Harry Potter

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma varinha mágica.

Harry Potter é a personagem principal da série escrita por J. K. Rowling. A série narra a história de um menino órfão que sobreviveu ao ataque do maior bruxo das trevas que já existiu. Aos 11 anos descobre-se bruxo e vai estudar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.


Harry Potter e a Pedra Filosofal[editar]

Capítulo 01 - O menino que sobreviveu

  • "Eu confiaria a Hagrid minha vida"
- Alvo Dumbledore.


  • "Ele vai ser famoso, uma lenda. Eu não me surpreenderia se o dia de hoje ficasse conhecido no futuro como o dia de Harry Potter. Vão escrever livros sobre o Harry. Todas as crianças no nosso mundo vão conhecer o nome dele!"
- Minerva McGonagall.


  • "As cicatrizes podem vir a ser úteis. Tenho uma acima do joelho esquerdo que é um mapa perfeito do metrô de Londres."
- Alvo Dumbledore.


  • "É uma sorte estar escuro. A ultima vez que corei assim foi quando Madame Pomfrey disse que gostava do meu abafador de orelha novos"
- Alvo Dumbledore


Capítulo 04 - O Guardião das Chaves

  • "Ninguém nunca sobreviveu depois que ele decidia matá-lo, ninguém a não ser você, e ele já havia matado alguns dos melhores bruxos da época, os McKinnon, os Bone, os Priuet, e você era apenas um bebê, e sobreviveu."
- Hagrid.


  • "A maioria de nós acha que ele ainda anda por aí mas perdeu os poderes. Está fraco demais para continuar. Porque alguma coisa em você acabou com ele, Harry. Aconteceu alguma coisa, naquela noite, com que ele não estava contando, eu não sei o que foi, ninguém sabe, mas alguma coisa em você o aleijou, para valer."
- Hagrid.


Capítulo 05 - O Beco Diagonal

  • "Entrem, estranhos, mas prestem atenção
Ao que espera o pecado da ambição,
Porque os que tiram o que não ganharam
Terão é que pagar muito caro,
Assim, se procuram sob o nosso chão
Um tesouro que nunca enterraram,
Ladrão, você foi avisado, cuidado,
Pois vai encontrar mais do que procurou."
- Aviso escrito no segundo par de portas do banco Gringotes


  • Grampo: "Se alguém que não fosse um duende de Gringotes tentasse fazer o mesmo, seria engolido pela porta e ficaria preso lá dentro."
  • Harry: "Com que frequência você vem ver se tem alguém lá dentro?"
  • Grampo: "Uma vez a cada dez anos."


  • "É curioso que o senhor tenha sido destinado para esta varinha porque a irmã dela, ora, a irmã dela produziu sua cicatriz."
- Olivaras.


  • "(...) Acho que podemos esperar grandes feitos do senhor, Sr. Potter... Afinal, Aquele-QUe-Não-Se-Deve-Nomear realizou grandes feitos, terríveis, sim, mas grandes."
- Olivaras.


Capítulo 06 - O embarque na plataforma nove e meia

  • Molly: "Fred, você agora."
  • Fred: "Eu não sou o Fred, sou o Jorge. Francamente, mulher, você diz que é nossa mãe? Não consegue ver que sou o Jorge?"
  • Molly: "Desculpe, Jorge, querido."
  • Fred: "É brincadeira, eu sou o Fred."


  • Percy: "Não posso demorar, mãe. Estou lá na frente, os monitores têm dois vagões separados..."
  • Fred: "Ah, você é monitor, Percy. Devia ter avisaddo, não fazíamos ideia."
  • Jorge: "Espere aí, acho que me lembro de ter ouvido ele dizer alguma coisa. Uma vez..."
  • Fred: "Ou duas..."
  • Jorge: "Um minuto..."
  • Fred: "O verão todo."


  • Molly: "Agora, vocês dois: este ano, se comportem. Se receber mais uma coruja dizendo que vocês... vocês explodiram um banheiro ou..."
  • Jorge: "Explodiram um banheiro? Nunca explodimos um banheiro.
  • Fred: "Mas é uma grande idéia, obrigado, mamãe."


  • Oviu-se um apito
  • Molly: "Depressa!" - disse a mãe, e os três garotos subiram no trem. Debruçaram-se na janela para a mãe lhes dar um beijo de despedida e a irmãzinha começou a chorar.
  • Jorge: "Não chore, Gina, vamos lhe mandar um monte de corujas."
  • Fred: "Vamos lhe mandar uma tampa de vaso de Hogwarts."


  • "Alvo Dumbledore, atualmente diretor de Hogwarts. Considerado por muitos o maior bruxo dos tempos modernos. Dumbledore é particularmente famoso por ter derrotado Grindelwald, o bruxo das Trevas, em 1945, por ter descoberto os doze usos de sangue de dragão e por desenvolver um trabalho em alquimia em parceria com Nicolau Flamel. O Professor Dumbledore gosta de música de câmara e boliche."
- Figurinha de Sapos de Chocolate.


Capítulo 07 - O Chapéu Seletor

  • "Um pensamento horrível ocorreu a Harry, como fazem os pensamentos horríveis quando a pessoa está nervosa."
- Narrador, enquanto Harry Potter esperava a seleção de casas.


  • "Sejam bem-vindos! Sejam bem-vindos para mais um novo ano em Hogwarts! Antes de começar nosso banquete, eu gostaria de dizer umas palavrinhas: Pateta! Chorão! Destabocado! Beliscão! Obrigado."
- Alvo Dumbledore.


Capítulo 08 - O mestre das poções

  • "O Prof. Binns era realmente muito velho quando adormeceu diante da lareira na sala dos professores e levantou na manhã seguinte para dar aulas, deixando o corpo para trás."
- Narrador.


  • "- Vocês estão aqui para aprender a ciência sutil e a arte exata do preparo de poções [...] Não espero que vocês realmente entendam a beleza de um caldeirão cozinhando em fogo lento, com a fumaça a tremeluzir, o delicado poder dos líquidos que fluem pelas veias humanas e enfeitiçam a mente, confundem os sentidos... Posso ensinar-lhes a engarrafar fama, a cozinhar glórias, até a zumbificar se não forem o bando de cabeças-ocas que geralmente me mandam ensinar."
- Severo Snape durante a primeira aula de Poções de Harry.


  • "Não era que Snape não gostava de Harry - ele o odiava."
- Narrador


  • "Você deve ser bom, Harry, Olívio estava quase dando pulinhos quando nos contou."
- Fred Weasley, falando sobre a seleção de Harry para ser o novo apanhador da equipe de quadribol da Grifinória.


  • "Eu não fiquei olhando para as patas, estava ocupado demais com as cabeças."
- Harry Potter, falando sobre Fofo, o cão de três cabeças de Rúbeo Hagrid, que guardava a pedra filosofal.


  • "Espero que estejam satisfeitos. Podíamos ter sido mortos, ou pior, expulsos! Agora, se vocês não se importam, eu vou dormir."
- Hermione Granger.


  • "Hermione era a última pessoa do mundo que desobedeceria ao regulamento, e ali estava fingindo que desobedecera, para tirá-los de uma enrascada. Era o mesmo que o Snape começar a distribuir balinhas."
- Narrador.


  • "Há coisas que não se pode fazer junto sem acabar gostando um do outro, e derrubar um trasgo montanhês de quase quatro metros de altura é uma dessas coisas."
- Narrador, falando sobre a aventura em que Harry, Rony e Hermione viraram amigos.


  • "Harry, você precisa de energia. Os apanhadores são sempre os que acabam aleijados pelo outro time."
- Simas Finnigan.


  • Lino: "Então, depois dessa desonestidade óbvia e repugnante..."
  • McGonagall: "Jordan!"
  • Lino: "Quero dizer, depois dessa falta clara e revoltante..."
  • McGonagall: "Jordan, estou-lhe avisando..."
  • Lino: "Muito bem, muito bem. Marcos quase matou o apanhador da Grifinória, o que pode acontecer com qualquer um, tenho certeza, portanto uma penalidade a favor da Grifinória, Spinnet bate, para fora, sem problema, e continuamos o jogo, Grifinória ainda com a posse da bola."
- Lino Jordan, narrando o jogo de quadribol.


  • "Ele não agarrou o pomo, ele quase o engoliu!"
- Marcos Flint, capitão do time de quadribol da Sonserina, protestando a forma não convencional de Harry ter apanhado o pomo.


  • "Não faz bem viver sonhando e se esquecer de viver."
- Alvo Dumbledore, ao encontrar Harry diante do Espelho de Ojesed.


