Karl Popper

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Karl Popper em outros projetos:

Karl Raimund Popper (Viena, 28 de Julho de 1902 — Londres, 17 de Setembro de 1994), filósofo austríaco, considerado um dos filósofo mais influentes do século XX.


  • "Temos pois de proclamar, em nome da tolêrancia, o direito de não sermos tolerantes com os intolerantes. Temos de proclamar que qualquer movimento que promova a intolerância se coloca fora da lei, e temos de considerar criminoso todo e qualquer incitamento à intolerância e à perseguição, como consideramos criminoso o incitamento ao homicídio, ao rapto, ou ao restablecimento do tráfico de escravos."
- Fonte: Livro "A Sociedade Aberta e os seus inimigos"
  • "Não é possível discutir racionalmente com alguém que prefere matar-nos a ser convencido pelos nossos argumentos."
- citado em "Filosofia Do Direito E Justica‎" - Página 115, Andityas Soares de Moura Costa Matos, Editora del Rey, 2006, ISBN 8573088745, 9788573088748
  • "Não sabemos. Só podemos conjeturar."
- citado em "Processos e métodos: relatório final"‎ - Página 47, Hernani Aquini Fernandes Chaves, Petróleo Brasileiro, S.A. - Petrobrás, Centro de Pesquisas e Desenvolvimento, Divisão de Informação Técnica e Propriedade Industrial, 1983 - 113 páginas
  • "Não devemos aceitar sem qualificação o princípio de tolerar os intolerantes senão corremos o risco de destruição de nós próprios e da própria atitude de tolerância."
- Si nous étendons la tolérance illimitée même à ceux qui sont intolérants, si nous ne sommes pas disposés à défendre une société tolérante contre l'impact de l'intolérant, alors le tolérant sera détruit, et la tolérance avec lui.
- Karl Popper; The Paradox of Tolerance, Karl Popper, The Open Society and Its Enemies, Vol. I, Chapt. 7, n.4, at 265 (Princeton University Press 1971)