Stephen Colbert

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stephen Colbert
Stephen Colbert
Stephen Colbert em outros projetos:

Stephen Tyrone Colbert (13 de maio de 1964) é um comediante estadunidense.



  • Não tenham medo de ser patetas. Lembrem-se, não podem ser jovens e sensatos ao mesmo tempo. Os jovens que fingem conhecer como o mundo funciona são, na sua maioria, cínicos. O cinismo disfarça-se de conhecimento, mas não podia estar mais longe disso. Porque os cínicos não aprendem nada. Porque o cinismo é uma cegueira imposta pelas próprias pessoas, uma rejeição do mundo porque temos medo que ele nos magoe ou desaponte. Os cínicos dizem sempre que não, mas dizer sim inicia as coisas. Dizer sim é deixar as coisas crescer. Dizer sim leva ao conhecimento. O "Sim" é para os jovens. Por isso, até vos acabarem as forças, digam sim.
- Discurso de iniciação na Universidade de Knox (3 de Junho de 2006)
  • Façam uma contribuição para a Wikipedia... Na era dos media toda a gente era famosa por 15 minutos. Na era da Wikipedia toda a gente pode ser um especialista em cinco minutos. E ainda há um bónus especial: podem editar a vossa contribuição para se fazerem ainda mais inteligentes.
- Artigo na revista Wired (14 de Agosto de 2006)
  • A linguagem sempre foi importante na política, mas a linguagem é incrivelmente importante para a luta política actual. Porque se se consegue estabelecer uma atmosfera onde a informação não tem significado, então não existe qualquer objectivo. O primeiro programa que fizemos há um ano foi a declaração da nossa tese: O que queremos que seja verdade é o que interessa, independentemente dos factos.
- Entrevista à New York Magazine (16 de Outubro de 2006)
  • Sinto algum carinho pelo Nixon porque toda a gente sente carinho pela sua infância. Para dizer a verdade, não gostei dos julgamentos de Watergate porque interrompiam "Os Monstros"... Nixon foi o último Presidente liberal. Apoiou os direitos da mulher, o ambiente, o fim da obrigatoriedade militar, o envolvimento dos jovens e agora ele é o papão? O Kerry nem sequer iria conseguir fazer uma campanha com isto.
- Entrevista à Rolling Stone (31 de Outubro de 2006).
  • O riso é o melhor remédio, mas é mais do que isso. É um conjunto inteiro de anti-bióticos e esteróides. O riso diminui o inchaço do estado psicológico da nossa nação e depois aplica-lhe um creme anti-biótico... Obviamente é um desafio fazer uma situação séria leviana mas antes isso que chorar.
- Entrevista à Entertainment Weekly (4 de Janeiro de 2007)
  • O mercado não está acabado. O mercado ainda tem de perder mais de nove mil pontos. Dá para chegar pelo menos ao Natal.
- Sobre a crise financeira de 2008 no The Colbert Report (6 de Outubro de 2008)