Billie Joe Armstrong

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Billie Joe Armstrong
Billie Joe Armstrong
Billie Joe Armstrong em outros projetos:

Billie Joe Armstrong (nascido em 17 de fevereiro de 1972) é vocalista e guitarrista da banda Green Day.


Atribuídos[editar]

Question book-3.svg Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências. Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes.
  • “Existem muitas coisas na vida que você acha que precisa como televisão, revistas, professores dizendo que você tem que ganhar dinheiro e ser bem-sucedido, mas se você tem algum tipo de esperança, algo em que se segurar, então tudo isso não vai mais importar. Se você consegue fazer com que seu próximo dia seja melhor do que o anterior, aí você vai ver que é o que realmente significa e não tudo aquilo que as pessoas acham que você precisa para sua vida.”
  • "Apenas 99% da população se masturba, enquanto os outros 1%, mentem sobre isso."
  • "Odeio famosos. Eu realmente os odeio."
  • "Emos não existem e nunca vão existir, é só mais uma modinha fútil de homossexuais."
  • "Não há nada de errado em ser um "loser". Isso apenas depende de quanto vece é bom nisso."
  • "O que me enoja é a arrogância de certas pessoas. Muitas delas nem sequer ouviram a nossa musica, elas decidiram em avanço que não gostam dela."
  • "Nós (americanos) não temos um sistema justo, o nosso sistema social não funciona se você for pobre nos Estados Unidos você é um pobre miserável e a distribuição de saúde é baixa. Se você for pobre e ficar doente voce não tem sistema de apoios de saúde, nem apoios financeiros, nada. Se isso pudesse ser mudado não me importaria nada de pagar mais taxa, mas importaria se o meu contributo fosse gasto em guerras."
  • "É tudo tão confuso... assim que você se livra de velhos problemas - instabilidade financeira, por exemplo - ganha uma porção de outros novos."
  • "Ás vezes preciso de me desculpar, ás vezes tenho de admitir que não estava certo, ás vezes eu deveria ter mantido a minha boca fechada e apenas ter dito "olá", ás vezes ainda sinto que continuo caminhando sozinho."
  • "Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar."
  • "Chegar ao topo é fácil, difícil é manter o posto, certo?"
  • "Punk Rock está morto... e fui eu que o matei."
  • "História dirá se nós fomos realmente uma boa banda ou apenas uma banda passageira."
  • "Sou muito monógamo."
  • "Eu não estou interessado em groupies. Eu tenho que dizer que eu nunca estive com uma groupie em toda a minha vida."
  • "A gente cobra pelo que vale. Não ganhamos tanto quanto os Metallica, mas temos o suficiente para sustentar nossas famílias."
- sobre fazer shows com o preço dos ingressos abaixo do mercado.
  • "Você pode crescer num sitio cheio de raiva, mas o importante é como se educa a si mesmo, o que vem com a raiva, e como depois voce aplica na sua vida."
  • "As pessoas perguntam: "O que voce faria se não tivesse nos Green Day?" Eu digo: "Eu estaria no Green Day. Realmente, não tenho nada mais." Quando as pessoas dizem: "O que voce acha das pessoas que só falam com voce ou gostam de voce porque voce faz parte do Green Day?" Eu digo: "Bem, eu sou Green Day. O Green Day sou eu. É a minha vida"
  • "Groupies? Se alguém chega a menos de um metro de mim, minha mulher bota para correr."
  • "Somos uma banda punk para aqueles que sabem o que o termo significa, e não somos para aqueles que acham que sabem. Se você não faz parte da comunidade punk, somos só uma banda de rock para você"
  • "A nossa paixão, é a nossa força."
  • "Nós preferimos ter uma audiência desapontada a ter uma audiència que leva tão a sério que se magoam ou mesmo se matam."
  • "Vamos encarar os fatos é muito dificil estar em tour quando você tem uma familia."
  • "As pessoas querem sangue. Eles querem te ver jogado aos leões. Você tem informação vindo de tantas fontes: YouTube, internet, tabloids. Assistir a Britney Spears aquela noite (no MTV Video Music Awards) foi como ver uma execução pública."
- sobre a cultura pop atual.