  • "Longbottom, se miolos fossem ouro, você seria mais pobre do que Weasley, e isso já é muita coisa."
- Draco Malfoy.


  • "Eu valho doze Dracos, Malfoy"
- Neville Longbottom


  • "Que é que você entende disso, Weasley, você não poderia nem comprar a metade do cabo. Vai ver você e seus irmãos tem que economizar para comprar palha por palha."
- Draco Malfoy


  • "As meias nunca são suficientes. Mas um natal chegou e passou e não ganhei nenhum par. As pessoas insistem em me dar livros."
- Alvo Dumbledore


  • Hermione: "Visgo do diabo, visgo do diabo... o que foi que a professora Sprout disse? Gosta de umidade e escuridão..."
  • Harry: "Então acenda um fogo!"
  • Hermione: "É... é claro... mas não tem madeira..."
  • Rony: "VOCÊ ENLOUQUECEU? VOCÊ É UMA BRUXA OU NÃO É?"


  • "O perigo o aguarda à frente, a segurança ficou atrás,
Duas de nós o ajudaremos no que quer encontrar,
Uma das sete te deixará prosseguir,
A outra levará de volta quem a beber,
Duas de nós conterão vinho de urtigas;
Três de nós aguardam em fila para o matar,
Escolha, ou ficará aqui para sempre,
E para ajudá-lo, lhe damos quatro pistas:
Primeira, por mais dissimulado que seja o veneno,
Você sempre encontrará um à esquerda do vinho de urtigas;
Segunda, são diferentes as garrafas de cada lado,
Mas se você quiser avançar nenhuma é sua amiga;
Terceira, é visível que temos tamanhos diferentes,
Nem anã nem giganta leva a morte no bojo;
Quarta, a segunda à esquerda e a segunda à direita
São gêmeas ao paladar, embora diferentes à vista."
- Charada sobre poções que protegia a pedra filosofal


  • "Não existe bem nem mal, só existe o poder, e aqueles que são fracos demais para o desejarem..."
- Quirrel, enquanto dividia seu corpo com Lord Voldemort.


  • "Aquilo que aconteceu nas masmorras entre você e o professor Quirrel é segredo absoluto, por isso, é claro, a escola inteira já sabe."
- Alvo Dumbledore.


  • "Para a mente bem estruturada, a morte é apenas a grande aventura seguinte."
- Alvo Dumbledore.


  • "A verdade é uma coisa bela e terrível, e portanto deve ser tratada com grande cautela."
- Alvo Dumbledore.


  • "O Prof. Snape não conseguiu suportar o fato de estar em dívida com o seu pai. Acredito que tenha se esforçado para proteger você este ano, porque achou que isso o deixaria quite com o seu pai. Assim podia voltar a odiar a memória do seu pai em paz..."
- Alvo Dumbledore.


  • "Ah, feijõezinhos de todos os sabores! Quando eu era moço tive a infelicidade de encontrar um com gosto de vômito, e desde então receio que tenha perdido o gosto por eles. Mas acho que não corro perigo com um gostoso caramelo, não acha? - Que pena! Cera de ouvido!"
- Alvo Dumbledore.


  • "É preciso muita audácia para enfrentarmos nossos inimigos, mas audácia superior para enfrentarmos os nossos amigos." ( Quando Dumbledore dá 10 pontos por Neville ter tentado impedir Harry, Hermione e Rony de sairem da sala comunal da Grifinória de noite. Ele enfrentou os amigos, porquê achou que era certo, se arriscando a ficar de mal com os amigos dele, pois Neville que não é muito popular, só tinha estes).
- Alvo Dumbledore, no discurso de encerramento de ano.

Harry Potter e a Câmara Secreta[editar]

"São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades."
  • "Se não nos cuidarmos vamos ter outro monitor-chefe na família. Acho que não iríamos suportar a vergonha."
- Jorge Weasley.


  • "Melhor para fora do que para dentro."
- Rúbeo Hagrid, quando Rony vomitava lesmas.


  • "Pouco mais de um centímetro de pele e um tendão seguram minha cabeça, Harry! A maioria das pessoas acharia que fui decapitado, mas ah, não, não é o bastante para o Sr. Realmente Decapitado Podmore."
- Nick Quase Sem Cabeça, fantasma da Grifinória, reclamando com Harry por não ter entrado no clube Caça Sem Cabeça.


  • "Porque alguém iria querer comemorar o dia em que morreu? Me parece uma coisa mortalmente deprimente..."
- Rony Weasley, falando da festa de aniversário de morte de Nick Quase Sem Cabeça.


  • Harry: "Que aconteceu?"
Rony: "Eu... não... gosto... de aranhas."


  • "Eu gostaria que as pessoas parassem de falar às minhas costas! Eu tenho sentimentos, sabe, mesmo que esteja morta..."
- Murta Que Geme.


  • "Nós lhe arranjamos outro autógrafo. Lockhart assina qualquer coisa que fique parada tempo suficiente."
- Rony Weasley.


  • "Eu nunca pensei que veria o dia em que você nos convenceria a desrespeitar o regulamento."
- Rony Weasley, falando com Hermione.


  • Olívio: "Treinamos com maior garra do que eles, estivemos no ar fosse qual fosse o tempo..."
Jorge: "Quem duvida, não sei o que é estar seco desde agosto."


  • "Sabe de uma coisa, Harry? Se ele não parar de tentar salvar a sua vida vai acabar matando você."
- Rony Weasley, se referindo às tentativas de Dobby de fazer Harry voltar à Rua dos Alfeneiros.


  • "Harry ficou imaginando por que Lockhart continuava a sorrir; se Snape estivesse olhando para ele daquele jeito, Harry já estaria correndo o mais depressa que pudesse na direção oposta."
- Narrador.


  • Fred: "Ah, saia do caminho, Percy. Harry está com pressa."
Jorge: "É, ele está indo para a Câmara Secreta tomar uma xícara de chá com seu criado de caninos afiados."


  • Rony: “... Você sabe que não temos permissão para usar mágica fora da escola..."
Harry: "Olha quem fala." - Respondeu, olhando para o carro que flutuava.
Rony: "Ah, isto não conta. É só emprestado."


  • Rony: “Vai ver ele está doente!" - Sobre a ausência de Snape.
Harry: "Vai ver ele foi embora, porque não conseguiu o lugar de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas outra vez!"
Rony: "Ou vai ver ele foi despedido! Quero dizer, todo mundo o detesta..."
Severo Snape: "Ou vai ver, está esperando para saber por que vocês dois não chegaram no trem da escola.”


  • “Espere até todo mundo saber que você tem um rabo!”
- Ronald Weasley, sobre o engano cometido por Hermione em uma Poção Polissuco.


  • "Voldemort é meu passado, presente e futuro, Harry Potter..."
- Tom Servolo Riddle, quando saiu de seu diário.


  • "Nunca confie em nada que é capaz de pensar se você não pode ver onde fica o seu cérebro."
- Arthur Weasley.


  • "Estou-me lembrando que disse a ambos que teria de expulsá-los se infringissem mais um artigo do regulamento da escola... o que prova que até o melhor de nós às vezes precisa engolir o que disse."
- Alvo Dumbledore.


  • "São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades."
- Alvo Dumbledore.


  • "Harry Potter é muito maior do que Dobby pensou!"
- Dobby.


  • "Ninguém do time da Grifinória teve de pagar para entrar. Entraram por puro talento."
- Hermione Granger.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban[editar]

  • "Para que é que você vai fazer Estudo dos Trouxas? Você nasceu trouxa! Sua mãe e seu pai são trouxas! Você já sabe tudo sobre trouxas!"
- Rony Weasley.


  • "Eu não saio por aí procurando encrenca. Em geral as encrencas é que vêm ao meu encontro."
- Harry Potter.


  • "Uma idéia realmente espirituosa, nos dar livros que tentam arrancar nossa mão."
- Draco Malfoy, referindo-se ao Livro Mostruoso dos Monstros, solicitado pelo professor de Trato das Criaturas Mágicas.


  • "Receio que só tenha chá em saquinhos... mas eu diria que você já bebeu chá em folhas que chegue."
- Remo Lupin.


  • "Isto sugere que o que você mais teme é o medo. Muito sensato, Harry."
- Remo Lupin, quando Harry disse que seu bicho papão assumiria a forma de um dementador.


  • Harry: "Onde está Olívio?"
Fred: "Ainda está no banho. Achamos que ele está tentando se afogar."


  • "Longbottom, no final da aula vamos dar algumas gotas desta poção ao seu sapo e ver o que acontece. Quem sabe isto o estimule a preparar a poção corretamente."
- Severo Snape, ameaçando Neville Longbottom por ter errado uma poção.


