Adolf Hitler

Origem: Wikiquote, a coletânea de citações livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolf Hitler
Adolf Hitler
Adolf Hitler em outros projetos:

Adolf Hitler (Braunau-am-Inn, 20 de abril de 1889 - Berlim, 30 de abril de 1945), foi um líder do Partido Nazista e ditador alemão.


"Os olhos de Hitler eram mágicos." — Wilfred von Oven
"Aqueles que têm má saúde física e mental não devem perpetuar seus sofrimentos nos corpos de seus filhos."
"Aprender história quer dizer procurar e encontrar as forças que conduzem às causas das ações do que vemos como acontecimentos históricos."
"É só isto? É feio!"
- "Mein Kampf", referindo-se à sua experiência em Viena
  • "Eu insisto absolutamente em proteger a propriedade privada... precisamos encorajar a iniciativa privada!"
- Hitler's Secret Conversations" traduzido por Norman Cameron e R.H. Stevens. Farrar, Straus and Young, Inc. 1953. p. 294
  • "Sei muito bem que se conquistam adeptos menos pela palavra escrita do que pela palavra falada e que, neste mundo, as grandes causas devem seu desenvolvimento não aos grandes escritores mas aos grandes oradores."
- "Mein Kampf", no "prefácio", justificando a motivação para escrever a obra e dando o tom do recurso que viria a utilizar para cativar os alemães em torno de sua ideologia.
  • "Em cada discussão, o importante era ter, de antemão, uma ideia clara da forma e do aspecto prováveis dos argumentos que se esperavam por parte dos adversários e, mencionar, de começo, as possíveis objeções e provar a sua falta de consistência. Assim o ouvinte, apesar das numerosas objeções que lhe tinham sido inspiradas, pela destruição antecipada das mesmas, era facilmente conquistado para a causa, desde que fosse um homem bem intencionado. A lição que lhe ensinavam de cor era abandonada e sua atenção era cada vez mais atraída para a exposição do orador."
- "Mein Kampf", p. 198, sobre as técnicas de oratória que empregava.
  • "Faço diferença entre a sabedoria da velhice, que vale pela sua maior profundidade e prudência, resultantes da experiência de uma longa vida, e a genialidade da juventude que, em inesgotável proliferação, cria pensamentos e ideias sem poder logo elaborá-las definitivamente, em consequência do tumulto em que elas se sucedem. A mocidade fornece o material de construção e os pia-nos de futuro, dos quais a velhice toma os blocos, trabalha-os e levanta a construção, isso quando a chamada sabedoria dos velhos não sufoca a genialidade dos moços.
- "Mein Kampf", p. 14.
  • "“Nesse tempo, abriram-se-me os olhos para dois perigos que eu mal conhecia pelos nomes e que, de nenhum modo, se me apresentavam nitidamente na sua horrível significação para a existência do povo germânico: marxismo e judaísmo.”
- "Mein Kampf", p. 12.
  • "Conheço indivíduos que lêem muitíssimo, livro por livro letra por letra, e que, no entanto, não podem ser apontados como "lidos". Eles possuem uma multidão de "conhecimentos", mas o seu cérebro não consegue executar uma distribuição e um registro do material adquirido. Falta-lhes a arte de separar, no livro, o que lhes é de valor e o que é inútil, conservar para sempre de memória o que lhes interessa e, se possível, passar por cima, desprezar o que não lhes traz vantagens, em qualquer hipótese não conservar consigo esse peso sem finalidade. A leitura não deve ser vista como finalidade, mas sim como meio para alcançar uma finalidade."
- "Mein Kampf", p. 19.
