The Daily Show

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

The Daily Show é um programa americano de notícias falsas que satiriza sobretudo a política norte-americana. O programa começou em 1996 e era originalmente apresentado por Craig Killborn. Jon Stewart substituiu Killborn em 1999 e tem apresentado o programa desde então.


Jon Stewart[editar]

  • De todas as formas de protesto, aquela foi a mais corajosa. Porque se alguém se deita no meio de uma rua de Nova Iorque, ninguém vai pensar duas vezes antes de o atropelar.
  • Isto é o que acontece quando se acaba com o Napster.
- Sobre as estatísticas de crime na Universidade.
  • A estátua do Saddam foi derrubada em Bagdade. Claramente foi um grande momento. A multidão estava em delírio e contente por ver isto. Ainda há muito trabalho para fazer, mas no meio daquela alegria, acho que precisamos de parar e lembrar-nos de uma coisa. Algures no Iraque há um escultor que trabalhou muito naquela estátua.
  • Sim, a razão tem sido uma parte da religião organizada desde que dois nudistas receberam conselhos de dieta de uma cobra falante.
  • Devia ser mencionado que as únicas outras pessoas a quem os Estados Unidos pediram para abandonar o Iraque foram o Saddam e os seus dois filhos.
    • Quando foi pedido que Geraldo Rivera (jornalista norte-americano) que abandonasse o Iraque.
  • Provavelmente ouviram as notícias, a menos que estivessem num buraco, e nesse caso, são provavelmente o tipo que apanhamos.
    • Sobre a captura de Saddam.
  • O novo avião da Airbus, o A380, tem capacidade para 800 passageiros, ou 400 americanos.
  • Religião: é o que dá esperança ás pessoas num mundo dividido pela religião.
  • Se me dessem um cêntimo sempre que o Bush fala do 11 de Setembro... podia juntar dinheiro suficiente para ir apanhar o Bin Laden!
  • Ouçam, há quatro lugares onde se pode aterrar em segurança em Nova Iorque: o JFK, o LaGuardia, Newark e o Rio Hudson. Fiquem longe do Ground Zero!
  • A Michelle Obama é Democrata. Ela tem de provar que gosta da América. Ao contrário dos Republicanos, que toda a gente sabe que amam a América, só odeiam metade das pessoas que moram aqui.
  • A Religião é muito mais uma escolha do que a homossexualidade. Protegemos a religião e falámos de uma escolha de vida. Essa é uma completa escolha de vida. Os homossexuais não escolhem a homossexualidade. Com que idade é que se decide que não se é gay?

É bom ver que até na reforma Dick Cheney ainda arranja tempo para fazer as pessoas borrarem-se de medo. Há tanta gente que se reforma e para de fazer aquilo que gosta. Mas ele não. Sim, parece que apenas 2 semanas depois de se ir embora em direcção ao pôr-do-sol, algo que ele é obrigado a fazer porque é alérgico ao sol, Dick Cheney queria esclarecer que, se alguma coisa acontecer agora, a culpa é do novato. [...] Tenho uma pergunta. E se formos atingidos outra vez por um gajo que está mesmo muito triste porque a família inteira foi morta no Iraque? De quem seria a responsabilidade disso? Ou se alguém ficasse lixado connosco porque o irmão foi enfiado num saco como uma batata, algemado e obrigado a ficar numa cela sem um advogado durante sete anos numa ilha das Caraíbas? De quem é a responsabilidade? Ou! E se a Al-Qaeda baseada na fronteira do Afeganistão com o Paquistão tiver tempo de se reconstituir e engenhasse outro ataque porque gastámos todos os nossos recursos a invadir um país que não teve nada a ver com o 11 de Setembro? Quem era o responsável? Acho que vou dizer, esperem... quem seria responsável por isso? Vou dizer que seria o... Obama. Nestes anos todos tentámos o nosso melhor para fazer o Dick Cheney parecer maléfico, mas de uma forma mais-ou-menos gira, sabem? De uma forma um pouco engraçada, parodiada. Fizemos muitas piadas com o Darth Vader, fotografias engraçadas, cofres do tamanho de um homem, depois fizemos aquela piada engraçada com a cadeira de rodas. Foi tudo muito engraçado e chamámos esse segmento "You Don't Know Dick". Foi tudo muito leve e tal, mas sabem que mais? Que se foda. Ele já não merece nenhuma protecção satírica nem nenhum eufemismo. Agora vamos mudar oficialmente o nome deste segmento. "Why Are You Such a Dick?"