  • "- Esta é a segunda vez que a senhorita fala sem ser convidada. Menos cinco pontos para Grifinória por ser uma intragável sabe-tudo."
- Severo Snape, castigando a Grifinória por Hermione ter respondido uma pergunta sem autorização.


  • “O senhor nos fez uma pergunta e Hermione sabe a resposta! Por que perguntou se não queria que ninguém respondesse?”
- Ronald Weasley, protestando contra a punição dada pelo Professor Snape a Hermione ter respondido à uma pergunta.


  • Jorge: "Aluado, Rabicho, Almofadinhas e Pontas... devemos tanto a eles."
Fred: "Almas nobres, que trabalharam incansavelmente para ajudar novas gerações de transgressores."
- Fred Weasley e Jorge Weasley, ao darem o Mapa do Maroto para Harry.


  • "Acabei de ir falar com a Profª. McGonagall sobre a Firebolt. Ela... hum... foi um pouco grossa comigo. Me disse que as minhas prioridades estavam trocadas. Parece que entendeu que eu estava mais preocupado em ganhar a Taça do que com as suas chances de sobrevivência. Só porque eu disse a ela que não me importava se a vassoura o derrubasse, desde que você apanhasse o pomo primeiro. Francamente, o jeito como ela gritou comigo... dava até para pensar que eu tinha dito alguma coisa horrível..."
- Olívio Wood.


  • "Jordan, você se importa de nos dizer o que está acontecendo no campo?"
- Minerva McGonagall, pedindo que Lino Jordan, narrador do jogo, parasse de enumerar as qualidades da Firebolt de Harry e voltasse a narrar o jogo.


  • "Harry, isso não é hora para cavalheirismos! Se for preciso, derrube-a da vassoura!"
- Olívio Wood para Harry Potter, durante um jogo de quadribol contra a Corvinal, ao pedir que ele marcasse melhor a apanhadora adversária, Cho Chang.


  • "As pessoas podem ser obtusas quando se trata de bichos de estimação."
- Rúbeo Hagrid.


  • "A sua cabeça não tem permissão de ir a Hogsmeade. Nenhuma parte do seu corpo tem permissão de ir a Hogsmeade."
- Severo Snape.


  • "O Sr. Aluado apresenta seus cumprimentos ao Prof. Snape e pede que ele não meta seu nariz anormalmente grande no que não é de sua conta.
O Sr. Pontas concorda com o Sr. Aluado e gostaria de acrescentar que o Prof. Snape é um safado mal acabado.
O Sr. Almofadinhas gostaria de deixar registrado o seu espanto de que um idiota desse calibre tenha chegado a professor.
O Sr. Rabicho deseja ao Prof. Snape um bom dia e aconselha a esse seboso que lave os cabelos."
- Mapa do Maroto.


  • Lino: "TRINTA A ZERO! TOMA, SEU SUJO, SEU COVARDE..."
'McGonagall: "Jordan, se você não consegue irradiar imparcialmente..."
Lino:"Estou irradiando o que acontece, professora!"
- Lino Jordan em mais um de seus comentários nada imparciais durante a narração do jogo de quadribol.


  • "Dumbledore contratou o senhor mesmo sabendo que o senhor é um lobisomem? Ele é louco?"
- Rony Weasley.


  • "Se você foi um rato melhor do que um homem, não é coisa para se gabar, Pedro."
- Sirius Black, quando Pedro Petigrew tentava argumentr com Rony para que não o matassem.


  • "Você ficou maluco? Claro que eu quero deixar a casa dos Dursley! Você tem casa? Quando posso me mudar?"
- Harry Potter, ao ser convidado por seu padrinho, Sirius Black, para deixar a casa dos tios e morar com ele.


  • "Ah, bom, Snape... Harry Potter, sabe... todos somos um pouco cegos quando se trata dele."
- Cornélio Fudge.


  • "Pelo amor de Deus! Isto é ou não é uma ala hospitalar?"
- Madame Pomfrey.


  • "ISTO-TEM-DEDO-DO-POTTER!"
- Severo Snape.


  • "As conseqüências dos nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil..."
- Alvo Dumbledore.


  • "A Adivinhação é um dos ramos mais imprecisos da magia."
- Minerva McGonagall.


  • "Quando vão terminar de decidir se eu vou morrer ou não?"
- Harry Potter.


  • "Me digam, qual dos senhores vai morrer este ano?"
- Minerva McGonagall, ao descobrir que a turma acabara de sair de uma aula de adivinhação com a Profª Trelawney


  • Sibila Trelawney: "Não vamos esquecer que quando treze comem juntos, o primeiro a se levantar será o primeiro a morrer!"
McGonagall: "Vamos correr o risco, Sibila."


  • Trelawney: "Meus queridos! Qual de vocês se levantou da cadeira primeiro? Qual?"
Rony: "Não sei."
McGonagall: Duvido que vá fazer diferença, a não ser que o tarado da machadinha esteja esperando aí fora para matar o primeiro que sair para o saguão."


  • Simas: "Quem será que vão nos dar o ano que vem?"
Dino: "Quem sabe um vampiro."


  • Tio Válter: "Padrinho? Você não tem padrinho!"
Harry: "Tenho sim. Ele era amigo da minha mãe e do meu pai. E é um assassino condenado, mas fugiu da prisão dos bruxos e está foragido. Mas ele gosta de manter contato comigo... saber das minhas notícias... verificar se estou feliz..."

Harry Potter e o Cálice de Fogo[editar]

"Você está me pedindo perdão? Eu não perdôo. Eu não esqueço."
  • "Uma equipe de legistas examinara os corpos e concluíra que nenhum dos Riddle fora baleado, envenenado, esfaqueado, estrangulado, sufocado ou, pelo que sabiam, sofrera qualquer violência. Com efeito, continuava o laudo, em tom de inconfundível perplexidade, os Riddle, tirando o fato de que estavam mortos, pareciam gozar de perfeita saúde."
- Narrador.


  • "Claro que Dumbledore confia em você. Ele é um homem de boa fé, não é? Acredita em dar uma segunda oportunidade. Mas eu... Eu digo que certos traços de uma pessoa não mudam nunca, Snape. Traços que não mudam nunca, entende o que eu quero dizer?"
- Olho-Tonto Moody


  • Snape: "Você talvez esteja vivendo a ilusão de que o mundo da magia inteiro está impressionado com você, mas eu não me impressiono com o número de vezes que sua foto aparece nos jornais. Para mim, Potter, você não passa de um menininho mau caráter que acha que está acima dos regulamentos."
- Severo Snape


  • Percy: "Estremeço só de pensar no estado da minha caixa de entrada se eu me ausentar cinco dias do trabalho."
Fred: "É, alguém poderia deixar bosta de dragão nela outra vez, hein, Percy?"
Percy: "Aquilo foi uma amostra de fertilizante da Noruega! Não foi nada pessoal!"
Fred: "Foi.... fomos nós que mandamos."


  • Rony: "Não vou usar isso! Nunquinha!"
Molly: "Ótimo, ande nú. E Harry, não esqueça de tirar uma fotografia dele. Deus sabe que eu estou bem precisada de umas gargalhadas."
- Molly Weasley durante uma discussão sobre o feio traje a rigor de Rony.


  • Percy: "É informação privilegiada, até o Ministério achar conveniente comunicá-la. O Sr. Crouch estava certo em não querer revelar nada."
Fred: "Ah, cale a boca, Weatherby."


  • Fred: (sobre o retorno do Torneio Tribruxo) O senhor ESTÁ BRINCANDO!
  • Dumbledore: Não, Sr. Weasley, eu não estou brincando, embora durante as férias, eu tenha ouvido uma excelente piada sobre um Trasgo, uma bruxa má, e uma Leprechaum que se encontram num bar e...

(Narrador): "A professora McGonnagal pigarreou alto." Mas, eu creio que não seja a hora para isso... -acrescentou Dumbledore.


  • Jorge: "Olho-Tonto Moody? Não é aquele biruta..."
Fred: "Dumbledore não é exatamente o que nós chamariamos de normal..."


  • "Aaaaah [exclamou Rony, imitando o sussurro místico da professora] quando dois Netunos aparecem no céu é um sinal seguro de que um anão de óculos está nascendo, Harry..."
- Previsões de Rony para a tarefa de Adivinhação.


