Rainer Maria Rilke

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rainer Maria Rilke
Rainer Maria Rilke
Rainer Maria Rilke em outros projetos:

Rainer Maria Rilke (4 de dezembro de 1875, em Praga, Áustria-Hungria - 29 de dezembro de 1926 em Valmont, Suiça) é considerado o melhor poeta de língua alemã do século XX.



  • "Outra coisa é o verdadeiro canto. Um sopro ao nada. Um vôo em Deus. Um vento."
- In Wahrheit singen, ist ein andrer Hauch. Ein Hauch um nichts. Ein Wehn im Gott. Ein Wind.
- Die Sonette an Orpheus, Insel-Bücherei Nr. 115 - página iii, de Rainer Maria Rilke, Editora Insel-verlag, 1923, 63 páginas
  • ""O senhor é tão jovem, tem diante de si todo começo, e eu gostaria de lhe pedir da melhor maneira que posso, meu caro, para ter paciência em relação a tudo que não está resolvido em seu coração. Peço-lhe que tente ter amor pelas próprias perguntas, como quartos fechados e como livros escritos em uma língua estrangeira. Não investigue agora as respostas que não lhe podem ser dadas, porque não poderia vivê-las. E é disto que se trata, de viver tudo. Viva agora as perguntas. Talvez passe, gradativamente, em um belo dia, sem perceber, a viver as respostas. Talvez o senhor já traga consigo a possibilidade de construir e formar, como um modo de viver especialmente afortunado e puro; eduque-se para isso. Mas aceite com grande confiança o que vier, e se vier apenas de sua vontade, se for proveniente de qualquer necessidade de seu íntimo, aceite-o e não o odeie. A carne é um fardo, verdade. Mas é difícil a nossa incubência, quase tudo o que é sério é difícil, e tudo é sério. Se o senhor reconhecer apenas isso e chegar a conquistar, a partir de si, de sua disposição e de seu modo de ser, de sua experiência e infância, uma relação inteiramente própria (não dominada pela convenção e pelo hábito) com a carne, então o senhor não precisa mais ter receio de se perder e se tornar indigno de sua melhor posse."
In: RILKE, Rainer Maria. Cartas a um Jovem Poeta. Trad. Paulo Rónai. 10. ed. Porto Alegre: Editora Globo, 1980
  • "Primeiro amor não é nada, surgem, entrega e união com outra pessoa, significa (para o que seria uma união de esclarecidos e inacabados, ainda não ordenada?), é um grande incentivo para o indivíduo amadurecer".
- Lieben ist zunächst nichts, was aufgehen, hingeben und sich mit einem Zweiten vereinen heißt (denn was wäre eine Vereinigung von Ungeklärtem und Unfertigem, noch Ungeordnetem -?), es ist ein erhabener Anlaß für den einzelnen, zu reifen
- Briefe an einen jungen Dichter‎ - Página 39, Rainer Maria Rilke - nsel-Verlag, 1949 - 55 páginas
  • "Amor: duas solidões protegendo-se uma à outra".
- der Liebe, die darin besteht, daß zwei Einsamkeiten einander schützen
- Briefe an einen jungen Dichter‎ - Página 42, Rainer Maria Rilke, Franz Xaver Kappus - Insel-Verlag, 1932 - 54 páginas
- Rainer Maria Rilke, citado em "Estrêla da vida inteira: poesias reunidas‎" - Página 414, Manuel Bandeira - J. Olympio, 1966 - 487 páginas
  • "Extinga a minha visão: eu ainda posso vê-lo;
tapa-me os ouvidos: eu ainda posso ouvir-te;
mesmo sem pés posso caminhar em sua direção,
e sem boca ainda posso suplicar por ti.
Quebre meus braços, e eu vou te envolver
com o meu coração como se fosse uma mão;
estrangula o meu coração e meu cérebro ainda vai pulsar,
e mesmo que vá ao meu cérebro incendiar,
Hei de levá-lo em meu sangue.

( Rainer Maria Rilke - poema de "O Livro das Horas", Das Stunden-Buch, tradução livre de Lígia Poggi Pereira)