Eclipse (livro)

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eclipse (Eclipse, no Brasil e em Portugal) é o terceiro volume da saga Crepúsculo, série de livros de fantasia e romance escrita por Stephenie Meyer. Nos Estados Unidos, a primeira edição foi publicada em 2007.

1. Ultimato[editar]

  • — Falando sério, por que você sempre isso (O Morro dos Ventos Uivantes)? [...]
    — Acho que tem algo a ver com a inevitabilidade. Não pode separá-los... Nem o egoísmo dela, nem a maldade dele, nem mesmo a morte, no final...
  • [...] Se pudéssemos engarrafar sua sorte, teríamos uma arma de destruição em massa.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 32.
  • — Você faz mesmo alguma ideia da importância que tem para mim? Alguma noção do quanto a amo? [...]
    — Eu sei o quanto eu amo você. — respondi.
    — Você compara uma árvore pequena com toda uma floresta.
    • Edward Cullen e Bella Swan, página 34.

3. Motivos[editar]

  • — Eu não tinha nenhum sanguessuga na discagem rápida.
  • [...] — Vou passar na sua cripta depois da aula.
    • Jacob Black para Edward Cullen, página 65.

4. Natureza[editar]

  • "Fico muito feliz por Edward não ter matado você. Tudo fica muito mais divertido com você por perto."
  • Cuide de meu coração — ele ficou com você.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 76.

5. Imprinting[editar]

  • — É verdade mesmo que você está batendo o pé? Pensei que as meninas só fizessem isso na tevê.
    • Jacob Black para Bella Swan, página 93.

6. Suíça[editar]

  • "Sou um país neutro. Sou a Suíça. Recuso-me a ser afetada por disputas territoriais entre criaturas míticas."
    • Bella Swan para Edward Cullen, página 111.
  • — Parece que você não entende como um lobisomen jovem pode ser perigoso. [...] Você não devia ficar tão despreocupada.
    Minha voz ficou acre.
    — Sim, porque uma festinha do pijama de vampiros é o cúmulo do comportamento seguro.
  • — Você criou um problema. — eu disse devagar, destacando cada palavra. — Um problema enorme. Os ursos coléricos vão parecer domesticados perto do que está esperando por você aqui.
    • Bella Swan para Edward Culle (via celular), página 115.

7. Final Infeliz[editar]

  • — Gostaria de ouvir minha história, Bella? Não tem um final feliz... Mas qual das nossas histórias tem? Se tivéssemos finais felizes, todos estaríamos sob lápides.
  • — Eu não quero Edward dessa maneira, Bella. Jamais quis... Eu o amo como a um irmão, apesar de ele ter me irritado desde o primeiro momento em que eu o ouvi falar. [...]
    • Rosalie Hale, página 125.

8. Mau Gênio[editar]

  • — Isso é ótimo. — comentei quando ele pegou refrigerantes quentes no saco do armazém. — Eu estava com saudade deste lugar.
    Ele sorriu, olhando o telheiro de plástico sobre nossa cabeça.
    — É posso entender isso. Todo o esplendor do Taj Mahal, sem a inconveniência nem as despesas de viagem para a Índia.
    • Bella Swan e Jacob Black, página 134.
  • — [...] É melhor até morrer. Eu preferia que moresse.
    • Jacob Black para Bella Swan, página 138.
  • Você pode me manter refém a hora que quiser.
    • Bella Swan para Edward Cullen, página 142.
  • — Você pretende voltar a La Push em breve? [...]
    — Não tenho planos de voltar. [...] Não acho que vá ser bem recebida. — sussurrei.
    — Você atropelou o gato de alguém?
    • Edward Cullen e Bella Swan, página 143.
  • — Você fica linda quando está com ciúme. É surpreendentemente desfrutável.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 146.
  • — Durma, minha Bella. Tenha sonhos felizes. Você foi a única que tocou meu coração. Sempre serei seu. Durma, meu único amor.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 146.