  • "- Não falem comigo – disse Rony em voz baixa para Harry e Hermione, quando se sentaram à mesa da Grifinória alguns minutos mais tarde, cercados por alunos excitados por todos os lados que comentavam o que acabara de acontecer.
- Por que não? – perguntou Hermione surpresa.
- Porque quero gravar isso na memória para sempre – disse Rony, com os olhos fechados e uma expressão de enlevo no rosto.
- Draco Malfoy, a fantástica doninha quicante..."


  • Dino: "Eu ainda não consigo entender como foi que vocês dois ficaram com as garotas mais bonitas do ano.
Rony: "Magnetismo animal."


Molly: "Seu pai tem uma excelente opinião sobre Olho-Tonto Moody."
Fred: "É tudo bem, papai coleciona tomadas, não é mesmo? Cada qual com o seu igual..."


  • "Ah, pensem só nas possibilidades. Teria sido muito mais fácil empurrar Malfoy de uma geleira e fazer parecer acidente... pena que a mãe gosta dele..."
- Rony Weasley.


Harry: "Ainda não fomos visitar o Hagrid."
Rony: "OK, desde que ele não nos peça para doar uns dedos aos explosivins."


  • "Deve ser uma vida bem chata, não é, a de um chapéu? Vai ver ele passa o ano compondo a nova canção."
- Rony Weasley.


  • Nick: "Ora, Rony, a cerimônia é muito mais importante do que a comida."
Rony: "Claro que é, se a pessoa já está morta."


  • "Bom, sem a menor dúvida eu entendo porque estamos tentando manter esses bichos vivos. Quem não iria querer animaizinhos de estimação que podem queimar, picar e morder, tudo ao mesmo tempo?"
- Draco Malfoy, satirizando os explosivins da aula de Trato das Criaturas Mágicas.


  • "Hagrid simplesmente amava monstros - quanto mais letal, melhor."
- Narrador.


  • "O Sr. Weasley parece ter ido socorrer 'Olho-Tonto' Moody, um ex-auror idoso, que se aposentou do Ministério ao se tornar incapaz de distinguir um aperto de mão de uma tentativa de homicídio."
- Profeta Diário.


  • Rony: "Sabe de uma coisa? Acho que voltamos à velha regra da Adivinhação."
Harry: "Quê... inventar?"
Rony: "É. Na próxima segunda-feira há uma grande possibilidade de eu apanhar uma tosse, devido à infeliz conjunção de Marte com Júpiter. Você conhece ela: escreve uma porção de desgraças que ela engole tudo."


  • Simas: "De que tamanho você acha que os cavalos de Durmstrang vão ser?"
Harry: "Bem, se eles forem maiores do que esses, nem Hagrid vai ser capaz de cuidar deles. Isto é, se ele já não foi atacado pelos explosivins. Qual era o problema com eles?"
Rony: "Talvez tenham fugido..."
Hermione: "Ah, não diz uma coisa dessas. Imaginem aqueles bichos soltos pela propriedade..."


  • "Você é um raiozinho luminoso de sol, não é não? Você e a Profª. Trelawney deviam se reunir um dia desses."
- Rony Weasley, em mais uma das discussões com Hermione.


  • "Se eu caisse duro toda vez que ela diz que vou cair eu seria um milagre da medicina."
- Harry Potter, satirizando o hábito da professora de Adivinhação de prever a morte dele.


  • "Percy não reconheceria uma piada nem que ela dançasse pelada na frente dele, usando só o abafador de chá do Dobby na cabeça."
- Rony Weasley, sobre seu irmão, Percy Weasley.


  • "Há uma semana, Harry teria dito que arranjar um par para dançar era moleza se comparado a enfrentar um Rabo-Córneo hungaro. Mas agora que ele cumprira aquela tarefa e se confrontava com a perspectiva de convidar uma garota para o baile, ele achou que preferia enfrentar mais uma rodada com o dragão."
- Narrador.


  • "Como Binns não permitira sequer que a própria morte o impedisse de continuar ensinando, os garotos supunham que uma bobaginha feito o Natal não fosse perturbá-lo. Era espantoso como o professor conseguia fazer até as revoltas mais sangrentas e encarniçadas parecerem tão tediosas quanto o relatório de Percy sobre os fundos dos caldeirões."
- Narrador.


  • "Os professores McGonagall e Moody também fizeram os garotos trabalhar até o último segundo de aula, e quanto a Snape, seria mais fácil ele adotar Harry do que deixar seus alunos fazerem jogos durante a aula."
- Narrador.


  • Rony: "Hermione, Neville tem razão, você é uma garota..."
Hermione: "Bem observado."
- Rony Weasley, em sua desesperada tentativa de convidar alguém para o baile de inverno.


  • "Da próxima vez que houver um baile, me convide antes que outro garoto faça isso, e não como último recurso!"
- Hermione Granger.


  • "Harry teve muita vontade de perguntar se o Sr. Crouch já parara de chamar Percy de 'Weatherby', mas resistiu à tentação."
- Narrador, após um longo discurso de Percy Weasley sobre o Sr. Crouch e a confiança que este lhe atribuiu.


  • "Hermione, Harry e Rony parecem que ainda querem continuar a conhecer você, a julgar pela maneira com que tentavam derrubar a porta."
- Alvo Dumbledore, tentando convencer Hagrid a não se afastar de seus amigos.


  • "Às vezes eu vou até lá... às vezes eu não tenho escolha, quando alguém puxa a descarga do meu vaso sem eu estar esperando."
- Murta Que Geme, referindo-se ao lago.


  • "Se você quer saber como um homem é, veja como ele trata os inferiores, e não os seus iguais."
- Sirius Black.


  • "Até agora ninguém tentou me atacar, exceto um dragão e uns dois grindylows."
- Harry Potter.


  • Hermione: "Vocês acham que é muito cedo para procurar o Prof. Moody?"
Harry: "Acho. Ele provavelmente nos detonaria pela porta se nós o acordássemos com o dia nascendo. Ia pensar que estamos querendo atacá-lo dormindo."


  • "Claro que ainda queremos conhecer você - exclamou Harry fitando Hagrid. - Você não acha que alguma coisa que aquela vaca da Skeeter ... desculpe professor - acrescentou ele depressa, olhando para Dumbledore."
- "Fiquei temporariamente surdo e não faço ideia do que foi que você disse, Harry. - disse Dumbledore, girando os polegares e olhando para o teto."


  • "A curiosidade não é um pecado. Mas devemos ser cautelosos com a nossa curiosidade..."
- Alvo Dumbledore.


  • Harry: "Professor, eu estava na aula de Adivinhação agorinha e... hum... cochilei."
Dumbledore: "Muito compreensível. Continue."


  • "Você está me pedindo perdão? Eu não perdôo. Eu não esqueço."
- Lord Voldemort.


  • "Eu cheguei mais longe do que qualquer outro no caminho que leva à imortalidade."
- Lord Voldemort.


  • "Será rápido... talvez até indolor... Eu não saberia dizer... eu nunca morri."
- Lord Voldemort.
  • "Não de as costa pra min Harry potter , eu quero ver a luz dos seus olhos te deixar quanto eu te matar."
- Lord Voldemort.


  • "Compreender é o primeiro passo para aceitar, e somente aceitando ele pode se recuperar."
- Alvo Dumbledore.


  • "O que tiver que ser será, e nós o enfrentaremos quando vier."
- Rúbeo Hagrid.

Harry Potter e a Ordem da Fênix[editar]

  • Lupin: "Harry, deixei uma carta avisando aos seus tios para não se preocuparem..."
Harry: "Eles não vão se preocupar."
Lupin: "... que você não corre perigo..."
Harry: "Assim eles vão ficar deprimidos."
Lupin: "... e que você os verá no próximo verão."
Harry: "Preciso?"


  • "Não queremos que você reprima sua raiva, Harry, bote tudo para fora. Vai ver tem alguém a cem quilômetros de distância que ainda não te ouviu."
- Fred Weasley.


  • "Mas Dumbledore diz que não se importa com o que estão fazendo, desde que não tirem seu retrato do baralho de sapos de chocolate."
- Gui Weasley.


  • "Eu sabia! Você sempre consegue se safar!"
- Rony Weasley, quando descobre que Harry foi absolvido pela audiência disciplinar.


  • "Estou me sentindo um elfo doméstico."
- Rony Weasley.


  • "Um foi despedido, um morreu, um teve a memória apagada e um passou nove meses trancado num malão... é, dá para entender o que você quer dizer."
- Harry Potter, lembrando de seus professores de Defesa Contra As Artes das Trevas.


  • "Houve um engano. Ninguém com o juízo perfeito nomearia Rony monitor."
- Fred Weasley.


  • Molly: "Eu não acredito! Eu não acredito! Ah, Rony, que maravilha! Monitor! como todos na família!"
Jorge: "Que é que Fred e eu somos, filhos do vizinho?"