  • "Praticar faz a perfeição, mas ninguém é perfeito, então pra que praticar?"
- respondendo por que a banda não praticou antes do show em Seattle.
  • "A escola é a pratica para o futuro, a pratica leva à perfeição, mas ninguém é perfeito, então para que praticar?"
  • "Nós não magoamos pessoas. Eu acho que nós somos mesmo uma banda amigável. Quantas outras bandas param os seus shows se elas virem um elemento do público cair no meio da multidão?"
  • "O segredo do sucesso do Green Day é que nós nunca tivemos uma meta. A gente nunca falou: vamos montar um banda de punk rock, ganhar muito dinheiro. Queríamos apenas nos divertir."
  • "Eu posso afirmar que o rock com certeza não será o mesmo sem Joey Ramone. Ninguém era 'cool' como ele: os óculos, o casaco... E ele não mexia um dedo. Simplesmente ficava lá, parado."
  • "Gostaria de ter ido para uma escola de artes. Gostaria de ter aprendido a desenhar. Gostaria de ser fluente em Espanhol. Gostaria de ser um neurocirurgião."
  • "Se eu olhar para as minhas letras antigas elas me parecem cheias de raiva, mas vazias. Havia um vazio na minha vida nessa altura."
  • "Já vi um show deles, parece grama crescendo" (sobre Oasis, tendo como resposta "Nossa, isso que é grama crescendo?" de Mike Dirtn)
  • "Tenho que admitir, o Oasis é a segunda melhor banda do mundo." (Obviamente com um tom de ironia, depois da richa entre as bandas e as piadas feitas pelo Green Day sobre o Oasis)
  • “Nunca puxamos o saco de ninguém para chegarmos onde chegamos."
  • "Detesto L.A. A maioria me parece tão artificial. Olhem como eles agenciam tudo o que eles pensam que é "fashion". Não é doentio?"
  • "Temos sido uma banda por 16 anos. Isto é tudo pelo qual se sonha."
  • "Você acha sua vida difícil? Tente ser pai para você ver!"
  • "Uma coisa que eu quero ensinar ao meu filho é sensibilidade para com as outras pessoas. Eu quero ensiná-lo a não ser esse "macho freak"
  • ´"Não sou depressivo como costumava ser. O Prozac está funcionando."
  • "Tudo que escrevemos é autobiográfico, a menos que estejamos escrevendo sobre um amigo ou algo assim. No meio da música, uma coisa que aprendi é não desistir da vida, não tentar ficar olhando sempre para frente, mas curtir o presente, porque muitas pessoas realmente não apreciam o presente até ele se tornar passado."
  • "Punk é uma coisa que sempre estará conosco e tentar explicar seria muito estúpido."
  • "Você não pode mudar a direção do vento, mas pode controlar o seu veleiro"
  • "Várias bandas vão dizer que preferem pequenos concertos, mas sejamos honestos, tocar num estádio não é nem um pouco ruim."
  • "Não vivemos como eremitas ou algo assim. Nós continuamos saindo e fazendo o que sempre fizemos."
  • "Comprei casa para minha mãe, minhas irmãs não moram mais em trailer..."
  • “O tema do disco é a política americana, como o sonho americano está acabando, o mundo em que vivemos hoje. Fomos contra o clima pós-11 de setembro. As pessoas perderam a liberdade de expressão em troca de mais segurança, parecia existir uma ordem: ‘não fale de certos assuntos’” (sobre o album American Idiot)
  • "Eu odeio universitários. Eles tiveram uma chance que eu nunca tive."
  • "Há seis anos atrás vocês vieram neste show e tinham 14 anos de idade, hoje vocês tem 20 e são todos uns fodidos. A responsabilidade é toda minha" (em um concerto)
  • "Os rockeiros querem ser rebeldes, mas eles não querem ofender ninguém. Bom, isso não é engraçado! Eu acho que a América precisa ser ofendida agora mais do que nunca."
  • "Um cara veio até mim e perguntou 'O que é Punk?' Então chutei uma lata de lixo e disse 'Isso é punk!'. Então ele chutou a lata de lixo e disse 'Isso é Punk?', e eu disse 'Não, isso é modismo!'"