  • Independentemente do que achavam do homem, quaisquer que sejam as vossas opiniões, acredito que, como um povo, devíamos criar uma regra que, quando morrermos, todas as alcunhas depreciativas morrem connosco. Por isso podemos parar de chama-lo Jacko? Quando morremos não podemos ter pelo menos um Sr. Jackson?

Stephen Colbert[editar]

  • Stephen Colbert: Porque não és surdo, foi difícil trabalhar numa campainha para surdos?
Entrevistado: Sim.
Stephen Colbert: Foi mais fácil trabalhar no gaytómetro?
- Entrevista a um homem afeminado, inventor de uma máquina que detecta homossexuais.
  • O McDonnald's vai pedir desculpa aos crentes de hinduísmo por não terem mencionado que tem refeições com carne de vaca. Os hindus que comeram esta comida violaram uma das leis da sua religião. Por isso se são hindus e comeram no McDonnald's estão condenados a ir para um dos 7 infernos hindu para regressarem apenas como um intocável, eles dizem: desculpem.
  • Olá. Sou o Stephen Colbert. Desculpem por não poder estar presente neste evento mas se estão a ver isto, isso significa que estou morto. Por isso vou ler o meu testamento. Para o meu irmão, Stuart, deixo a minha colecção de figurinos de fantasia em cabedal e a casa do lago. Para a minha mulher Doris, deixo o meu companheiro de vida Roger Cornsworth. Boa sorte, amigos, tenho a certeza que têm muito para falar. Á minha irmã Noreen, não deixo nada! E tu sabes exactamente porquê, Reenie. Porque não dizes a toda a gente aqui? Anda lá! Tenho muito tempo! Alguém carregue em pausa. (olha para a cãmara com a sobrancelha levantada durante alguns segundos). Para a minha iguana Spencer, deixo toda a minha colecção de moscas. Só para olhar, Spence. Não as comas!
  • Beijar à frente do Muro das Lamentações é uma blasfémia, mas gritar a palavra "prostituta" é o caminho para a salvação.

Rob Corddry[editar]

  • Antes de começar, só quero que fique claro que, pessoalmente, não tenho nenhum problema contigo: só não gosto da cor da tua pele.
  • Chama-se gripe das aves, uma doença que, quando letal, pode ser mortal.
  • Como capturar as crianças para o Islão, sem ser literalmente.

John Oliver[editar]

  • Deixa-me esclarecer uma coisa: isto não é escrito. Não faço a mais pequena ideia de como a frase que estou a proferir actualmente vai acabar. Quando e se isso acontecer só espero que faça alguma espécie de cerâmica ananás.
    • Durante a greve dos argumentistas.
  • Jon, todos sabemos que este é o último ano da presidência de George Bush. [A plateia aplaude] E sabes que há choro por trás daqueles aplausos.
  • O legado de uma pessoa não é avaliado pelo que esta faz. É avaliado pelo que as pessoas na televisão dizem que faz.


Promoções[editar]

  • When news breacks, we fix it.
  • Há mais pessoas a ver o The Daily Show...do que provavelmente deviam.
  • Há mais americanos a ver o The Daily Show...do que outra nacionalidade.
  • The Daily Show: agora ainda mais diário.
  • Todas as notícias que os nossos patrocinadores aprovam.
  • The Daily Show: vamos ter um helicóptero... em breve.
  • Alguma vez se perguntou como são 250 cadeiras idênticas? Então venha assistir a uma gravação gratuita do The Daily Show.
  • Pomos o anal em análise.


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: The Daily Show.