  • “A doutrina judaica do marxismo repele o princípio aristocrático na natureza. Contra o privilégio eterno do poder e da força do indivíduo levanta o poder das massas e o peso-morto do número. Nega o valor do indivíduo, combate a importância das nacionalidades e das raças, anulando assim na humanidade a razão de sua existência e de sua cultura. Por essa maneira de encarar o universo, conduziria a humanidade a abandonar qualquer noção de ordem. E como nesse grande organismo, só o caos poderia resultar da aplicação desses princípios, a ruína seria o desfecho final para todos os habitantes da Terra.” Mein Kampf, p.31.http://radioislam.org/historia/hitler/mkampf/pdf/por.pdf
  • “Nos anos de 1913 e 1914 manifestei a opinião, em vários círculos, que, em parte, hoje estão filiados ao movimento nacional-socialista, de que o problema futuro da nação alemã devia ser o aniquilamento do marxismo” Mein Kampf, p. 69.http://radioislam.org/historia/hitler/mkampf/pdf/por.pdf
  • "“O marxismo aparece como a tentativa dos judeus para enfraquecer, em todas as manifestações da vida humana, o princípio da personalidade e substituí-lo pelo prestígio das massas. Em política, o marxismo tem. a sua forma de expressão no regime parlamentar cujos efeitos sentimos desde as menores células da comunidade até as posições mais eminentes do Reich. No que diz respeito à economia, o efeito disso é o estabelecimento de uma organização que, na realidade, não serve aos interesses do proletariado mas aos propósitos destruidores do judaísmo internacional.” p. 185.http://radioislam.org/historia/hitler/mkampf/pdf/por.pdf
  • "Nós lutamos pela manutenção da propriedade privada... nós protegeremos a iniciativa privada como a mais eficiente, ou mais realista, forma de ordem econômica."
-Adolf Hitler [1]
  • "Se a liberdade é escassa em armas, devemos compensá-la através do poder da Vontade"*
-Discurso em Landsberg, 5 de Novembro de 1925-:
  • "Meu socialismo nada tem a ver com marxismo. Marxismo é anti-propriedade. O Socialismo verdadeiro não é."
- Francis Ludwig Carsten, The Rise of Fascism, University of California Press, 1982, p. 137. Hitler quote from Sunday Express.
  • "A melhor constituição e forma do Estado é aquela que eleva as melhores mentes da comunidade para posições de liderança e influência. Mas, assim como na vida econômica, os homens hábeis não devem ser apontados de cima, mas sim precisam lutar entre si." [2]
  • "O Marxismo pretende dar o mundo aos judeus." [3]
  • "Aprender história quer dizer procurar e encontrar as forças que conduzem às causas das ações do que vemos como acontecimentos históricos".
- Fonte: "Mein Kampf"
  • "Aqueles que têm má saúde física e mental não devem perpetuar seus sofrimentos nos corpos de seus filhos."
- Fonte: "Mein Kampf"
  • "O Estado deve colocar a raça no centro de toda a vida?"
- Fonte: "Mein Kampf"
  • "Himmler é de uma qualidade extraordinária. Não acredito que outra pessoa que não ele tivesse conseguido movimentar as tropas em semelhantes condições adversas. Eu vejo em Himmler o nosso Inácio de Loyola. Com inteligência e obstinação, contra vento e marés, ele deu forma às SS"
- "Mein Kampf", 3 de Janeiro de 1942
  • "Eu sigo o caminho que a Providência me indica com a segurança de um sonâmbulo."
- Do bestial ao genial: frases da política - Página 24, de Paulo Buchsbaum e André Buchsbaum - Editora Ediouro Publicações, 2006, ISBN 850002075X, 9788500020759
  • Acredito que a Providência nunca nos permitiria vislumbrar a vitória do Movimento se tivesse a intenção de nos destruir ao final.
- Discurso aos velhos membros do partido, Munich, 8 de novembro de 1933.