10. Cheiro[editar]

  • — É mesmo impossível usar uma roupa, Jacob? [...]
    — Só é mais fácil.
    — O que é mais fácil? [...]
    — Já é um porre carregar a bermuda comigo, que dirá uma muda completa de roupas. O que acha que eu sou, uma mula de carga?
    • Bella Swan e Jacob Black, página 160.
  • — Minha seminudez a incomoda?
    • Jacob Black para Bella Swan, página 160.
  • — Você está... sensual.
    Eu ri alto.
    — Tá legal.
    — Na verdade, muito sensual.
    • Edward Cullen e Bella Swan, página 174.

11. Lendas[editar]

  • Ficar com pessoas extremamente hábeis o tempo todo estava me deixando com complexo.
    • Bella Swan, página 176.

12. Tempo[editar]

  • — Eu previ... — começou Alice num tom agourento.
    • Alice Cullen para Edward Cullen e Bella Swan, página 194.
  • "Se houvesse uma maneira de eu me tornar humano por você... por pior que fosse o preço, eu pagaria."
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 198.
  • — Eu não sou esse tipo de garota, Edward. Aquela que se casa assim que termina a escola como uma caipira provinciana que engravida do namorado! Sabe o que as pessoas pensariam? Percebe em que século estamos? Ninguém se casa aos 18 anos! Não gente inteligente, responsável, madura! Eu não posso ser essa garota! Não é assim que eu sou...
    • Bella Swan, página 200.
  • — Bella deve entender isso também. Ela agora é uma de nós.
    • Jasper Hale para Bella Swan e os Cullen, página 206.

13. Recém-criado[editar]

  • — [...] Ela estava lá... esperando por mim, naturalmente. [...] Ela pulou do banco alto no canto assim que entrei e veio diretamente na minha direção. E as emoções que emanavam dela não eram nada parecidas com o que eu havia sentido antes.
    "'Você me deixou esperando tempo demais', disse ela."
    Não percebi que Alice estava de novo atrás de mim.
    — E você inclinou a cabeça, como um bom cavalheiro do sul, e disse: "Desculpe, senhora." — Alice riu da lembrança.
    Jasper sorriu para ela.
    — Você estendeu a mão e eu a peguei sem parar para pensar no que estava fazendo. Pela primeira vez em quase um século eu senti esperança.
    • Jasper Hale e Alice Cullen para Bella Swan, página 218.
  • — Emmett e eu estávamos caçando. Jasper apareceu, coberto de cicatrizes de batalha, rebocando essa baixinha exótica — ele assentiu para Alice de brincadeira —, que os [a família toda] conhecia pelo nome, sabia tudo sobre eles e queria saber para que quarto ela podia se mudar.
    • Edward Cullen, página 219.

14. Declaração[editar]

  • Tentei imaginar dizer a meus pais que eu me casaria naquele verão. Contar a Angela, Ben e Mike. Eu não podia. Não conseguia pensar no que dizer. Seria mais fácil dizer a eles que estava me tornando uma vampira.
    • Bella Swan, página 234.