  • “Fred e Jorge se entreolharam.

- Você não se incomoda se a gente não beijar você, não é, Rony? – perguntou Fred, num tom de fingida ansiedade. - Podemos fazer um reverência, se você quiser – sugeriu Jorge. - Ah, calem a boca – disse Rony, amarrando a cara para os irmãos.”


  • Sirius: "Ninguém teria me nomeado monitor, eu passava tempo demais detido com Tiago. Lupin era o garoto bem comportado, ele ganhou o distintivo."
Lupin: "Acho que Dumbledore talvez tivesse esperanças de que eu fosse capaz de exercer algum controle sobre os meus melhores amigos. Não preciso dizer que falhei miseravelmente."


  • "O espírito sem limites é o maior tesouro do homem."
- Rowena Ravenclaw.


  • "Não se preocupe. Você é tão normal quanto eu."
- Luna Lovegood, quando Harry viu pela primeira vez os testrálios.


  • "Os alunos do primeiro ano precisam saber que o acesso à floresta em nossa propriedade é proibido aos estudantes... e a esta altura alguns de nossos antigos estudantes já devem ter aprendido isso também."
- Alvo Dumbledore, no banquete de abertura do ano letivo.


  • Hermione: "Rony, temos de mostrar aos alunos do primeiro ano aonde ir!"
Rony: "Ah, é. Ei... Ei, vocês ai! Anõezinhos!"
Hermione: "Rony!"
Rony: "Ora, eles são nanicos..."


  • "Binns, o professor fantasma, tinha uma voz asmática que era quase uma garantia de provocar grave sonolência em dez minutos, cinco em tempo de calor."
- Narrador.


  • "Cogumelos venenosos não mudam sua natureza."
- Rony Weasley.


  • McGonagall: "Você não escutou com atenção o discurso de Dolores Umbridge no banquete de abertura do ano letivo, Potter?"
Harry: "Escutei, sim... eu a escutei... dizer... o progresso será proibido ou... bem, queria dizer que... o Ministério da Magia está interfirindo em Hogwarts."
McGonagall: "Bem, fico contente que pelo menos você escute a Hermione Granger."


  • "Sabe de uma coisa? Acho que é melhor a gente checar com a União de Puddlemere se o Olívio Wood por acaso morreu durante um treinamento, porque a Angelina parece que está encarnando o espírito dele."
- Harry Potter' sobre a capitã do time de quadribol, Angelina Johnson' .


  • "Temos uma nova professora de Defesa Contra As Artes das Trevas, a Profª. Umbridge. Ela é quase tão simpática quanto a sua mãe."
- Harry Potter, em carta para o padrinho Sirius Black.


  • Rony: "Hermione, sinceramente, você é a pessoa mais maravilhosa que já conheci, e se eu tornar a ser grosseiro com você..."
Hermione: "Saberei que você voltou ao normal."


  • "Sempre achei que Fred e eu devíamos ter recebido 'E' em tudo, porque excedemos as expectativas só de comparecer para prestar os exames."
- Jorge Weasley, sobre os Níveis Ordinários em Magia (NOM's), cujo conceito E significa "Exede às expectativas" .


  • Dolores: " Eu sou uma mulher tolerante, mas se há uma coisa que eu não suporto, é deslealdade!
Minerva: " Deslealdade?"
Dolores: " Hogwarts está pior do que pensava, Cornelius vai ter que agir imediatamente. "


  • "Perguntei especificamente ao Prof. Flitwick se os estudantes tinham permissão para entrar no Cabeça de Javali e ele disse que sim, mas recomendou várias vezes que trouxéssemos os nossos copos."
- Hermione Granger.


  • "Mas nós somos 28 e nenhum é animago, por isso iríamos precisar não de uma capa, mas de um toldo de invisibilidade..."
- Hermione Granger.


  • Harry: "Sabe o que essas moedas me lembram?"
Hermione: "Não, o quê?"
Harry: "As cicatrizes dos Comensais da Morte. Voldemort toca em uma delas e todas ardem, e seus seguidores sabem que devem se reunir a ele."
Hermione: "Bom... é, foi de onde copiei a idéia... mas você vai notar que decidi gravar a data em metal em vez de gravá-la na pele dos nossos colegas."


  • "Tenta prender festões com o Pirraça segurando a outra ponta e tentando estrangular você com ela."
- Rony Weasley.


  • Rony: "E aí? Como foi?"
Harry: "Úmido."
- Sobre o beijo de Harry Potter com Cho Chang, no qual ela estava chorando


  • "Rony, você é o legume mais insensível que já tive a infelicidade de conhecer."
- Hermione Granger, sobre a insensibilidade de Rony Weasley.


  • Hermione: "Bom, provavelmente ela [Cho] está se sentindo muito triste, porque Cedrico morreu. Depois, imagino que esteja se sentindo confusa porque gostava do Cedrico e agora gosta do Harry, e não consegue entender de qual dos dois gosta mais. Depois, está se sentindo culpada , achando que é um insulto à memória do Cedrico beijar o Harry, e deve estar preocupada com o que as outras pessoas vão dizer quando começar a sair com ele. E provavelmente não consegue entender seus sentimentos em relação a Harry, porque era ele quem estava junto quando Cedrico morreu, então tudo isso é muito confuso e doloroso. Ah, e está com medo de ser expulsa do time de quadribol da Corvinal porque está voando muito mal."
Rony: "Uma pessoa não pode sentir tudo isso ao mesmo tempo, explodiria."
Hermione: "Só porque você tem a amplitude emocional de uma colher de chá isto não significa que sejamos todos iguais."


  • "Há coisas pelas quais vale a pena morrer."
- Sirius Black.


  • "Até outro dia, Harry, e fique de olho nas cobras para mim!"
- Arthur Weasley.


  • "Bem, ele é capaz de defender quando acha que não tem ninguém observando. Então no sábado só o que a gente precisa fazer é pedir aos espectadores para virarem de costas e baterem um papo todas as vezes que a goles for arremessada para o lado dele."
- Fred Weasley, falando das defesas de Rony Weasley.


  • "Nas últimas decadas, as estrelas têm indicado que a bruxidade está vivendo apenas uma breve calmaria entre duas guerras. Marte, anunciador de conflitos, brilha intensamente sobre nós, sugerindo que a luta não tardará a recomeçar."
- Firenze.


  • "Sua prioridade não parecia ser ensinar o que sabia, mas infundir nos alunos a idéia de que nada, nem mesmo o conhecimento dos centauros, era à prova de erro."
- Narrador, falando de Firenze.


  • "Bem, normalmente quando uma pessoa balança a cabeça ela quer dizer 'não'. Então, a não ser que a srta. Edgecombe esteja usando uma linguagem de sinais ainda desconhecida dos seres humanos..."
- Minerva McGonagall, sobre a resposta negativa de Marieta Edgecombe no interrogatório sobre a Armada de Dumbledore .


  • "Sabe, ministro, eu discordo de Dumbledore em muita coisa... mas não se pode negar que ele tem classe..."
- Fineus Nigellus, para Cornélius Fudge após Alvo Dumbledore ter escapado por um triz de ser preso pelo mesmo.


  • Lílian: "Que foi que ele lhe fez?"
Tiago: "Bom, é mais pelo fato de existir, se você me entende..."
-Sobre Severo Snape.


  • "Você precisaria muito mais do que um bom senso de humor para fazer a ligação com o meu tio. Bom senso para saber a hora de se proteger, o que é mais provável."
- Harry Potter.


  • "Hermione, você vai parar de brigar com o Harry e escutar o que o Binns diz ou vou ter de fazer minhas próprias anotações?"
- Rony Weasley.


  • "Posso lhe oferecer uma pastilha para tosse, Dolores?"
- Minerva McGonagall, sobre o irritante hábito de Dolores Umbridge de pigarrear toda vez que deseja fazer uma interrupção.


  • "Potter, eu o ajudarei a se tornar auror nem que seja a última coisa que eu faça na vida! Nem que eu tenha de lhe dar aulas todas as noites, garantirei que você obtenha as notas exigidas!"
- Minerva McGonagall.


  • "Desenrosca para o outro lado."
- Minerva McGonagall, ajudando Pirraça a causar confusão em Hogwarts durante a direção de Dolores Umbridge.


  • "E de agora em diante não vou me incomodar se as minhas folhas de chá soletrarem morra, Rony, vou simplesmente jogá-las na lata do lixo, que é o lugar delas."
- Rony Weasley, sobre seu fracasso nos NOM's de Advinhação.


