Anselmo de Cantuária

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anselmo de Cantuária
Anselmo de Cantuária
Anselmo de Cantuária em outros projetos:

Anselmo de Cantuária (1033/1034, Aosta - 21 de Abril de 1109, Canterbury), nascido Anselmo de Aosta (por ser natural de Aosta, hoje na Itália), e também conhecido como Santo Anselmo, foi um influente teólogo e filósofo medieval italiano de origem normanda.


  • "Não quero saber para crer, mas crer para saber"
- citado por Johannes HIRSCHBERGER in: Santo Anselmo - História da Filosofia na Idade Média; Ed. Herder; Trad. Alexandre Correia [1]
  • "Alguns irmãos de hábito pediram-me muitas vezes e com insistência para transcrever, sob forma de meditação, umas idéias que lhes havia comunicado em conversação familiar, acerca da essência divina e outras questões conexas com esse assunto. Isto é, atendendo mais a como devia ser redigida esta meditação do que à facilidade da tarefa ou à medida das minhas possibilidades, estabeleceram o método seguinte: sem, absolutamente, recorrer, em nada, à autoridade das Sagradas Escrituras, tudo aquilo que fosse exposto ficasse demonstrado pelo encadeamento lógico da razão, empregando argumentos simples, com um estilo acessível, para que se tornasse evidente pela própria clareza da verdade".
- ANSELMO, Monológio, pg. 11; citado por Lessandro Regiani Costa, in: A Meditação com gênero reflexivo em Anselmo de Cantuária. [2]
  • "Certamente, algo tal que não pode pensar-se maior, não pode estar somente na inteligência. Porquanto, se está somente na inteligência, poder-se-ia pensar também na coisa, o que é maior. Portanto, se algo tal que não pode pensar-se maior está somente na inteligência, este mesmo algo tal que não pode pensar-se maior é tal que pode pensar-se maior. Ora, certamente isto não pode ser. Existe, portanto, sem dúvida, algo tal que não se pode pensar maior, tanto na inteligência como na coisa."
- ANSELMO, Proslogion, pg. 1.; citado por Lessandro Regiani Costa, in: A Meditação com gênero reflexivo em Anselmo de Cantuária. [3]
  • "Acreditamos que vós (Deus) sois algo que nada se pode conceber que vos seja maior."
- Proslogion, ch. 2; Gregory Schufreider Confessions of a Rational Mystic: Anselm's Early Writings (West Lafayette, Ind.: Purdue University Press, 1994) pp. 324-5.


Escolástica
Tomás de Aquino | Santo Agostinho | Anselmo de Cantuária | Alberto Magno | Robert Grosseteste | Roger Bacon | Boaventura de Bagnoreggio | Pedro Abelardo | Bernardo de Claraval | João Escoto Erígena | João Duns Scot | Jean Buridan | Nicole Oresme