - Página 20, Jerome Davis - H. Schuman, 1952 - 282 páginas
  • “Qualquer tentativa de fazer a guerra mais fácil e segura resultará em humilhação e desastre."
- Every attempt to make war easy and safe will result in humiliation and disaster
- Memoirs of General William T. Sherman. Vol. 2 - Página 408, Gale Cengage Learning, 1875, ISBN 143281303X, 9781432813031
  • “Guerra é crueldade. É inútil tentar reformá-la. Quanto mais cruel seja, antes terminará.”
- War is cruelty. There's no use trying to reform it. The crueler it is the sooner it will be over.
- citado em "Grenville M. Dodge, soldier, politician, railroad pioneer" - página 87, Stanley P. Hirshson - Indiana University Press, 1967 - 334 páginas
  • "Creio que entendo o que é glória militar: é ser morto em campo de batalha e ter seu nome escrito errado nos jornais."
- military fame is — to be killed on the field of battle and have our names spelled wrong in the newspapers.
- citado em "Sherman, fighting prophet", Lloyd Lewis - Harcourt, Brace and Company, 1932 - 690 páginas
  • "Se forçado a escolher entre a Casa Branca e a penitenciária por 4 anos, como diria o velho professor Molinard: penitenciária, obrigado."
- If forced to choose between the penitentiary and White House for four years, like old Professor Molinard, 1 would say the penitentiary, thank you
- citado em "The War of the Rebellion: a compilation of the official records of the Union and Confederate armies" - página 794, United States. War Dept, Robert Nicholson Scott, Henry Martyn Lazelle - Govt. Print. Off.,1891
- Quando convidado a abraçar a carreira política
  • "Em nosso país uma classe de homem move a guerra, e deixa que uma outra classe a lute."
- I notice in our country, one class of people make war and leave others to fight it out.
- citado em "Sherman and his campaigns: a military biography" - Página 463, Samuel Millard Bowman, Richard Biddle Irwin - C.B. Richardson, 1865 - 512 páginas
  • "Vocês, povo do sul, não sabem o que estão por fazer. Este país será encharcado em sangue, e somente Deus sabe como tudo terminará. É tudo insensatez, loucura, um crime contra à civilização! Vocês falam tão levianamente sobre a guerra; não sabem de que dizem. A guerra é uma coisa terrível! Vocês subestimam também o povo do norte. É um povo pacífico, mas firme nos seus propósitos, que lutará também. Não deixarão este país ser destruído sem um poderoso esforço para conservá-lo… Além do mais, onde estão seus homens e meios da guerra para enfrentá-los? O norte pode produzir motores a vapor, locomotivas, e vagões; vocês mal podem fazer uma jarda do pano ou um par de sapatos. Estão se precipitando para a guerra contra um dos povos os mais poderosos, mecanicamente engenhosos e determinados na face da Terra – bem diante das suas portas. Estão fadados ao fracasso. Estão preparados para a guerra apenas nos seus espíritos e na sua determinação. Em tudo mais estão despreparados, a começar com uma má causa para defender. No início, farão progressos, mas quando seus recursos limitados começam a falhar, alijados dos mercados europeus como ficarão, a sua causa começará a esmaecer. Se o seu povo parar para pensar, terá que perceber que afinal falhará."
- (Para amigo próximo David F. Boyd, entusiasta da causa confederada, ao ouvir sobre a secessão da Carolina do Sul. As palavras foram proféticas com relação ao que aconteceu nos 4 anos seguintes - fonte: Lewis, Lloyd, Sherman: Fighting Prophet, p.138)