  • "Direi que Pirraça está destruindo o departamento de Transfiguração ou outra coisa qualquer que fique a quilômetros do escritório dela. Pensando bem, eu provavelmente poderia convencer Pirraça a fazer isso se o encontrasse pelo caminho."
- Rony Weasley, querendo distrair Dolores Umbridge para que Harry pudesse usar a lareira de sua sala.


  • "A não ser que a senhora tencione envenenar Potter, e posso lhe garantir que teria a minha total solidariedade se fizesse isso, não posso ajudá-la."
- Severo Snape.


  • Umbridge: Potter! Diga a eles que eu não fiz por mal.
Harry: Desculpe, professora, mas não devo contar mentiras.


  • Rony:Ei! Ei, Harry!! Tem cérebro aqui ha ha ha ha, não é esquisito, Harry?
Harry: Rony, saia do caminho, se abaixe...
Rony: Sério, Harry, são cérebros!! Olhe... Accio Cérebro!!
Harry: Rony q m...
Rony: Ha ha ha, Harry, olhe só isso!!! Harry, vem, pega nele; aposto como é estranho...
- Ronald Weasley e Harry Potter em uma luta contra comensais da morte(Rony foi enfeitiçado)


  • "Na verdade, sua incapacidade de compreender que há coisas muito piores do que a morte sempre foi sua maior fraqueza..."
- Alvo Dumbledore, sobre o maior defeito de Voldemort


  • "Não há vergonha no que você está sentindo, Harry. Pelo contrário... o fato de ser capaz de sentir dor com tal intensidade é a sua maior força..."
- Alvo Dumbledore.


  • "Os jovens não podem saber como os idosos pensam e sentem. Mas os velhos são culpados quando se esquecem do que era ser jovem..."
- Alvo Dumbledore.


  • "Algumas feridas são profundas demais parar sarar."
- Alvo Dumbledore.


  • "A indiferença e o abandono muitas vezes causam mais danos do que a aversão direta..."
- Alvo Dumbledore.


  • "Está na hora de lhe dizer o que deveria ter-lhe dito há cinco anos, Harry. Sente-se, por favor. Vou lhe contar tudo."
- Alvo Dumbledore.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe[editar]

  • "O senhor está aceitando a notícia bem melhor do que o seu antecessor. Aquele tentou me atirar pela janela, achou que eu era uma peça pregada pela oposição."
- Cornélio Fudge, quando contou ao Primeiro Ministro dos Trouxas sobre a existência de um Primeiro Ministro do mundo bruxo.


  • Mcgonagall: "Porque sempre que acontece alguma coisa vocês sempre estão por perto?"
Rony: "Acredite professora, eu me pergunto isso há 6 anos."
- Professora Mcgonagall, referindo-se ao ataque de Cátia Bell.


  • "Sem dúvida, ele tem um corpo e está andando e falando e matando, então suponho, para os efeitos desta conversa, que, sim, está vivo."
- Cornélio Fudge, referindo-se a Lord Voldemort.


  • Primeiro-Ministro dos Trouxas: "Mas pelo amor de Deus... vocês são bruxos! Podem fazer bruxarias! Com certeza são capazes de resolver... bem... qualquer coisa!"
Fudge: "O problema é que o outro lado também sabe fazer bruxarias, Primeiro-Ministro."


  • Dumbledore:"Não estou preocupado, Harry. Estou com você.


Dumbledore: "... contudo, a grosseria acidental ocorre com alarmante freqüência."


  • "E agora, Harry, vamos sair para a noite em busca dessa sedutora volúvel, a aventura."
- Alvo Dumbledore.


  • "Já perdi a conta do número de vezes que repeti isso nos últimos anos, mas estamos novamente desfalcados de um funcionário nos nossos quadros."
- Alvo Dumbledore.


Dumbledore: "A professora Umbridge se meteu em confusões com o nosso rebanho de centauros. Acho que você, Horácio, teria tido o bom senso de não entrar na Floresta e chamar uma horda de centauros de 'mestiços nojentos'."


  • "Tiro o chapéu para você, ou tiraria se não fosse o receio de provocar uma chuva de aranhas em sua cabeça."
- Alvo Dumbledore.


  • "Para que se preocupar com Você-Sabe-Quem? DEVIA mais era se preocupar com O-APERTO-VOCÊ-SABE-ONDE, a prisão de ventre que acometeu a nação!"
- Cartaz na vitrine da Gemialidades Weasley.


  • Arthur: "Será que estou prestes a descobrir aonde você, Rony e Hermione foram enquanto pensávamos que estivessem na sala dos fundos da loja de Fred e Jorge?"
Harry: "Como foi que o senhor...?"
Arthur: "Por favor, Harry. Você está falando com o homem que criou Fred e Jorge."


  • "Que prazer ter aparecido, Potter, embora seja evidente que, em sua opinião, o uso do uniforme da escola desmerece a sua aparência."
- Severo Snape.


"Cinqüenta pontos a menos para a grifinória pelo atraso. E, vejamos, mais vinte por sua roupa de trouxa. Sabe, creio que nunca houve uma Casa com pontos negativos no ínicio do trimestre, e ainda nem chegamos à sobremesa. Talvez você tenha estabelecido um recorde, Potter."

- Professor Snape.
  • Harry: "Bem, tem uma coisa boa. Snape irá embora até o fim do ano."
Rony: "Como assim?"
Harry: "O cargo é azarado. Ninguém agüentou mais de um ano... Quirrel até morreu. Pessoalmente, vou torcer para que haja outra morte..."


  • Snape: "Você está lembrado que eu disse para praticar feitiços não-verbais, Potter?"
Harry: "Sim."
Snape: "Sim, senhor."
Harry: "Não é preciso me chamar de 'senhor', professor."


  • "Erro como qualquer outro homem. De fato, sendo, perdoe-me, bem mais inteligente do que a maioria, os meus erros tendem a ser proporcionalmente maiores."
- Alvo Dumbledore.


  • Hermione: "Ainda dá para ver as marcas das detenções em que aquela mulher maligna fez você escrever com o próprio sangue, mas você sustentou sua história."
Rony: "Ainda dá para ver as marcas deixadas pelos miolos que me agarraram no Ministério, olhe..."
Hermione: "E não foi nada mal você ter crescido uns trinta centímetros no verão."
Rony: "Eu sou alto."


  • Harry: "Se você não abrir a porta nós a arrombaremos."
Hagrid: "Como ousa dizer que vai arrombar a minha porta, sou um professor, Potter, um professor."
Harry: "Desculpe, senhor."
Hagrid: "Desde quando você me chama de senhor?"
Harry: "Desde quando voce me chama de Potter?"


  • "Amanhã, eu prefiro que você use o despertador."
- Rony Weasley, quando Harry usa o feitiço Levicorpus nele.


  • "E eles adorariam que eu me alistasse. Seríamos grandes companheiros se eles não insistissem em me liquidar."
- Harry Potter, referindo-se aos Comensais da Morte.


  • "Que diferença faz se estamos contrabandeando objetos das Trevas para FORA da escola? Deviam verificar o que trazemos para DENTRO, não?"
- Rony Weasley.


  • "Você é capaz de defender qualquer coisa quando está em forma, você tem é um problema mental!"
- Harry Potter, falando com Rony sobre sua dificuldade como goleiro no time de quadribol da Grifinória.


  • "Harry acordou na manhã seguinte se sentindo meio tonto e confuso em consequência de uma série de sonhos em que Rony o perseguira com um bastão de quadribol."
- Narrador.


  • "Lá, à vista de toda a sala, estava Rony enroscado de tal forma em Lilá Brown que era difícil dizer que mãos eram de quem."
- Narrador.


  • Hermione: "E, de qualquer modo, as poções do amor não são das Trevas nem perigosas..."
Harry: "Para você é fácil falar."


  • "Engraçado, jamais tive a impressão de ter conseguido ensinar alguma coisa a Potter."
- Severo Snape.


  • Rony: "ENTÃO SNAPE ESTAVA SE OFERECENDO para ajudar Malfoy? Sem a menor dúvida ele estava se oferecendo para ajudar Malfoy?"
Harry: "Se você perguntar isso mais uma vez, vou enfiar este talo de couve..."
Rony: "Só estou confirmando!"


  • Rony: "Bem, a gente não pode quebrar um Voto Perpétuo..."
Harry': "Até aí eu concluí sozinho, por mais estranho que pareça. E o que acontece se a gente quebra?"
Rony: "Morre. Fred e Jorge tentaram me convencer a fazer um quando eu tinha cinco anos. E quase fiz, eu estava segurando as mãos de Fre e tudo, quando papai nos encontrou. Ele pirou. Foi a única vez que vi papai tão furioso como a mamãe. Fred diz que depois disso a nádega esquerda dele nunca mais foi a mesma."
Harry: "É, bem, deixando de lado a nádega esquerda de Fred..."