15. Aposta[editar]

  • — [...] Mal posso esperar para ver o que Edward fará com você! Espero que ele quebre seu pescoço, seu CACHORRO impertinente, arrogante e debilóide.
    • Bella Swan para Jacob Black, página 240.
  • — Odeio você, Jacob Black.
    — Isso é bom. O ódio é uma emoção apaixonada.
    — Vou lhe dar sua paixão. — murmurei. — Assassinato, o crime definitivo de paixão."
  • — Por que ela bateu em você?
    — Porque eu a beijei. — disse Jacob, sem a menor vergonha.
    — Que bom para você, garoto. — Charlie lhe deu os parabéns.
    • Charlie Swan e Jacob Black sobre Bella Swan, página 243.
  • — Mas se você devolvê-la machucada novamente... e não me importa de quem seja a culpa, não me importo se ela apenas tropeçar, ou se um meteoro cair do céu e a atingir na cabeça... se você devolvê-la a mim num estado menos perfeito do que eu a deixei, passará a correr com três pernas. Entendeu isso vira-lata?
    • Edward Cullen para Jacob Black sobre Bella Swan, página 246.
  • — Eu também vou lutar por ela. Deve saber disso. Não acho que tenho tudo garantido e vou lutar duas vezes mais do que você.
    • Edward Cullen para Jacob Black sobre Bella Swan, página 246.
  • — Ela é minha. — A voz baixa de Edward de repente era sombria, não tão composta quanto antes. — Eu não disse que faria uma luta justa.
    • Edward Cullen para Jacob Black sobre Bella Swan, página 246.
  • Emmett sorriu.
    — Caiu de novo, Bella?
    Eu o fuzilei com os olhos.
    — Não, Emmett. Dei um soco na cara de um lobisomem.
    Emmett piscou, depois soltou uma gargalhada trovejante.

16. Marco[editar]

  • — [...] Fico me sentindo tão inútil. Tão... normal. — Ela se encolheu, com horror da palavra.
    — Nem imagino como deve ser horrível. Ser normal? Eca.
    • Alice Cullen e Bella Swan, página 251.
  • [...] Edward estava no banco traseiro da viatura policial de meu pai, atrás da divisória de fibra de vidro, com cara de quem se divertia — talvez por causa da expressão alegre de meu pai, e do sorriso que se alargava a cada vez que Charlie olhava Edward pelo retrovisor.
    • Bella Swan, página 253.
  • Eles se destacavam do resto da multidão, com sua beleza e graça de outro mundo. Perguntei-me como pude ter caído naquela sua farsa sobre serem humanos. Um casal de anjos, parado ali com as asas intactas, seria mais discreto.
    • Bella Swan sobre Alice and Edward Cullen, página 255.

17. Aliança[editar]

  • [...] Vi Emmett sorrir para Mike perto da mesa com a comida, as luzes vermelhas reluzindo em seus dentes brancos, e observei Mike automaticamente dar um passo para trás.
    • Bella Swan, página 265.

19. Egoísmo[editar]

  • — A compulsão do imprinting é uma das experiêcias mais forte que já testemunhei na vida, e vi algumas coisas estranhas. [...] Isso me lembra de Sonho de uma Noite de Verão, com todo o caos causado pelos feitiços de amor das fadas... É como magia. — Ele sorriu. — É quase tão forte quanto o que sinto por você.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 299.
  • "Perguntei-me se eu era um monstro. Não do tipo que ele [Edward] julgava ser, mas um monstro real. Do tipo que magoa as pessoas. Do tipo que desconhecia limites quando se tratava de fazer o que queria."
    • Bella Swan, página 301.

20. Conciliação[editar]

  • Eu nem acreditava em como me sentia desajeitada e idiota. Eu era tão inocente — o que claramente era central à discussão. Não fazia a menor ideia de como ser sedutora. Eu teria de contentar com ficar corada e constrangida.
    • Bella Swan, página 316.
  • — Bella — murmurou ele, a voz quente e aveludada. — Poderia por favor parar de tentar tirar a roupa?
    — Quer fazer essa parte? — perguntei confusa.
    • Edward Cullen e Bella Swan, página 322.
  • — Você faz com que eu me sinta o vilão de um melodrama... Torcendo o bigode enquanto tenta roubar a virtude de uma pobre moça.
    • Bella Swan para Edward Cullen, página 324.
  • — Eu minto o tempo todo.
    — Sim, mas você é uma mentirosa tão ruim que não conta. Ninguém acredita em você.
    • Bella Swan e Edward Cullen, página 325.
  • — Mas o que você cobiçou? — perguntei, em dúvida. — Você tem tudo.
    — Eu cobicei você. — Seu sorriso ensombreceu. — Não tenho o direito de querer você... Mas estendi a mão e peguei assim mesmo. E agora olha no que você se transformou! Tentando seduzir um vampiro. — Ele sacudiu a cabeça, fingindo pavor.
    • Bella Swan e Edward Cullen, página 325.
  • — Não pode me fazer ir a um lugar em que você não está — eu jurei. — Esta é minha definição de inferno. De qualquer modo, tenho uma solução fácil para tudo isso; jamais vamos morrer, não é?
    • Bella Swan para Edward Cullen, página 325.
  • — Ah, não. — eu arfei enquanto ele se ajoelhava.
    — Seja boazinha. — murmurou ele. [...]
    — Isabella Swan? — Ele me olhou através dos cílios incrivelmente longos, os olhos dourados suaves mas, de certo modo, ainda em brasa. — Prometo amá-la para sempre... a cada dia da eternidade. Quer se casar comigo?
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 329.