  • "Não há nada de errado em ser um perdedor. Isso depende do quanto você é bom em perder."
  • "Podem me chamar do que quiserem. Até mesmo de gay."
  • "Eu tive a idéia de escrever uma canção com toda a letra extraída de cartazes e pára-choques de caminhão. É divertido tocar músicas com letras como a de Minority, onde você lê 'Eu prometo lealdade à bandeira dos Estados Unidos da América'. É legal colocar essas coisas totalmente fora de contexto, e descobrir vários significados diferentes, porque boa parte dessas frases foram escritas anos atrás. É divertido brincar com isso e confundir sua cabeça."
  • "Fiquei sabendo que Al Gore recebeu o prêmio Nobel Da Paz pelo seu trabalho na luta contra o aquecimento global. Eu acho ótimo que isso esteja tendo finalmente o reconhecimento que merece. Isso está se transformando em parte de nosso dia-a-dia. As pessoas não estão apenas falando sobre isso, estamos começando a vivenciar. E acho que o Al Gore tem sido bastante influente em levar isso ao mainstream. Parabéns, Al Gore. Por favor, faça sua parte para ajudar a parar com o aquecimento global, falando para o Congresso (norte-americano) aprovar a legislação do aquecimento global aqui."
  • "Muitas experiências pessoais se encontram nesse cara. Ele se sente deslocado de sua cidade, escola, familia e amigos. Ele quer deixar a cidade e ir embora. Eu estava um dia andando na rua e pensei no verso 'I'm the son of rage and love'. Com o Green Day, existem sempre letras muito pessoais que escrevemos. Eu não quero apenas o lado político das coisas. Muito das coisas políticas vieram naturalmente. Mas eu não quero que isso se torne um hábito."
- sobre a construção da personagem "Jesus of Suburbia" do álbum American Idiot.
  • "Meu nome é Billie Joe Armstrong e vim para transformar a vida de George Bush em um pesadelo."
- durante um show.
  • "Ser pai é a coisa mais dificil que já tive de fazer em toda a minha vida."
  • "Nós estamos nesta banda desde os quinze anos de idade. E eu ainda escuto as mesmas piadas de quando o Mike tinha dez anos de idade."
  • "Semana passada eu e Adrienne fomos à inauguração do novo documentário de Leonardo DiCaprio, The 11th Hour. O filme é otimo, vocês deveriam assistir. Ele (DiCaprio) está de parabéns.
  • "Estamos fazendo isso há vinte anos. Você quer ter certeza de que está sendo honesto consigo mesmo. Outra coisa que me pergunto é: 'O que anda rolando de realmente verdadeiro por aí?' Neste exato momento, tudo parece simplesmente estagnado."
  • "Nós temos muitas canções, algo em torno de quarenta e cinco músicas... é um caos total."
- sobre o sucessor do último álbum (American Idiot).
  • "Em palco dou tudo de mim. Um fã que vem ao nosso concerto pode estar a ter o pior dia possível: o cão dele morreu, a namorada acabou com ele ... Mas depois o concerto é espectacular e ele pensa 'Que se lixe o cão, está morto!'."
  • "B-I-L-L-I-E J-O-E. Meu verdadeiro nome é Billie Joe. E vem do sul, minha mãe é de Oklahoma e foi assim que eu o consegui."
  • "Nunca corra na chuva usando meias!"
  • "Não conheço nenhum som do Brasil, me desculpe. É um problema, na América raramente ouvimos coisas que não são americanas."
  • "É engraçado até que alguém se machuque... Depois acaba sendo hilário."
  • "Eu acabo soando como um Inglês imitando um Americano que imita um Inglês."
  • "Eu meio que virei o tiozinho. Eu ficava bêbado o tempo todo e usando uma tanguinha fio-dental com estampa de leopardo."
  • "Ataque os seus instrumentos. Não deixe que eles o ataquem."
  • "O que você quer dizer quando diz que andamos por aí vestidos como garotas?? Nós andamos por aí com nossas próprias roupas, mas acontece que elas eram vestidos, oras."
  • " 'Bem-Vindos á Montreal – Vão se foder!', seria uma bela sinalização de boas-vindas nas suas rodovias."
  • " 'Adrienne sempre será a unica mulher da minha vida'