  • Harry: "Mas já soltaram o Lalau Shunpike, não?"
Arthur Weasley: "Receio que não. Sei que Dumbleodore tentou apelar diretamente para Scrimgeour no caso do Lalau... Quero dizer, qualquer um que de fato tenha entrevistado o garoto concorda que ele é tão Comensal da Morte quanto esta tangerina"


  • Molly: "Rony! Nunca mais me deixe ver você atirando facas!"
Rony: "Não vou deixar... você ver."


  • Harry Potter: "Legal. Estiloso. Decididamente, você tem que usar isso na frente de Fred e Jorge."
Rony: "Se você contar a eles... eu... eu... eu vou..."
Harry: "Gaguejar para mim? Ah, vai, você acha que eu faria isso?"
Rony: "Mas como ela pôde pensar que eu ia gostar de uma coisa dessas?"
Harry: "Bom, procure se lembrar. Alguma vez você deixou escapar que gostaria de aparecer em público com as palavras "Meu Namorado" penduradas no pescoço?


  • "Bem, descobrimos que gostamos cada vez mais de você, mamãe, agora que temos de lavar as nossas meias."
- Jorge Weasley.


  • Scrimgeour: "Vejo que você é..."
Harry: "Por inteiro um homem de Dumbledore. Com certeza."


  • Harry: "Scrimgeour me acusou de ser um homem de Dumbledore"
Dumbledore: "Que crueldade a dele.."


  • Jorge: "Não foi bem assim que imaginávamos entregar nosso presente."
Fred: "É, quando imaginamos a cena, ele estava consciente."


  • Rony: "Olha, me deixa voltar para dar um murro no Percy."
Hermione: "Não."
Rony: "Mas eu vou me sentir melhor!"


  • Snape: "Vamos perguntar ao Potter como ele descreveria a diferenca entre um morto-vivo e um fantasma"
Harry: "Ah... bem... Fantasmas são transparentes..."
Snape: "Oh, muito bem. Sim, é fácil verificar que não desperdiçamos quase seis anos de estudos de magia com você, Potter. Fantasmas são transparentes.
Harry: "Sim, fantasmas são transparentes, mas Inferis sao corpos sem vida, certo? Então seriam sólidos..."
Snape: "Uma criança de 5 anos poderia ter nos dito isso. Um Inferius é um morto que foi reanimado por meio de um feitiço das Trevas. Um fantasma, como espero que a esta altura todos saibam, é uma impressão deixada por um morto na terra... e é claro, como diz Potter tão sabiamente, é transparente."
Rony: "Bem, o que Harry disse é muito útil para diferenciarmos os dois! Quando nos defrontarmos com uma aparição em um beco escuro, vamos olhar depressa para ver se é sólido, não é, não vamos perguntar: 'com licença, o senhor é uma impressão deixada por uma alma que partiu?'"


  • Hagrid: "Será que alguém poderia estar com raiva da equipe de quadribol da Grifinória? Primeiro a Cátia, agora o Rony..."
Jorge: "Não consigo ver ninguém tentando liquidar uma equipe de quadribol."
Fred: "Wood teria acabado com os jogadores da Sonserina se não tivesse de pagar pelo crime."


  • "Parece que metade da nossa família lhe deve a vida, agora que paro para pensar. Bem, só o que posso dizer é que foi um dia de sorte para os Weasley quando Rony resolveu sentar no seu compartimento no Expresso de Hogwarts, Harry."
- Arthur Weasley.


  • "Quando tem conflito e quando tem barulho, Chamem o Pirraça, ele dobra a confusão!"
- Pirraça.


  • Harry: "Que aconteceu?"
Madame Pomfrey: "Fratura no crânio. Não precisa se preocupar, emendei tudo na hora, mas vou mantê-lo aqui até amanhã. Você não deve fazer maiores esforços por algumas horas."
Harry: "Não quero ficar aqui até amanhã. Quero achar o McLaggen e matar ele."
Madame Pomfrey: "Creio que isso se enquadre entre 'maiores esforços'."


  • "Adivinhação está me saindo uma disciplina bem mais complicada do que pude prever, uma vez que eu mesmo nunca a estudei."
- Alvo Dumbledore.


  • "A grandeza inspira a inveja, a inveja engendra o despeito, o despeito produz a mentira."
- Lord Voldemort.


  • Murta Que Geme: "Prometi que não contaria a ninguém e vou levar o segredo dele para o..."
Rony: "... não para o túmulo, não é? Para a tubulação talvez..."


  • Hermione: "Já nos arriscamos muito para ajudar o Hagrid, afinal o Aragogue já morreu. Se fosse uma questão de salvar a vida dele..."
Rony: "Eu teria ainda menos vontade de ir. Você não o conheceu, Hermione. Pode acreditar, morto ele deve estar bem melhor."


  • Hermione: "Isto aqui é a Felix Felicis, presumo? Você não apanhou outro frasquinho cheio de... sei lá..."
Rony: "Essência de Insanidade?"


  • Nick: "O professor Dumbledore retornou à escola há uma hora. Soube pelo Barão Sangrento que o viu chegar. Parecia muito animado, segundo o Barão, embora um pouco cansado, é claro."
Harry: "E onde ele está?"
Nick: "Ah, gemendo e arrastando correntes da Torre de Astronomia, é um dos seus passatempos preferidos..."
Harry: "Não, não o Barão Sangrento. Dumbledore!"
Nick: "Ah... no escritório dele."


  • Gina: "Eu achei que as pessoas teriam mais o que fofocar. Três ataques de dementadores em uma semana, e só o que a Romilda Vane me pergunta é se é verdade que você tem um hipogrifo tatuado no peito."
Harry: "Que foi que você respondeu?"
Gina: "Que era um Rabo-Córneo húngaro. Muito mais macho."
Harry: "Obrigado. E o que você disse a ela que o Rony tem?"
Gina: "Um Mini-Pufe, mas eu não disse onde."


  • "É o desconhecido que receamos quando olhamos para a morte e a escuridão, nada mais."
- Alvo Dumbledore.


  • "Não estou preocupado, Harry. Estou com você."
- Alvo Dumbledore.


  • "Severo... por favor..."
- Alvo Dumbledore.


  • Hermione: "Continuei a examinar o resto dos Profetas antigos e encontrei uma pequena nota anunciando o casamento de Eillen Prince com um tal Tobias Snape, e mais tarde, outra anunciando que tinha dado à luz um..."
Harry: "... homicida."


  • "Eu achei que o Príncipe tinha um senso de humor perverso, mas nunca imaginei que fosse um homicida em potencial..."
- Hermione Granger.


  • "E ele soube, sem saber como sabia, que a fênix partira, deixara Hogwarts para sempre, da mesma forma que Dumbledore deixara a escola, deixara o mundo... deixara Harry."
- Narrador.

Harry Potter e as Relíquias da Morte[editar]

  • Duda: "Você salvou a minha vida."
Harry: "Não foi bem assim. Era a sua alma que o dementador queria..."


  • Petúnia Dursley: "Que amor, Dudoca... q-que beleza de g-garoto... ag-agradecendo..."
Héstia: "Mas ele não agradeceu! Ele só disse que não achava que Harry fosse um desperdício de espaço!"
Harry: "É, mas, vindo de Duda, isto equivale a dizer 'eu te amo'."


  • Molly: "Então, Rony, já limpou o seu quarto?"
Rony: "Por quê?! Por que o meu quarto tem que ser limpo? Harry e eu estamos muito bem no quarto do jeito que está."
Molly: "Vamos festejar o casamento do seu irmão dentro de alguns dias, jovem..."
Rony: "E eles vão casar no meu quarto?"


  • Harry: "Acho que Voldemort está procurando por ele"
Rony: "Coitado."


  • Hermione: "Não vai pegar bem a gente perder a hora amanhã."
Rony: "Não mesmo. A mãe do noivo cometer um homicídio triplo e brutal pode estragar o casamento."


  • Hermione: "Rony, você sabe muito bem que Harry e eu fomos criados por trouxas!Não ouvimos essas histórias quando éramos pequenos, ouvimos Branca de neve e os sete anões e Cinderela..."
Rony: "Que isso, uma doença?"


  • Bom, nenhum de nós gostou muito da idéia,Harry. Imagina se alguma coisa der errado e continuarmos para o resto da vida retardados, magricelas e ocludos.
- Fred Weasley, após se transfigurar em Harry Potter com o uso de Poção Polissuco.