21. Rastros[editar]

  • O impulso de brigar devia ser uma característica que definia o cromossomo Y. Todos ele eram iguais.
    • Bella Swan, página 331.
  • — Edward foi a única pessoa que eu beijei.
    — Além de mim.
    — Mas não conto aquilo como um beijo, Jacob. Foi mais uma agressão.
    • Bella Swan e Edward Cullen, página 341.
  • — Às vezes acho que você me prefere como lobo.
    — E às vezes prefiro. Provavelmente tem alguma relação com o fato de você não poder falar. [...]
    — Não, não acho que seja isso. Acho que é mais fácil para você ficar perto de mim quando não sou humano porque você não precisa fingir que não sente atração por mim. [...]
    — Não. Tenho certeza absoluta de que é porque você não pode falar.
    • Jacob Black e Bella Swan, página 342.

22. Fogo e Gelo[editar]

  • — Embora possa parecer estranho, acho que estou feliz por você estar aqui, Jacob.
    — Quer dizer, "Embora fosse adorar matá-lo, fico feliz que ela esteja aquecida", não é?
    — É uma trégua desagradável, não acha?
    • Edward Cullen e Jacob Black, página 356.
  • — [...] Sabe, Jacob, se não fosse pelo fato de sermos inimigos naturais e você também estar tentando roubar a razão de minha existência, eu podia gostar de você.
    — Talvez... se você não fosse um vampiro repugnante planejando tirar a vida da garota que eu amo... bom, não, nem assim.
    • Edward Cullen e Jacob Black, página 360.
  • — E quando esta pequena trégua vai terminar? Quando amanhecer? Ou vamos esperar até depois da luta?
    Houve uma pausa enquanto os dois refletiam.
    — Ao amanhecer — sussurraram juntos, depois riram baixo.
    • Jacob Black e Edward Cullen, página 361.

23. Monstro[editar]

  • Eu era como Cathy, como O Morro dos Ventos Uivantes, só que minhas opções eram muito melhores do que as dela, nem do mal, nem doentias. E ali estava eu sentada, chorando, sem fazer nada de produtivo para corrigir a situação. Exatamente como Cathy.
    • Bella Swan sobre Edward Cullen e Jacob Black, página 370.
  • Seth se colocou de pé num salto de repente, os pêlos da nuca eriçando-se. Olhei em volta, mas nada vi. Se Seth não parasse com aquilo, eu atiraria uma pinha nele.
    • Bella Swan, página 372.