Atribuídas, sem confirmação documental confiável[editar]

  • "Acredito hoje que estou agindo de acordo com o Criador Todo-Poderoso. Ao repelir os judeus estou lutando pelo trabalho do Senhor".
- Discurso antes de Reichstag, 1936.
  • "Nós somos socialistas, nós somos inimigos do atual sistema econômico capitalista para a exploração dos economicamente fracos, com seus salários injustos, com sua indecorosa avaliação do ser humano de acordo com a riqueza e a propriedade em vez de sua responsabilidade e desempenho, e nós estamos todos determinados a destruir esse sistema sob todas as condições."
- Primeiro de Maio de 1927
  • "Temos de ser cruéis. Temos de recuperar a consciência tranquila para sermos cruéis."
- citado em "Hitler" - página 343, de Joachim C. Fest, Harcourt Brace Publishing - Publicado por Houghton Mifflin Harcourt, 2002, ISBN 0156027542, 9780156027540 - Biography & Autobiography - 856 páginas
  • "O vencedor não será perguntado se ele falou a verdade."
- Der Sieger wird später nicht danach gefragt, ob er die Wahrheit gesagt hat oder nicht
- Adolf Hitler, em 22 de agosto de 1939, conforme citado no Holocaust-Referenz
- Nürnberg: Die Rede des englischen Huaptanklagevertreters Sir Hartley Shawcorss‎ - Página 3, de Hartley Shawcross - Publicado por Phönix-Verlag Christen, 1946 - 63 páginas
  • "É só isto? É feio!"
- Hitler ao ver a Torre Eiffel, na sua visita a Paris.
  • "Num mundo inseguro existem apenas duas coisas em que se pode confiar: na insegurança da Itália e na de Mussolini."
- Adolf Hitler, líder nazista alemão, criticando o ditador italiano Benito Mussolini; como citado em Revista Veja, Especial Século 20. edição 1629, 22 de dezembro de 1999
  • "Quanto maior a mentira, mais chance dela ser acreditada."
- Essa citação poderia ter duas fontes: uma versão de um parágrafo em Mein Kampf tratando d'A Grande Mentira, ou um relatório dos Escritório de Serviços Estratégicos dos Estados Unidos sobre o perfil psicológico de Hitler [4]. A segunda versão é muito próxima de uma frase atual de Joseph Goebbels.
  • "O Socialismo é a ciência de se lidar com o bem-estar geral"
- Entrevistado em 1933.

Sobre[editar]

  • "Este homem é perigoso e infalível, ele acredita no que diz."
- Der Mann ist gefährlich, er glaubt, was er sagt
- Joseph Goebbels, ministro da Propaganda nazista alemã falando de Adolf Hitler; Joseph Goebbels: Eine Biographie - Página 20, Curt Riess - Dreieck, 1950, 508 páginas
  • "Os olhos de Hitler eram mágicos."
- Wilfred von Oven, braço direito de Joseph Goebbels, localizado em Buenos Aires pela agência Reuters; citado por Revista Veja
  • "Quando eu passei pelo Führer (Hitler), ele se levantou, acenou para mim e eu acenei de volta. Eu acho que os escritores mostraram má vontade ao criticar o homem da vez da Alemanha".
- "When I passed the Chancellor he arose, waved his hand at me, and I waved back at him. I think the writers showed bad taste in criticizing the man of the hour in Germany."
- Jesse Owens (atleta negro que ganhou os 100m nas olimpíadas de 1936); Fonte: The Jesse Owens Story, 1970. ISBN 0399603158
  • "Eu apoiaria o diabo se Hitler invadisse o inferno"
- Winston Churchill
  • "Adolf Hitler era uma Joana d'Arc, um santo. Ele foi um mártir. Como muitos mártires, ele tinha visões extremas."
-Adolf Hitler was a Jeanne d'Arc, a saint. He was a martyr. Like. many martyrs, he held extreme views
- Ezra Pound em entrevista a Edd Johnson, publicada no The Chicago Sun (9 de maio de 1945)
  • "Alguns dizem que Hitler age como Napoleão em tudo. Bem, posso dizer que Hitler se assemelha a Napoleão tanto quanto um gatinho se parece com um leão. Os alemães irão receber a guerra de aniquilação que tanto procuraram, e serão exterminados."
- Joseph Stalin