  • “Abençoado seja, e pensar que já imaginei decepar a cabeça dele e pendurá-la na parede!”
- Rony, se referindo a Monstro.


  • Hermione: "Sabemos que a cobra não está na Albânia, normalmente acompanha Vol..."
Rony: "Eu não pedi para você parar de dizer isso?"
Hermione: "Ótimo! A cobra normalmente está com Você-Sabe-Quem...Feliz agora?"
Rony: "Nem tanto."


  • Rony: "A não ser que ela tenha arranjado um jeito de abrir e esteja possuída."
Harry: "Não faria a menor diferença, ela já era maligna desde o começo."
- Rony Weasley e Harry Potter, referindo-se à Dolores Umbridge.


  • Harry: "Hermione, ele acabou de salvar a minha..."
Hermione: "E eu com isso!"


  • Harry: "Foi melhor do que se poderia esperar, imagino."
Rony: "É. Poderia ter sido pior. Lembra aqueles passarinhos que ela lançou contra mim?"
Hermione: "Ainda não eliminei essa possibilidade."


  • Hermione: "Espere!! Não podemos ir até lá assim!! Precisamos de um plano!"
Rony: "E desde quando nossos planos deram certo?"


  • Rony: "Desculpe, acho que dá mais medo ser for meia-noite!"
Harry: "É, estamos realmente precisando de um pouco mais de medo em nossas vidas."


  • "Pedimos desculpas por nossa temporária ausência do éter, por força de várias visitas dos encantadores Comensais da Morte em nossa área."
- Lino Jordan, na rádio Observatório Potter.


  • Lino: "Suponho que ter um meio-irmão de quase cinco metros de altura ajude a pessoa a escapar dos Comensais da Morte, não?"
Lupin: "Isso lhe daria uma certa vantagem. Posso acrescentar que, embora aqui no Observatório Potter aplaudamos a iniciativa dele, gostaríamos de insistir com os partidários mais revoltosos de Harry que não sigam o exemplo de Hagrid. Festas tipo 'Apóie Harry Potter' são absolutamente insensatas no clima atual."


  • "As coisas já estão bem ruins sem precisarmos inventar nada. Por exemplo, essa nova idéia de Você-Sabe-Quem ser capaz de matar com um olhar. Isto quem faz é o basilisco. Um teste simples é verificar se aquilo que está olhando para vocês tem pernas. Se tiver, pode fixá-la nos olhos sem medo, embora haja a possibilidade de ser a última coisa que você fará na vida, se for realmente Você-Sabe-Quem."
- Fred Weasley.


  • "Bem, quem não iria querer tirar umas férias agradáveis depois de todo o trabalho pesado que tem feito? Pessoal, a questão é: não se deixem embalar pela falsa sensação de segurança achando que ele está fora do país. Talvez ele esteja, talvez não, mas o fato é que, quando quer, ele consegue se mover mais rápido do que Severo Snape fugindo de um shampoo."
- Fred Weasley, falando de Lord Voldemort.


  • "O espírito sem limites é o maior tesouro do homem."
-Rowena Ravenclaw


  • "Eu sempre quis usar esse feitiço!"
- Minerva McGonagall, referindo-se ao feitiço Piertotum Locomotor, na Batalha de Hogwarts.


  • Rony: "A corça prateada! Foi você também?"
Aberforth: "Do que você está falando?"
Rony: "Alguém nos mandou uma corça Patrono até nós!"
Aberforth: "Com um cérebro desses, você poderia ser Comensal da Morte, filho. Não acabei de provar que o meu Patrono é um bode?"


  • Neville: "Que foi que vocês fizeram com o dragão?"
Rony: "Soltamos no mato. Hermione era a favor de adotá-lo como bicho de estimação..."


  • "Aberforth está ficando meio rabugento. Ele quer dormir, e aquilo virou uma estação de trem."
- Fred Weasley.


  • "Porque Potter tentaria entrar na Torre da Corvinal? Potter pertence à minha Casa!"
- Minerva McGonagall.
"Você não matará mais ninguém esta noite."
  • Amico: "Meia dúzia de garotos a mais ou a menos, que diferença faz?"
McGonagall: "Apenas a diferença entre a verdade e a mentira, a coragem e a covardia."


  • Percy: "Fui um tolo! Fui um idiota, um covarde, um pomposo, fui um... um..."
Fred: "Cego pelo Ministério, um renegador da família, um debilóide sedento de poder."
  • Percy: "Fui tudo isso que ele falou!"


  • "Isso é hora? Oi! Tem uma guerra rolando aqui!"
- Harry Potter, quando Rony e Hermione se beijam no meio da batalha.


  • "SE MORRERMOS POR CAUSA DELES, EU VOU MATAR VOCÊ, HARRY!"
- Rony Weasley, quando mergulharam de vassoura na Sala Precisa procurando Draco e seus amigos.


  • Rony: "Como... como vamos entrar? Poderia... ver o lugar... se ao menos tivessemos... Bichento..."
Hermione: "Bichento? Você é um bruxo ou não é?"
Rony: "Ah... certo... é..."


  • Sirius: "Toda a minha família foi da Sonserina."
Tiago: "Caramba, e eu que pensei que você fosse legal!"


  • "Peço a você um único e grande favor, Severo, porque a morte está vindo me buscar tão certo quanto os Chudley Cannons terminarão este ano em útimo lugar."
- Alvo Dumbledore.
  • "Cuidarei do garoto pessoalmente. Cometeram-se erros demais com relação a Harry Potter. Alguns foram meus. Que Harry Potter ainda viva deve-se mais aos meus erros do que aos seus êxitos."
-Lord Voldemort


  • Snape: "Que é que você está fazendo com Potter, todas essas noites em que se trancam no gabinete?"
Dumbledore: "Por quê? Você está tentando lhe dar mais detenções, Severo? Logo o menino passará mais tempo em detenções do que fora delas."


  • Snape:"Quer que faça agora ou precisa de um tempo para fazer um epitáfio?"
- Snape referindo-se a tarefa de matar o diretor.


  • "Você é o verdadeiro Senhor da Morte, porque o verdadeiro senhor não busca fugir da morte. Ele aceita que deve morrer, e compreende que há coisas piores, muito piores do que a morte no mundo dos viventes."
- Alvo Dumbledore.


  • "Não tenha piedade nos mortos, Harry. Tenha piedade dos vivos e, acima de tudo, dos que vivem sem amor."
- Alvo Dumbledore.


  • "A MINHA FILHA NÃO, SUA VACA!"
- Molly Weasley, quando Belatriz tentou matar Gina.


  • "Você não matará mais ninguém esta noite."
- Harry Potter.


  • "Vencemos, esmagamos a fera, Potter é o máximo

Voldy já era, então agora vamos nos divertir à vera!"

- Pirraça.


  • "A varinha não vale a confusão que provoca. Sinceramente, já tive problemas suficientes para a vida toda."
- Harry Potter.


  • Rony: "Afinal, conseguiu estacionar direito? Eu consegui. Hermione não acreditou que eu pudesse passar no exame de motorista dos trouxas, não é mesmo? Achou que eu ia precisar confundir o examinador.
Hermione: "Não pensei, não. Fiz a maior fé em você."
Rony: Pois eu confundi, mesmo. Só me esqueci de olhar pelo retrovisor externo, e, cá entre nós, posso usar um Feitiço Supersensorial para isso.”


  • "Se você não for para a Grifinória, nós o deserdaremos, mas não estou pressionando ninguém.
- Ronald Weasley, se dirigindo a seu filho Hugo.


  • "- Por que eles estão todos nos encarando? – perguntou Alvo, enquanto ele e Rosa se esticavam para olhar os outros estudantes.
- Não se preocupe – disse Rony. – É comigo. Sou excepcionalmente famoso."


  • Rony: "Então aquele é o pequeno Escórpio. Não deixe de superá-lo em todos os exames, Rosinha. Graças a Deus você herdou a inteligência de sua mãe."
Hermione: "Rony, pelo amor de Deus. Não tente indispor os dois antes mesmo de entrarem para a escola!"
Rony: "Você tem razão, desculpe, mas não fique muito amiga dele, Rosinha. Vovô Weasley nunca perdoaria se você se casasse com um puro-sangue."
  • "A cicatriz não incomodara Harry nos últimos dezenove anos. Tudo estava bem."
- Narrador, último parágrafo do epílogo.


Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Harry Potter.


Commons-logo.svg
O Wikimedia Commons possui multimídia sobre: Harry Potter.