24. Decisão Repentina[editar]

  • "[...] quando eu a deixei, Bella, deixei-a sangrando. Foi Jacob que a suturou. Isso tinha de deixar sua marca... nos dois. Não tenho certeza se esse tipo de sutura se dissolve sozinha."
    • Edward Cullen, página 381.
  • Eu posso ser nobre, Bella. Não vou fazer com que escolha entre nós dois. Seja feliz e você pode ter a parte de mim que quiser, ou nenhuma delas, se for melhor assim. Não deixe que sua decisão seja influenciada por nenhuma dívida que pense ter comigo.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 381.
  • — O que aconteceu com a reação? Não comece com o auto-sacrifício nobre agora! Lute!
    • Bella Swan para Edward Cullen, página 381.
  • — [...] você é estranhamente moralista para um vampiro.
    • Bella Swan, página 382.
  • [Victoria] girou e disparou para o refúgio da floresta como uma flecha de um quinho.
    Mas Edward era mais rápido — a bala de uma arma.
    • Bella Swan, página 393.

26. Ética[editar]

  • — Claro, Bella, não se preocupe. Ele estava consciente o bastante para caçoar de mim.
    — Caçoar de você?
    — É... Entre insultos à mãe de alguém e falar o nome do Senhor em vão, ele disse: "Aposto que hoje está feliz por ela amar o Cullen e não a mim, hein, Charlie?"
    • Charlie Swan para Bella Swan sobre Jacob Black, página 416.
  • "Eu sou perfeito para você, Bella. Teria sido tranquilo para você... confortável, fácil como respirar. Era o caminho natural que sua vida teria tomado [...]. Se o mundo fosse como devia ser, se não houvesse monstros e nenhuma magia..."
    • Jacob Black, página 425.
  • — Ele é como uma droga para você, Bella. — Sua voz ainda era gentil e nada crítica. — Vejo que você não pode viver sem ele agora. É tarde demais. Mas eu teria sido mais saudável. Não uma droga; eu teria sido o ar, o sol.
    O canto de minha boca se virou para cima num meio-sorriso tristonho.
    — Antigamente eu pensava em você assim, sabia? Como o sol. Meu sol particular. Você compensava bem as nuvens para mim.
    Ele suspirou.
    — Com as nuvens eu posso lidar. Mas não posso lutar com um eclipse.
    • Jacob Black e Bella Swan, página 425.

27. Necessidades[editar]

  • Não foram Edward e Jacob que tentei obrigar a se unir, foram as duas partes de mim mesma, a Bella de Edward e a Bella de Jacob. Mas elas não podiam existir juntas e eu jamais deveria ter tentado.
    • Bella Swan, página 431.
  • — Bella... Você tem certeza? Tomou a decisão certa? Eu nunca a vi com tanta dor... - Sua voz falhou na última palavra.
    Mas eu conhecia dor pior.
    • Edward Cullen para Bella Swan, página 432.
  • — "Se todo o mais perecesse e enquanto ele perdurasse, eu ainda continuaria a existir; e se tudo o mais restasse e ele fosse aniquilado, o universo se tornaria muito mais estranho." [...] Sei exatamente como ela quis dizer. E sei com quem não posso deixar de viver.
    • Bella Swan para Edward Cullen sobre Cathy, personagem de O Morro dos Ventos Uivantes, página 433.
  • — Diga-me por que não, Bella — exigiu ele. — E é melhor que não tenha a ver comigo.
    Tudo em meu mundo tinha a ver com ele. Que coisa mais tola de se esperar.
    • Edward Cullen e Bella Swan, página 439.
  • Ele, mais uma vez, colocou minha aliança no dedo anular da mão esquerda.
    Onde ficaria — acredito que pelo resto da eternidade.
    • Bella Swan, página 440.

Epílogo: Escolha[editar]

  • — Eu nem gosto de Bella Swan. E você vem me fazendo lamentar por essa amante de sanguessuga como seu eu também estivesse apaixonada por ela. Não consegue entender que isso pode ser meio perturbador? Eu sonhei em beijá-la ontem à noite! Que diabos eu posso fazer com isso?

Referências

  • Meyer, Stephenie. (2009). Eclipse. [Tradução de Ryta Magalhães Vinagre]. Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 446, 1ª Edição. ISBN 978-85-98078-41-0
Wikipedia-logo.png
A Wikipédia possui um artigo de ou sobre: Eclipse (livro).