George Harrison

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Harrison
George Harrison
George Harrison em outros projetos:
Baixo de Paul McCartney e Guitarra de George Harrison

George Harrison (25 de fevereiro de 194329 de novembro de 2001), músico, cantor e produtor mais conhecido como um membros dos Beatles.


Question book-3.svg Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências. Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes.
  • "Penso que as pessoas que conseguem realmente viver uma vida na música estão a dizer ao mundo: 'Podem ter o meu amor, podem ter os meus sorrisos. Esqueçam as partes más, não precisam delas. Fiquem só com a música, a qualidade, por que isso é o melhor, e é essa parte que eu dou.'"
  • "Enquanto odiares, haverá gente para odiar."
  • "Amem-se uns aos outros."
    • Últimas palavras.
  • "Acho que a música popular se tornou realmente estranha. Ou é demasiado lamechas ou é dura e desagradável."
  • "A coisa mais agradável é abrir os jornais e não nos vermos lá."
  • "A minha música, não importa se a fiz há vinte anos ou ontem. Não vai com modas. As minhas calças não ficam mais largas ou mais apertadas de seis em seis meses. A minha música fica tal como que é, é assim que eu gosto dela."
  • "A música Rap é porcaria computadorizada. Ouço o Top of the Pops e ao fim de três canções tenho vontade de matar alguém."
  • "Eu estou a sorrir"
    • Em resposta a um repórter que lher perguntou porque não sorria mais vezes.
  • Reportér: Que nome dá a esse penteado?
  • Harrison: "Arthur."

Sobre os Beatles[editar]

  • "O mundo usou-nos como desculpa para enlouquecer."
  • "Os Beatles existirão sem nós."
  • "Pela parte que me toca, não haverá uma reunião dos Beatles enquanto John Lennon permancer morto."
  • "Vocês (os fãs) deram o dinheiro, deram os gritos, mas nós? Nós demos o sistema nervoso."